InícioYoutubeBlog

Festa do Acolhimento | 3 de dezembro de 2016


A primeira festa da catequese, dos meninos e meninas do Primeiro Ano da Catequese, é a Festa do Acolhimento. O Objetivo é precisamente acolher os que pela primeira vez frequentam a catequese, pelo que é uma festa colocada no início do ano pastoral, início do ano catequético.
       Pelo segundo ano consecutivo, a Festa do Acolhimento integrou a Novena da Imaculada Conceição.
       Estiveram mais diretamente ligados a esta festa, as catequistas (Clara Castro e as que no último ano pastoral celebraram o Crisma) e os jovens que frequentam o 10.º Ano de Catequese, com a sua catequista.
       Alguns momentos sublinhados, além da introdução-contextualização da celebração, depois do Credo, o compromisso dos Pais, o compromisso das meninas e meninos do 1.º Ano de Catequese, o compromisso das catequistas.. apoiar, acompanhar, participar, ajudar, cooperar, inserir na vida da comunidade.
       Ao compromisso de uns e de outros, o desafio a todos de acolher para que cada um se sinta em casa.
       No Ofertório, a oração do Papa Francisco a Nossa Senhora, da Lumen Fidei, sublinhando com gestos algumas das expressões: a luz, a Palavra de Deus, o peregrinar, o compromisso missionário, a cultura do encontro e da entreajuda.
       Durante a Festa do Acolhimento, a Caminhada do Advento e Natal, com a colocação do tronco de Jessé, com as palavras sugeridas no plano pastoral da Diocese.
       Seguiu-se o chamamento de cada um dos meninos, para que cada um colocasse a respetiva fotografia/coração pequenino num coração maior, o nosso no coração de Jesus.
       Algumas fotografias desta bonita celebração:

 

Para outras fotos disponibilizadas,

visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook





Magusto paroquial e Semana dos Seminários | 12 de novembro de 2016


Sábado, 12 de novembro de 2016, um dia depois do São Martinho de Tours, a realização do Magusto Paroquial, proposto a partir da catequese, aberto à participação de toda a comunidade paroquial.
       Este ano dois motivos a relevar: a presença de três seminaristas, o Diogo Martinho, entre nós aos fins de semana, o Marcelo Moutinho, de São João da Pesqueira, e o João Miguel, de Freigil, em Resende, e o facto de mais pessoas terem respondido positivamente ao convite do pároco e das catequistas. Como habitualmente, a jornada iniciou com a celebração da Eucaristia, incluindo o testemunho vocacional do João, seguindo-se o magusto no Centro Paroquial.

       Algumas imagens para recordar e para guardar...

 


 
Para visitar o Álbum desta jornada,




Formação de Catequistas no Arciprestado de Moimenta, Sernancelhe, Tabuaço


No passado dia 5 de novembro, realizou-se mais um momento de formação para catequistas do Arciprestado de Moimenta da Beira, Sernancelhe, Tabuaço, desta feita na Paróquia de Sernancelhe.

Tendo em conta que em algumas paróquias a catequese está programada para os sábados à tarde, este ano, em Conselho Pastoral Arciprestal, optou-se por dividir este tempo de encontro, de convívio, de oração, de formação, por duas manhãs. No passado dia 5 de novembro, o primeiro momento. O segundo será agendado, em Conselho Pastoral Arciprestal para fevereiro ou março.

       O encontro foi orientado pela Irmã Arminda, que integra o Departamento da Catequese da Diocese de Aveiro.

       A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço marcou presença com 5 catequistas: Fernanda Cardoso, Graça Ferraz, Daniela Rodrigues, Mara Longa, Sara Silva.

O encontro iniciou com breves palavras do Arcipreste, seguindo-se a oração da manhã, com a intervenção-reflexão do Pe. Ricardo Barroco, responsável arciprestal da Educação Cristã. A Irmã Arminda orientou os trabalhos. A meio da manhã uma pausa para o café-chá e uns bolinhos, gesto generoso das catequistas de Sernancelhe.

       No final da manhã, o Pe. Jorge Giroto, também responsável arciprestal da Educação Cristã, para agradecer a presença de todos e, em especial, o trabalho da Irmã Arminda.

Algumas fotos deste dia:

 

 

Para as outras fotos disponíveis, visitar a página do Arciprestado no Facebook.





Calendarização Pastoral para 2016-2017


D. António Couto, Bispo da mui e nobre Diocese de Lamego, a que pertencemos, tem insistido numa dinâmica missionária da Igreja diocesana, correspondendo ao mandato de Jesus, "IDE E ANUNCIAI O EVANGELHO A TODA A CRIATURA" (Mc 16, 15), à sensibilidade do Papa Francisco que deseja uma Igreja em saída, em busca da ovelha perdida, ou melhor, em busca das 99 ovelhas que estão fora, preferindo uma Igreja acidentada por sair que uma Igreja doente por estar centrada em si mesma.

 

 

Ao longo dos anos, o envio missionário: IDE. O IR liberta-nos da autorreferecialidade, para nos centrarmos em Jesus Cristo. O discípulo é simultaneamente missionário. Na intuição da Teologia da Libertação ou Teologia da Salvação, compromisso refletido e assumido na América Latina, de onde é originário o Papa Francisco, a evangelização há de ser uma constante, de todo o cristão, de todas as comunidades, em todo o tempo. Foi o proceder de Jesus: vamos a outras povoações anunciar o Evangelho, foi para isto que Eu vim (cf. Mc 1, 38). São Paulo, que no dizer de Bento XVI é "modelo de cada evangelizador", rearfirma a cada passo a necessidade de evangelizar: "Ai de mim se não evangelizar" (1 Cor 9,16).

 

Jesus vem da parte de Deus, vem da eternidade, faz-Se um de nós, um connosco. Traz-nos Deus. traz-nos o Céu. Traz-nos a Palavra de Deus. Melhor, Ele é a Palavra que Se faz carne. N'Ele a Palavra tem substância, consistência, tem Corpo, tem vida. Ele é a Palavra, a Sabedoria, o Rosto de Deus no meio dos homens.

 

Desde o início do Seu pontificado que o Papa Francisco tem insistido na necessidade de ir às periferias não apenas geográficas mas também existenciais, como Jesus, ir ao encontro dos mais frágeis, dos pobres, dos excluídos, das comunidades e dos povos em maior dificuldade, distantes dos bens da criação, da cultura, da educação, do acesso aos cuidados de saúde. Quem está no centro e vive na comodidade corre o risco de se esquecer dos sofrimentos dos outros e das suas dificuldades. Daí a insistência reiterada no proceder de Jesus, em ser seus discípulos, imitando-O na preferência pelos mais desfavorecidos.

 

Com efeito, Jesus fez-Se pobre para nos enriquecer com a Sua pobreza. Para fundamentar a Teologia da Libertação e para que esta não corresse o risco de se converter em mais uma ideologia ao lado de outras, o então Cardeal Joseph Ratzinger, Prefeito da Congregação da Doutrina da Fé, durante a maior parte do pontificado de João Paulo II, apontou Jesus Cristo como a referência fundante da opção preferencial pelos pobres. Na verdade, Jesus Cristo encarnou, assumiu as dores da humanidade, as suas limitações. Como rezará Maria, no Magnificat, esse é o proceder de Deus, levantar os caídos, restituir a vida e a dignidade aos pobres, exaltar os humildes. O proceder de Jesus há de ser o nosso proceder. Somos Seus discípulos. Aprendamos d'Ele e com Ele. Convém que não nos coloquemos à Sua frente, escondendo-O atrás de nós ou pela opacidade da nossa vida, para que O transpareçamos, sejamos Suas testemunhas, como alerta o nosso Bispo na Carta Pastoral para este ano de 2016-2017.

 

Os discípulos são missionários. Não à vez. Mas em simultâneo. O discípulo de Jesus Cristo, transparece-O, é missionário, é apóstolo. Também esta terminologia é muito latino-americana, visualizável sobretudo na Assembleia do Episcopado Latino Americano e Caribenho, em Aparecida, em 2007. Em Aparecida, estavam os dois últimos Papas, isto é, Bento XVI e o então Cardeal Jorge Mario Bergoglio, atual Papa Francisco. Bento XVI no discurso de Aparecida sanciona em definitivo a opção preferencial pelos mais pobres e o compromisso do discípulo missionário, mostrando que quanto mais próximo de Jesus for o discípulo tanto mais motivado para ser missionário. Não se compreende que existam discípulos que não sejam missionários, mas também não é possível missionários que não sejam (sempre) discípulos, aprendizes de Jesus e do Seu Evangelho de serviço, de perdão, de amor. O Cardeal Bergoglio foi o Relator Presidente desta Assembleia, com a sensibilidade latino-americana de acolher o contributo de todos e de promover uma evangelização, não a partir do exterior ou a partir de cima, mas a partir das bases. A libertação-salvação deve envolver todos, a começar por aqueles e aquelas que se encontram fragilizados, excluídos, à margem. Serão também agentes e atores do seus destino e não apenas destinatários ou espetadores.

 

A Diocese de Lamego, sob o pontificado de D. António Couto, vive em dinâmica missionária, com a incidência em mais oração, mais formação, mais encontros, mais proximidade, escolas de vivência da fé, encontro com Jesus, tempos de reflexão e de confraternização. Uma Igreja de portas abertas, para quem sai ao encontro dos outros, para quem entra e para quem quer regressar. Igreja, Casa e Escola da Fé e do Evangelho, onde se constrói com mais amor a família de Deus, INDO e anunciando a todos, em todo o tempo, o Evangelho da Caridade e da Misericórdia.

 

A Paróquia de Tabuaço, inserida nesta Diocese de São Sebastião de Lamego e no Arciprestado que engloba as Zonas Pastorais (concelhos) de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço, procurará responder aos desafios do nosso Bispo a toda a Diocese, comprometendo-nos todos com todos, INDO a toda a parte, anunciando o Evangelho sempre, em todas as circunstâncias. Comprometidos com a nossa identidade batismal, procuraremos valorizar os tempos de oração, continuar a aprofundar a vivência da fé, através de momentos de reflexão e de formação como as escolas da fé. No nosso Arciprestado, além da CAMINHADA DO ADVENTO E NATAL e da CAMINHADA DA QUARESMA E DA PÁSCOA, a iniciativa "UM SANTO MISSIONÁRIO POR MÊS", com a proposta de em cada mês apresentar um santo missionário, entregar uma pagela com o santo do mês, divulgar a sua biografia através das folhas dominicais, centrando as escolas da fé no testemunho do santo missionário do mês, deixando-se motivar e envolver, imitando os santos, ou melhor, imitando Jesus que transparece na santidade destes cristãos de todos os tempos.

 

A comunidade paroquial, no seu tempo, é o primeiro agente de pastoral e de evangelização. É agente e destinatária. Depois cada batizado, cada grupo, catequese e catequistas, zeladoras da Igreja, associados do Apostolado de Oração, Conselhos Pastoral e para os Assuntos Económicos, Grupos corais, Grupo de Jovens e Grupo de Acólitos, Movimento da Mensagem de Fátima, Mordomas de Nossa Senhora da Conceição, Guias e Escuteiros da Europa, Ministros Extraordinários da Comunhão, Pároco, Seminarista. Através de diferentes meios e oportunidades, do Boletim Paroquial, do Boletim Dominical, páginas da Internet, celebrações, tempos de formação e/ou de oração, festas da Catequese, ano litúrgico no seu conjunto, coração a coração, passar a mensagem e a alegria do evangelho a quem encontramos, na família, na vizinhança, no local de trabalho, convidando, informando, desafiando, entregado a reflexão dominical, ou alertando para um convívio ou um festa. Tendo no Lar da Santa Casa um lugar de encontro para visitar e partilhar a vida da comunidade paroquial, a vivência da fé, o anúncio da alegria e da paz do Evangelho.

 

Um dos momentos aglutinadores para a comunidade é e continuará a ser a Festa da Padroeira, Nossa Senhora da Conceição, a 8 de dezembro, com a NOVENA que a precede, em retiro aberto, este ano terá como pregador o Pe. Joaquim Proença Dionísio, Diretor da Voz de Lamego e Reitor do Seminário Maior de Lamego, mobilizando os grupos eclesiais, Bombeiros Voluntários e as autoridades autárquicas, a GNR...

 

Para se envolver, participando, a CALENDARIZAÇÃO PASTORAL, com algumas datas, celebrações, momentos, já definidos. Tendo acesso à Internet, procure/a estar atento à página oficial (www.tbcparoquia.com) ou à página da Paróquia no Facebook (@tbcparoquia), ou inscrevendo-se no Grupo facebokkiano "Paroquianos". Indo à Missa, esteja/está atenta/o ao Boletim Dominical. Não indo, peça/pede que lho/to tragam.


CALENDARIZAÇÃO PASTORAL EM PDF: Aqui.
CALENDARIZAÇÃO PASTORAL EM XPS: Aqui.
CALENDARIZAÇÃO PASTORAL em www.tbcparoquia.com





Grupo de Jovens de Tabuaço na Vigília Missionária em Vila da Ponte



       "Com Maria, Missionários na Misericórdia", foi o tema escolhido para a vigília missionária que se realizou no passado dia 29 se Outubro em Vila da Ponte.
       Esta vigília dividiu-se em duas grandes partes: a primeira, foi um belíssimo momento de oração, que se desenvolveu a partir do tema "Missão"; e a segunda foi a Adoração ao Santíssimo.
 
 
       Durante a primeira parte da vigília, podemos ver algumas encenações realizadas pelo grupo JSF de Vila da Ponte, e escutar diversas orações e pensamentos sempre acompanhados de belíssimos cânticos Marianos. É também importante salientar, todo o trabalho que os JSF tiveram a nível de decoração da igreja, pois estava um espaço muito bonito e acolhedor, o que nos fazia entrar logo no espírito de vigília.
       Tivemos ainda a oportunidade, de escutar o testemunho de dois jovens que realizaram uma "ponte" no mês de Agosto em Angola. (Para quem não tem conhecimento do termo, ponte é o nome dado à missão de ir para outro país, durante um determinado tempo, para poder ajudar quem mais precisa, seja a nível de saúde, educação, cidadania, etc). Pessoalmente acho que foi o momento que mais nos tocou no coração. Posso dizer que ao ouvir aqueles dois jovens fiquei com vontade de um dia fazer uma missão do género, pois acho que todos temos o dever de ajudar o próximo, nem que seja apenas ao levar uma palavra de esperança e de fé.


       No final da vigília, houve um momento de descontração e convívio, onde todos os grupos presentes, bem como a comunidade da paróquia, puderam partilhar um pequeno lanche.
       Que tenhamos sempre presente no nosso dia-a-dia, o espírito de Missão, para que assim possamos com a ajuda de Deus, ajudar o próximo.

Márcia Ribeiro, Grupo de Jovens de Tabuaço
in Voz de Lamego, ano 86/49, n.º 4385, 1 de novembro de 2016

Para outras fotos visitar a Página do Arciprestado no Facebook: AQUI.




Boletim Paroquial Voz Jovem: julho-setembro de 2016


De regresso, ainda a compensar o atraso verificado na edição anterior, o Boletim Paroquial Voz Jovem, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, abrangendo o trimestre julho a setembro de 2016, pelo que as notícias incluídas abrangem a vida da comunidade até ao último dia de setembro, dia em que o Senhor chamou a Si a D. Evinha, pelo que é o último tema desta edição, a homenagem à D. Evinha. Como a impressão do jornal foi posterior, foi possível incluir a texto do Grupo de Jovens de Tabuaço proferido no funeral da D. Evinha, no dia 1 de outubro de 2016, na Paróquia de Santa Eufémia de Pinheiros.

O Boletim deste timestre faz também eco da presença da Cruz da Evangelização que passou na Paróquia de Tabuaço nos dias 17 e 18 de junho; o Dia da Família Diocesana, na Lapa no passado 25 de junho; a celebração do Crisma, no dia 16 de julho; a 3.ª Peregrinação ao recinto de Nossa Senhora da Conceição e presença, no mesmo dia, do GJT na Santa Casa da Misericórdia de Tabuaço.

vj_julho_setembro_de_2016-2.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Espaço Pastoral de Tabuaço, Távora, Pinheiros e Carrazedo acolhe o seminarista Diogo Martinho


Natural de Cutelo, Gosende, concelho de Castro Daire, o Diogo Martinho, de 22 anos, no 5.º Ano do curso de Teologia, a frequentar o Seminário Maior de Lamego, estará connosco, neste espaço pastoral que engloba as paróquias a mim (Pe. Manuel Gonçalves) confiadas, Tabuaço, Pinheiros, Távora e Carrazedo.
       Estará connosco aos fins de semana para ver, observar, ajudar e nos enriquecer com a sua presença.
       Acolhemo-lo no dia 15 de outubro, começando por se apresentar nas diferentes paróquias e em momentos diversos, nos ensaios do grupo coral infanto-juvenil, na catequese, na Missa vespertina, em Tabuaço, seguindo para a Eucaristia vespertina na Paróquia de São Salvador de Carrazedo. À noite, jantar com membros dos diferentes grupos da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. O dia 16 foi preenchido pela participação nas Eucaristias das paróquias de São João Batista de Távora e de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, na bênção-inauguração da Ampliação e requalificação do Quartel dos Bombeiros Voluntários de Tabuaço e, no início da tarde, na Eucaristia na Paróquia de Santa Eufémia de Pinheiros.

 

Para outras fotos visite a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook





Crisma 2016 - Entrega dos Diplomas - 9 de outubro de 2016


No dia 16 de julho último, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição acolheu o Senhor Bispo, D. António Couto, para presidir à celebração do Sacramento do Crisma. Da nossa paróquia, as jovens que completaram os 10 anos de catequese: Ana Balsa, Ana Almeida, Ana Letícia, Bárbara, Cátia, Cristina, Eliana, Luana, e Sofia Barradas. Acolhemos também três jovens de Arcos: Verónique, Ana Margarida e Rosa Mendonça, e de Valença do Douro a Inês Ramos.

No dia 9 de outubro, um dia depois do início da catequese paroquial, a entrega dos diplomas às crismadas do ano pastoral 2015-2016, durante a celebração dominical, num convite renovado ao compromisso em comunidade. Por se encontrar a estudar fora, não pôde estar presenta a Ana Balsa.

Algumas fotos desta celebração:

 

 

Para todas as fotos do Crisma visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Início da catequese - 8 de outubro de 2016


Sábado, 8 de outubro de 2016, início da catequese paroquial, na comunidade de Nossa Senhora da Conceição. Neste novo ano pastoral (2016-2017) cumpriu-se a tradição. No segundo sábado de outubro regressa a catequese, envolvendo crianças, adolescentes, jovens, filhos e pais, e a comunidade que beneficia da alegria e da jovialidade dos pais novos.

Pelas 16h00, o encontro no Centro Paroquial para um tempo mais festivo, com jogos, preparados pelas catequistas. Momentos de convívio, de brincadeira, contribuindo para uma maior interação. Aproximando-se as 17h00, tempo para a celebração da Santa Missa, com as crianças e adolescentes da catequese, com os pais, amigos e familiares, com o regresso do Grupo Coral da Catequese, numa Eucaristia mais viva, mais interativa, mais festiva.

Algumas fotos dos dois momentos:

 

 

 

 

Para outras fotos visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook@tbcparoquia





D: Evinha Lassalett Rodrigues


Nasceu a 10 de fevereiro de 1934, em Pinheiros, e faleceu no dia 30 de setembro de 2016, na Santa Casa da Misericórdia de Tabuaço. Funeral a 1 de outubro, na Igreja Matriz de Pinheiros.

Poder-se-ia considerar cidadã do mundo. Depois dos primeiros estudos, continuou a sua formação na Escola Diocesana de Formação Social, em Lamego, e no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa; integrou o Ministério do Trabalho e da Solidariedade, comprometendo-se com a vida eclesial, em diferentes partes do mundo, Portugal, Espanha, Brasil, Uruguai, em diferentes zonas do país, de Bragança ao Algarve, dedicando-se na promoção da educação, da cultura, da saúde, no apoio às pessoas mais carenciadas, na catequese, na lógica da Ação Católica Rural, ver, julgar e agir, envolvendo as pessoas, para que fossem agentes e não apenas destinatários.

Regressada do Brasil, fixando-se definitivamente em terras de Tabuaço, nunca desistiu de se empenhar, participando onde era necessário, na Igreja e na vida social e cultural. Sempre disponível, para mais oração, para mais formação, das crianças aos jovens e aos adultos, aos mais idosos, na catequese, nos grupos de jovens, como ministra extraordinária da comunhão, na vivência do Natal, da Páscoa, a cantar as Boas Festas, a visitar doentes, a dar conselhos com a delicadeza de uma mãe, preparando jovens para o crisma, intervindo nos tempos de formação, escrevendo, partilhando a vida, gastando-se… sempre ligada à vida da Igreja, sempre sintonizada com os sinais dos tempos.

Como Pároco pude usufruir da sua amizade e dos seus conselhos, da sua ajuda e das suas sugestões. Uma das sugestões, no início no meu ministério sacerdotal: as homilias deveriam terminar sempre de forma positiva, para que fosse autêntico o “assim seja”…

Que Deus lhe dê o merecido descanso e que o testemunho da sua vida, o empenho alegre, simples e generoso da sua fé e do seu compromisso eclesial, nos ajude ao mesmo compromisso nas nossas famílias e na nossa comunidade.

Além da presença no Velório, a participação na Eucaristia exequial, solenizando a Eucaristia, com cânticos de que a D. Evinha gostava. As pétalas e as flores. A t-shirt da D. Evinha... leva um pouco de nós, deixa-nos muito dela.

No momento de Ação de Graças, a sincera gratidão:

«De uma forma ou de outra, julgamos que será sempre muito difícil demonstrar o nosso agradecimento para com todos aqueles que já cruzaram e continuam a cruzar o nosso caminho. 

A D. Evinha foi uma das pessoas que mais contribuiu para o crescimento do GJT. Fazia parte da nossa comunidade paroquial, do Grupo Coral, das catequistas, leitores, ministra da Comunhão, sendo sempre uma pessoa assídua e pronta a partilhar connosco o seu testemunho de fé. 

Ela era especial, era autêntica, era verdadeira, tinha um coração enorme! Tinha uma fome enorme e constante de Deus! O principal alimento dela era a Palavra! Deixou-nos um verdadeiro testemunho e cabe a cada um de nós dar-lhe continuidade! 

A D. Evinha partiu... Mas deixou-nos com as certeza de que continuará a cuidar e a olhar por todos nós».

 

Outras FOTOS da D. EVINHA: Aqui.





Boletim Paroquial Voz Jovem: abril-junho de 2016


A vida das comunidades faz-se de momentos, uns mais significativos que outros e que marcam a cadência dos dias e dos anos.

O registo dos mesmos permite avivar a história, solidificando a solidariedade intergeracional, ajudando a estruturar a identidade. Ter os pés assentes no chão e raízes que adentram pela terra, permite-nos pensar e viver o presente e o futuro. Recordamos notícias e acontecimentos, para agradecer, celebrar, para ganharmos impulso…

Com algum tempo de atraso, temos em mãos a edição do Boletim Paroquial de Tabuaço, Voz Jovem, referente ao trimestre abril-junho, fazendo memória de alguns eventos que mobilizaram a paróquia e/ou os seus grupos: Concerto de Oração com o Pe. Marcos Alvim; Dia da Mãe; Fátima Jovem; Jornada Diocesana da Juventude; Primeira Comunhão; Jornada Arciprestal a Pé à Lapa, e Encerramento da Catequese.

Boa leitura. Seja para nos sentirmos mais comunidade e sempre para louvor e glória de Deus Pai.

vj_abril_junho_de_2016.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





GJT no Lar da Santa Casa da Misericórdia


O Grupo de Jovens da Paróquia de Tabuaço (GJT) tem como matriz a inserção na comunidade paroquial. No primeiro domingo de setembro teve mais uma jornada importante, participando ativamente na Peregrinação Anual ao Recinto de Nossa Senhora da Conceição, na sua terceira edição, ajudando a preparar o espaço para a celebração da Eucaristia, incluindo-se no Grupo Coral e no Grupo de Acólitos.
       Durante a tarde, o GJT deslocou-se ao Lar da Santa Casa de Misericórdia de Tabuaço, presenteando os menos jovens com algumas músicas (cristãs). No final, lanche oferecido pela Santa Casa. Nesse sentido, uma palavra de apreço e agradecimento às funcionárias da Santa Casa pelo\o "mimo" do lanche com que nos brindaram, com um bolo bem apetitoso.
       Algumas fotos desta jornada:


 
Para outras fotos visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook.




3.ª Peregrinação ao Recinto de Nossa Senhora da Conceição - 4 de setembro de 2016


Pelo terceiro ano consecutivo, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço viveu a Peregrinação anual ao Recinto com a mesma invocação. Após a celebração dos 25 anos da bênção do monumento (8 de dezembro: 1988-2013), a decisão da comunidade em peregrinar ao recinto/monumento, para aí celebrar a Santa Missa, nas proximidades da Natividade de Nossa Senhora (8 de setembro).
       Este ano, caiu a 4 de setembro. Iniciámos a Peregrinação com Procissão com o andor/imagem de Nossa Senhora da Conceição, dedicando o percurso à recitação do Rosário.
       Os Bombeiros Voluntários de Tabuaço transportaram o andor, prestando-lhe a homenagem pela presença e pela deferência.
       As pessoas com mais dificuldades de mobilidade puderam deslocar-se ao recinto no transporte camarário.
       Chegados ao recinto e num dia bastante quente, as pessoas foram-se acomodando às sombras disponíveis. Seguiu-se a celebração da Eucaristia.
       A Peregrinação, após o regresso em procissão à Igreja Matriz, com a recitação do Angelus, concluindo esta jornada de oração, de fé, de festa, de encontro, dedicada especialmente a Nossa Senhora da Conceição.
         Algumas fotos desta Peregrinação:

 
Para outras fotos visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Grupo de Jovens na Paróquia de Pinheiros, na solenização de Bodas de Ouro Matrimoniais


       No domingo, 7 de agosto de 2016, na Igreja Matriz de Santa Eufémia de Pinheiros, 50 anos do Matrimónio de José Fernando e Olga, com a família e os amigos e com a comunidade paroquial. Convidados, para solenizar a celebração, o Grupo de Jovens de Tabuaço.

       Um dia especial para agradecer a Deus o dom da vida e da fidelidade, da vida em comum, com as suas tristezas e alegrias, com as suas lutas e canseiras, com os seus sucessos e as suas festas. 50 anos é um tempo com muita história e muitas estórias. Os filhos e os netos. A comunidade paroquial. Os amigos. Alguns dos que estiveram presentes há 50 anos voltaram a marcar presença. Outros já o Senhor chamou a Si.

       Durante a Eucaristia, o renovar das promessas matrimoniais, com a bênção das novas alianças, sinais de uma aliança para permanecer. No momento de Ação de graças, uma das netas, a Bárbara, ladeada pelos outros netos, agradeceu aos avós e recordou alguns momentos importantes em família.

       O grupo de Jovens, depois a Eucaristia em Pinheiros, voltou a Tabuaço para confraternizar no almoço 

 

Algumas imagens recolhidas pelo GJT.

 

 

Para outras fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook





Celebração do Sacramento do Crisma - 16 de julho de 2016


No dia 16 de julho de 2016, pelas 16h00, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço esteve em festa: treze jovens receberam o Espírito Santo sob o sinal da imposição das mãos e da unção do óleo do crisma por Sua Excelência Reverendíssima o senhor Bispo de Lamego, D. António Couto.
       Nesta celebração estiveram presentes, para além do Sr. Bispo e do Sr. Padre Manuel, o Sr. Padre João Carlos, o Sr. Padre Ildo, o Sr. Padre Jorge Giroto e o Sr. Padre Duarte Lara, o que demonstra de forma visível a unidade da Igreja.
       O grupo de crismandas contou com 9 jovens de Tabuaço, acolhendo também três jovens da Paróquia de Arcos e uma da Paróquia de Valença do Douro. A preparação imediata, com pregação na Eucaristia, contou com a prestimosa participação dos reverendos Pe. Diamantino Alvaíde e Pe. Jorge Giroto.
       Foi uma festa muito bonita, com a Igreja Matriz de Tabuaço igualmente bonita e engalanada.
       Porém, a caminhada foi longa e exigiu de todos uma entrega e dedicação que decorreu ao longo de dez anos de catequese. Foram dez anos de crescimento mútuo… juntas aprendemos, rimos, chorámos, crescemos como cristãos conscientes e comprometidos, mas também estabelecemos laços de amizade que, tenho a certeza, irão perdurar por muito tempo.
       A preparação para o Sacramento do Crisma constitui, nos dias de hoje, um enorme desafio para todos nós! Para conseguirmos ultrapassá-lo, neste último ano de catequese, utilizámos o Youcat, cujo objetivo é precisamente o de cativar os jovens para um contacto permanente e interativo com a Fé, dando a conhecer os “mistérios” e a força renovadora do Crisma através de uma linguagem jovem, criativa e cativante.
        Foi maravilhoso e gratificante ver as treze jovens renovarem as promessas que outrora foram feitas pelos seus pais e padrinhos no dia do seu batismo, sempre com um sorriso no rosto e um brilho especial no olhar, que espelhava a imensa felicidade que inundava os seus corações.
       Pais, padrinhos e restante comunidade paroquial tiveram, assim, a oportunidade de partilhar deste ato tão significativo da vida destas jovens.
       Peço a Deus para que estas jovens, impulsionadas pelo Espírito Santo, saibam ser verdadeiras testemunhas de Cristo no mundo.

Clara Castro, in Voz de Lamego, ano 86/36, n.º 4372, 19 de julho de 2016

Algumas das fotos disponíveis:

 

(Encontro de D. António Couto com as Crismandas - 13 de julho de 2016

 

 

(Crismandas da Paróquia de Tabuaço)

 


As 13 CRISMADAS:
primeira fila, da esquerda para a direita: Ana Balsa, Ana Patrícia, Véronique Lamego, Ana Letícia, Inês Ramos,Bárbara Longa, Luana Cardoso, Ana Almeida, Cátia Sofia, Eliana Santos, Cristina Amaral.
segunda fila: Rosa Mendonça e Sofia Barradas

Para ver as FOTOS que disponibilizámos visite:




Encontro dos Crismandos com D. António Couto - 13 de julho de 2016


Mais um grupo de catequese que completou o percurso de 10 anos do itinerário proposto. O culminar deste percurso, quanto possível, leva à celebração do Sacramento do Crisma, agendado para sábado, dia 16 de julho de 2016.
Da preparação imediata para o Crisma, o encontro com o Sr. Bispo D. António Couto por forma a conhecer os crismandos, aproveitando para sublinhar os aspetos mais importantes na celebração e no compromisso com o Sacramento do Crisma.
No final da tarde do dia 13 de julho, D. António Couto, acompanhado do Sr. Pró Vigário Geral, encontrou-se com os crismandos, no Centro Paroquial e com as suas catequistas.
Às jovens crismandas de Tabuaço juntaram-se três jovens de Arcos e uma de Valença do Douro.
D. António Couto procurando salientar os aspetos que, em seu entender, são mais importantes, provocou um diálogo com os presentes, de forma a envolver-nos a todos na reflexão proposta, sobre o compromisso como batizados e ainda mais como crismados. Através de alguns dos símbolos presentes na celebração - o óleo/azeite, a pomba, a imposição das mãos - D. António clarificou o conteúdo do Crisma. Crisma que nos remete para unção, para Cristo. Como ungidos somos outros Cristo's. A pomba, que em Israel anuncia a chegada da primavera (o primeiro verão), com a vida que desponta de novo. A imposição das mãos, mãos de Deus que tudo nos dão, mãos abertas que nada guardam para Si, mãos estendidas a dar-nos todo o bem. Às mãos abertas e estendidas de Deus hão corresponder as nossas mãos estendidas, abertas, para tudo recebermos de Deus, que tudo nos dá, e de mãos abertas para partilharmos tudo o que recebemos de Deus.
Algumas fotos deste momento preparatório:





Paróquia de Tabuaço no Dia da Família Diocesana - 25 de junho de 2016


A segunda edição do Dia da Família Diocesana, realizou-se a 25 de junho de 2016, no Santuário de Nossa Senhora da Lapa, em ambiente de Peregrinação, de Festa, de encontro, de celebração, de partilha da fé e da vida.

 

A Diocese de Lamego é constituída por 223 paróquias e diversos movimentos. Uns e outros estiveram presentes em grande número. Deste espaço pastoral que me está confiado - Carrazedo, Pinheiros, Tabuaço, Távora - perto de meia centena de pessoas. Os acólitos tiveram um destaque especial, e também deste espaço se fizeram representar.

 

O Grupo Coral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição teve a responsabilidade de preparar e orientar os cânticos na Missa, presidida pelo nosso Bispo, D. António Couto, e contou com a presença de D. Jacinto Botelho, Bispo Emérito de Lamego, dos senhores Vigário e Pró Vigário Gerais, do reverendo reitor do Santuário e de uma vintena de sacerdotes.

 

Foi uma dia preenchido. Pela manhã, a Peregrinação diocesana à Porta Santa da Lapa. As paróquias e os movimentos eclesiais, com as suas bandeiras e estandartes, com os seus acólitos, com os seus párocos, dirigiu-se a cantar e a rezar até à Porta Santa da Misericórdia, em oração presidida por D. António Couto.

Seguiu-se um momento de oração com os Acólitos, com a exposição, adoração e bênção do Santíssimo Sacramento, seguindo-se outro momento de adoração do Santíssimo para os outros fiéis. Durante este tempo, a celebração de Confissões.

Pelas 13h00, o tempo do almoço e de convívio informal.

 

O cortejo para a Eucaristia, iniciou-se pelas 15h00, a partir da Igreja para o recinto das Missas campais.

 

Foram ainda destacado dois momentos: o ofertório, com produtos ou símbolos dos arciprestados/ zonas pastorais, e no momento de ação de graças, a encenação do Hino da Misericórdia, pela Paróquia da Meda.

 

Algumas fotos deste dia:

 

 

 

Para visualizar outras fotos visite a Paróquia de Tabuaço no Facebook





Festa de São João Batista - Padroeiro do Município - 24 de junho de 2016


O Município de Tabuaço tem como Padroeiro São João Batista, que se celebra a 24 de junho. Também os concelhos limítrofes, São João da Pesqueira, Armamar, Moimenta da Beira, têm São João como Padroeiro, sendo o dia feriado Municipal.

 

A paróquia acolhedora é a da Vila de Tabuaço, Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. Além da festa mais popular, a festa passa também pela dimensão religiosa, com a celebração da Santa Missa e da Procissão, com as imagens dos Padroeiros das Paróquias que constituem esta Zona Pastoral / Concelho de Tabuaço, bem como os padroeiros de alguns lugares anexos das paróquias.

 

Além o Pároco, a presença amiga dos reverendos Padres Ildo e Luís António. O primeiro, pároco de Arcos e de Chavães; o segundo, pároco de Sendim, Granjinha e Paradela. Como Pregador, o reverendo Pe. António Jorge Giroto, Pároco de Leomil, Alvite e Sever, na Zona Pastoral de Moimenta da Beira.

 

No decorrer da Eucaristia, no momento da homilia, o Pe. Giroto sublinhou a necessidade de viver a alegria que nos vem da fé, alegria interior, porque salvos em Jesus Cristo, e a alegria que se extreoriza na festa e no convívio. João Batista experimenta a alegria do encontro com Jesus ainda no ventre materno. Como João Batista, cada um de nós deve apontar para Jesus. A propósito uma pequena estória. Quando Jesus era aclamado na entrada triunfal na cidade de Jerusalém, o burro inclinou a cabeça em atitude de agradecimento, pensando que as palmas e os louvores eram para ele. Risco que podemos correr, quando não apontamos para Jesus. Apontamos Deus aos outros, e apontamo-l'O também para nós.

 

Algumas fotos da celebração da Santa Missa e da Procissão:

 

 

Para visualizar outras fotos visite a Paróquia de Tabuaço no Facebook





Encerramento da Catequese e Festa do Compromisso - 18 de junho de 2016


No dia 18 de junho, sábado, a comunidade participou na última das Festas da Catequese, do ano pastoral que decorre, 2015-2016, a Celebração do Compromisso, com os adolescentes do 9º ano da catequese. Foi também a ocasião para o Encerramento da Catequese Paroquial, ainda que falte o corolário da catequese de crianças e adolescentes que é a celebração do Crisma, marcado para o dia 16 de julho.

Depois dos ensaios corais, o habitual horário da catequese foi preenchido por um tempo de descontracção e de convívio, com um pequeno lanche, preparado pelas Catequistas. Durante a Eucaristia, a celebração do Compromisso, com alguns gestos, simples mas significativos. No início, a colocação das Virtudes Teologais - Fé, Esperança e Caridade - , com uma breve explicação, sendo entregue, no final da Eucaristia, um cartão com as mesmas e sua explicação a cada pessoa presente. O Credo utilizado foi o batismal, prosseguindo com o compromisso dos adolescentes:


Celebrante: Amigos, é com muita alegria que vos aceito e a comunidade cristão vos recebe. Pergunto-vos agora: Quereis continuar a descobrir e a conhecer Jesus Cristo como Sentido de Vida, único e verdadeiro?
Adolescentes – Sim, quero!
Estais dispostos a contruir a vossa vida segundo os critérios do Evangelho e a testemunhar o Amor que Jesus vos tem, na vossa família, na escola e junto dos vossos amigos?
Adolescentes – Sim, estou!
E quereis comprometer-vos na renovação e construção da nossa comunidade paroquial, para assim serdes cada vez mais “pedras vivas” do Templo do Senhor?
Adolescentes – Sim, quero!
Damos graças a Deus por vós. Animados pelo Espírito de Deus, continuai nesse esforço de encontro pessoal e comunitário com Jesus Cristo e deixai-vos conduzir por Ele, na fidelidade e na esperança. Quereis comprometer-vos com Jesus Cristo?
Adolescentes – Sim, quero!
No Ofertório, alguns gestos que apontam para o Compromisso:
CAJADO: Esta cajado simboliza o nosso compromisso de seguirmos Jesus vivo que é para nós o Caminho, a Verdade e a Vida em abundância.
3 JOVENS ABRAÇADOS: Estes três jovens (adolescentes) reunidos num único abraço, recorda-nos o mistério da Santíssima Trindade. É sinal do nosso desejo de termos como programa de vida: vivermos unidos num grande amor.
TAÇA COM SAL: Este sal simboliza o nosso empenho em ser como o sal evangélico, mostrando como se pode viver com sabor, com alegria e com Deus que é Amor.
VELA ACESA: Esta luz simboliza o nosso empenho em ser como uma luz evangélica, iluminando as realidades terrestres com a luz que vem do Evangelho.
No momento de Ação de Graças, o poema Pegadas na Areia (Veja a propósito como nasceu este POEMA: AQUI)

Algumas fotos desta celebração:


Para outras fotos disponíveis, visite a Paróquia de Tabuaço no Facebook




Cruz da Evangelização das JMJ em Tabuaço - 17 e 18 de junho de 2016


Nas segundas Jornadas Mundiais da Juventude, em 1987, na Argentina do atual Papa, em Buenos Aires, o Papa João Paulo II entregou 5 Cruzes da Evangelização aos jovens, para que fossem levadas para os 5 continentes, com a mensagem: “Envio-vos! Jovens, evangelizai os jovens com esta cruz da evangelização”.

Existe a CRUZ que é conhecida como a "Cruz da Jornada Mundial da Juventude", fabricada 1983, para o Ano Santo da Redenção (25.03.1983 – 22.04.1984). Na abertura do Ano Santo, os jovens entraram com a Cruz na Basílica de São Pedro, onde permaneceu todo o Jubileu. Foi colocada junto ao sepulcro de São Pedro e estava presente nas celebrações acompanhando os grupos de peregrinos que visitavam o Vaticano. Representantes de movimentos de jovens, solicitaram ao Papa que lhes entregasse a Cruz. João Paulo II entregou-lhes a Cruz da Jornada Mundial no Domingo de Páscoa (1984), com a seguintes palavras: "Confio-vos o sinal deste ano Jubilar. A Cruz de Cristo! Levada pelo mundo como sinal do amor do Senhor à humanidade e anuncia que somente em Cristo morto e ressuscitado existe salvação e redenção".
No ano de 1987, na Jornada Mundial em Buenos Aires, a Cruz saiu pela primeira vez da Europa e já percorreu todos os continentes. Já esteve em Portugal, percorrendo as Dioceses portugueses, tendo estado também na Diocese de Lamego. Antes da JMJ em Madrid (2011) esteve em Portugal, entre 9 e 19 de agosto de 2010.
Desde 14 de abril de 2014, a Cruz e o ícone da Virgem Salus Populi Romani têm percorrido as dioceses da Polónia, onde se realizará a próxima Jornada Mundial, centrando-se sobretudo em Cracóvia. A Cruz anuncia e ajuda a preparar a Jornada Mundial.

A cruz da Europa foi entregue a Portugal. Esta cruz revela um simbolismo intenso por ser a cruz da primeira jornada fora de Roma e por ter sido entregue a Portugal. Essa cruz quando chegou a Portugal esteve em peregrinação por quase todas as dioceses do país, avançando para Espanha.Se a Cruz das Jornadas Mundiais percorre a Polónia, a Cruz da Evangelização, confiada ao continente europeu, está a percorrer as dioceses portuguesas. Entre 13 de 19 de junho, esteve na Diocese de Lamego.
A paróquia de Tabuaço recebeu-a no passado dia 17 de junho, durante a Eucaristia semanal, com a presença do Grupo de Jovens, promovendo, à noite, uma Vigília de Oração, coordenada pelo Anthony. A Cruz marcou presença ainda na Missa da tarde de sábado, 18 de junho, com o Grupo de Jovens a confiá-la à Paróquia de Almacave, onde participaram também na Eucaristia.
Algumas imagens:

 

 
Para outras fotos disponíveis, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Festa da Vida - 12 de junho de 2016


Domingo, 12 de junho de 2016, Festa da Vida na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, durante a Eucaristia dominical, para os jovens adolescentes do 8.º Ano de Catequese, sublinhando a entrega de Jesus na Cruz para nos dar vida e vida em abundância. A Cruz ocupou o centro, não para nos fixarmos na Cruz, mas para nos fixarmos no amor, na dádiva de Jesus a favor da humanidade. A Cruz lembra-nos a opção de Jesus e o nosso compromisso com Ele, valorizando a nossa vida na fidelidade ao Evangelho e a todos os que se cruzam connosco, para lhes comunicarmos a alegria do Evangelho.

 

 

No decorrer da celebração:

Obrigado Senhor,

Por me teres dado a vida,

E me teres ensinado e chamado a usá-la

Como tu fizeste com a tua…

Chamas-me todos os dias

A ser tua testemunha,

Na Igreja a que pertenço,

E no mundo em que vivo…

Chamas-me todos os dias

A viver com os outros e para os outros

Na mesma entrega incondicional

Em que tu vives-te e deste a vida por todos.

Chamas-me todos os dias

A ser mensageiro da tua ressurreição,

Nomeadamente para aqueles

Que correm perigo de sucumbir

Sob o peso doloroso da sua cruz,

Tu, que vês a minha vida

E conheces todo o meu ser,

Ajuda-me a descobrir

E a viver plenamente,

A minha vocação,

Seguindo pelos teus caminhos, Senhor.


COMPROMISSO:

Só vale a pena celebrar a vida,
quando lhe descobrimos os segredos.
Só vale a pena celebrar a vida,
quando fazemos mais do que existir.
Esse é o grande perigo,
o fracasso do coração humano: existir sem viver!
Como ser gaivota e não voar, ou cotovia e não cantar. 
Vale a pena celebrar a vida,
quando sabemos que viver é renascer,
Viver é ter-se nas mãos e fazer-se sem descansos. 
Vale a pena celebrar a vida,
quando saboreamos como dom a acolher,
de mangas arregaçadas,
pés ao caminho o coração sorridente. 
Vale a pena celebrar a vida,
quando estamos dispostos a não lhe virar a cara,
quando descobrimos que não se aprende sem sofrer
e que a vida é uma história que se constrói
na perseverança do amor
que faz com que as dores de hoje sejam partos de amanhã.
Vale a pena celebrar a vida,
quando o Deus da Vida não lhe é alheio,
quando os dias que despertam e adormecem
caminham de olhos erguidos para o hoje eterno de Deus,
Quando a certeza da plenitude anima a luta da construção.
Vale a pena celebrar a vida,
porque cada vez que o fazemos,
Deus faz festa connosco!
Como fez com Jesus Cristo,
seu Filho, que, na cruz da vida e na vida da cruz,
nos alcançou a verdadeira vida,
a vida que celebramos e queremos viver.
Para isso nos confiamos a Ele com a cruz da nossa vida,
para alcançarmos a Vida sem fim.

 

Para outras fotos disponíveis, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook





Festa das Bem-aventuranças - 11 de junho de 2016


Com a aproximação do final do ano catequético, realizam-se as últimas festas da catequese. No sábado, dia 11 de junho, foi a vez dos jovens adolescentes do 7.º Ano de Catequese sublinharem o caminho das Bem-Aventuranças, como opção para uma vida feliz e comprometida com o Evangelho da Alegria, procurando seguir e imitar Jesus Cristo no tempo atual, no ambiente em que vivemos e com os talentos de cada um.
Algumas fotos desta celebração:


Para ver as restantes fotos disponíveis,




Festa da Palavra - Entrega do Novo Testamento - 10 de junho de 2016


Na memória do Santo Anjo da Guarda de Portugal, 10 de junho, a nossa Paróquia aproveitou o feriado para a celebração da Festa da Palavra, dos meninos do 4.º Ano de Catequese.
A festa marca um momento especial para os pais, para os meninos da catequese e para a comunidade paroquial, sublinhando um dos aspetos em evidência durante o ano de catequese, neste caso, a Palavra de Deus, que gera vida, que nos alimenta a alma, que nos desafia a sermos cada vez melhores, mais parecidos com Jesus, a Palavra de Deus que veio ao mundo e Se fez um de nós.
Algumas das fotos desta celebração:


Para as restantes fotografias disponíveis,
 




Participação na Peregrinação Arciprestal ao Santuário da Lapa, a pé - 4 de junho de 2016


As paróquias que compõem as três Zonas Pastorais do Arciprestado, Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço, peregrinaram a pé até ao Santuário de Nossa Senhora da Lapa, na primeira Peregrinação Arciprestal nesta nova configuração da Diocese de Lamego.

A proposta foi feita no Conselho Pastoral Arciprestal e aceite pelos membros-representantes das comunidades paroquiais. Foi agendada para o dia 4 de junho, dentro da Novena de preparação para a Peregrinação Anual de 10 de junho do Santuário de Nossa Senhora da Lapa.

Cerca de mio milhar de pessoas integrou esta primeira edição da peregrinação arciprestal.

Da Zona Pastoral de Tabuaço, cerca de sessenta pessoas, da Paróquia de Tabuaço, incluídas pessoas de Távora e de Pinheiros e Vale de Figueira, e da Paróquia de Barcos

As paróquias de Tabuaço e de Moimenta encontraram-se para oração da manhã na Igreja de Moimenta, iniciando então a Peregrinação a pé. A ajudar na logística o grupo “Eu, peregrino”, provendo ao ordenamento da caminhada. Colaboração especial dos Bombeiros Voluntários de Moimenta da Beira e da corporação da GNR de Moimenta da beira, assegurando a segurança dos peregrinos e pronta a atender alguma dificuldade.

As paróquias de Sernancelhe, encontrando-se em distâncias diversas, peregrinaram para que todos confluíssemos para a rotunda antes de entrarmos na alameda do Santuário. Por volta das 12h30, a Procissão para entrar na Porta Santa da Misericórdia, com cânticos, orações e salmos. Depois de um momento de oração frente à Porta Santa, os peregrinos foram entrando na Igreja da Lapa.

Seguiu-se o tempo do almoço, com a ajuda de várias pessoas e também dos sacerdotes presentes, para que todos pudessem restabelecer as forças, descansando e alimentando-se.

Antes da celebração da Eucaristia campal, tempo para Confissões.

A Eucaristia foi concelebrada por 9 sacerdotes, com o Grupo Coral de Moimenta da Beira a assegurar os cânticos. Na homilia, proferida pelo Pe. Diamantino Alvaíde, coordenador da pastoral no Arciprestado, partindo dos textos do X Domingo do Tempo Comum, contextualizou a peregrinação, como tempo de saída, de conversão, de encontro e de ressurreição, como a multidão que saía da cidade a acompanhar um funeral, e outra multidão, onde vem Jesus, que entrava na cidade. Jesus faz com que aquele jovem se levante, no desafio para que também nós nos deixemos ressuscitar por Jesus e uma vez ressuscitados ajudemos outros a erguerem-se dos caixões em que se encontram, pelo pecado, pelo sofrimento e pela morte.

Na Eucaristia, como agora, o agradecimento a todos os que ajudaram a organizar a Peregrinação, que acompanharam o percurso, que prepararam e distribuíram a refeição, que ordenaram o espaço da celebração, que garantiram a segurança e o bem-estar dos peregrinos e ao Santuário da Lapa que nos acolheu com fidalguia.

Algumas fotos que ilustram esta jornada peregrinante à Lapa:

 

 

 
Para ver as restantes fotos disponíveis,




Primeira Comunhão na solenidade do Corpo de Deus - 26 de maio de 2016


Na Paróquia de Tabuaço, a solenidade do Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, Corpo de Deus, engloba a Primeira Comunhão dos meninos e meninas do 3.º ano de catequese. Este ano, no regresso do feriado, quianta-feira, dia 26 de maio, tivemos a alegria de participar na Comunhão de 15 membros da nossa comunidade:

  1. Adriana Aleixo Rocha 
  2. Ana Francisca Rodrigues Neves 
  3. Ana Rita Oliveira Paiva Almeida 
  4. Andria Sofia Araújo Gomes 
  5. Benedita Seixas Longa 
  6. David José Figueiredo Azevedo 
  7. Francisco António Ribeiro Ferraz 
  8. Francisco Gomes Cardoso 
  9. Igor Filipe Marques Barradas 
  10. Isis Longa Moita 
  11. Leandro Filipe Carvalho Pinto 
  12. Leonardo Aníbal Almeida Rebelo Santos 
  13. Letícia Filipa Frias Martins 
  14. Rodrigo dos Santos Costa Pinto Queirós 
  15. Tomás Miguel Paiva Oliveira.
As catequistas que os acompanharam ao longo dos três anos: Fernanda Cardoso e Raquel Pinto. A Primeira Comunhão incluiu também o batizado da Isis. Depois da Santa Missa, a Procissão do Santíssimo Sacramento por algumas das ruas da Vila e Paróquia de Tabuaço.
Algumas imagens publicamente divulgadas:

 

Para ver outras fotos visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook





Grupo de Jovens na Jornada da Juventude - Tarouca - 21 de maio de 2016


A Jornada Diocesana da Juventude é um ponto alto das atividades pastorais propostas para os jovens, no caso concreto, da Diocese de Lamego. Alterna de Arciprestado para Arciprestado, e atualmente por zonas pastorais, potenciando o trabalhos de jovens, grupos, paróquias que se envolvem e comprometem com a preparação da Jornada.

Este ano coube à Zona Pastoral de Tarouca acolher o repto do Secretariado Diocesano da Juventude (SDPJ de Lamego) para realizar a Jornada. O lugar escolhido foi Santa Helena da Cruz, em Tarouca, no dia 20 de maio de 2016. Uma manhã preenchida por diferentes propostas, caminhada, confissões, workshops, relacionando a oração e a misericórdia, seguindo a temática do Jubileu da Misericórdia e do Plano Pastoral da Diocese de Lamego.

O Grupo de Jovens de Tabuaço marcou presença, integrando jovens da Paróquia de Carrazedo.

 

 

Outras fotos na página da Paróquia de Tabuaço no Facebook





Festa do Credo - 15 de maio de 2016


No dia 15 de maio de 2016, solenidade de Pentecostes, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço viveu mais uma festa da Catequese, a Festa do Credo. Nos últimos anos, esta solenidade tem sido valorizada com a festa da Profissão de Fé. Porém, este ano e infelizmente, não existe o 6.º Ano de Catequese, pelo que também não há lugar à Profissão de Fé. Credo e Profissão de Fé assemelham-se. Daí a opção por colocar a festa na Solenidade do Pentecostes, na certeza que só o Espírito Santo nos faz professar a fé em Deus que é Pai, criador do universo, que é Filho, que encarna para viver connosco, é morto e ressuscita, que Espírito Santo, que gera a vida e nos santifica, e na Igreja na qual Jesus vive e Se manifesta ao mundo.

Os meninos do 5.º Ano, com as suas catequistas, apresentaram-se felizes e com vontade de festejar o Credo. Alguns momentos sublinhados: a oração de fiéis, evocando os dons do Espírito Santo, e a Profissão de Fé - Credo, envolvendo catequistas, sacerdote, pais, padrinhos/madrinhas de batismo e, claro, os catequizandos.

Fotos desta festa, simples mas muito significativa, para os intervenientes diretos e suas famílias e para a comunidade paroquial:

 

 

Para outras fotos disponíveis, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook






O mês de maio é o mês de Maria. Todo o mês Lhe é dedicado. A devoção e o carinho para com Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, e que se revelou em Fátima trazendo-nos a Misericórdia de Deus, continua a mover e comover um inumerável multidão de pessoas. Na paróquia de Tabuaço, a Procissão das Velas, 12 de maio, é um dos momentos que mobiliza espontaneamente mais pessoas. Algumas fotos da Procissão:


Para outras fotos disponíveis visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Participação do GJT no Fátima Jovem 2016


No primeiro fim-de-semana de maio realiza-se o encontro nacional de jovens (cristãos), em Fátima. Como em anos anteriores, a Paróquia de Tabuaço esteve presente com o seu Grupo de Jovens (GJT), nos dias 7 e 8 de maio.

É um encontro preenchido de muitos momentos: convívio, música, oração, encontro, partilha, festa, cansaço…

Este ano o clima esteve mais adverso, com muita chuva e muito frio, mas nada que assustasse as nossas jovens. Com efeito, até a condição atmosférica ajudou à festa, nas vivências e nas recordações que ficam deste dia, o frio, a chuva, o vento, os corta-ventos, comprados e rasgados (alguns). Como na vida, também neste encontro nacional de jovens, a necessidade de nos adaptarmos às situações ou como diria Ortega y Gasset, somos nós e as nossas circunstâncias.

Este é um dos momentos mais motivadores para o nosso Grupo de Jovens, renovando-se o propósito da presença no próximo ano pastoral.

Algumas imagens deste dia, bem com um vídeo com três momentos do Fátima Jovem.

 

 

Para outras fotos, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook

Abaixo, vídeo com três momentos do Fátima Jovem: 





Caminhadas Marianas . 2016 (alteração)


Maio é o mês de Maria. As comunidades cristãs encontram diferentes formas de valorizar este mês.
        Na Paróquia de Tabuaço, além da recitação do terço, todos os dias na Igreja Paroquial (segunda a sexta-feira - 21h00; sábados - 16h30), e a bênção do Santíssimo; aos domingos, o terço é rezado a caminhar até um local de referência religiosa: recinto de Nossa Senhora da Conceição (1 de maio), Capela de São Plácido (15 de maio), Capela de São Vicente (22 de maio), Capela de Santa Bárbara (8 de maio), Lar da Santa Casa de Misericórdia (29 de maio).
       Algumas imagens da primeira caminhada mariana:






Dia da Mãe - 1 de maio de 2016


O Dia da Mãe é um dia muito especial e emotivo. No primeiro domingo de maio, a comemoração do Dia da Mãe, introduzindo-nos também na dinâmica do mês dedicado a Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe do Céu. Na nossa Paróquia há sempre um gesto de carinho para com as mães que participam na Eucaristia dominical.

Este ano, um dos gestos significativos, no momento do Ofertório, foi colocar em evidência as diferentes etapas na vida de uma mãe, desde a notícia/descoberta em que está grávida até que vê os filhos constituírem uma nova família…

No momento de ação de graças, um pequeno poema e a entrega, já tradicional, pelos membros do Grupo de Jovens, de uma rosa a cada Mãe.

Durante a tarde, alguns jovens e catequistas, deslocaram-se ao Lar da Santa Casa da Misericórdia de Tabuaço para estender o gesto às Mães que ali se encontram.

 


 

 

 
Outras fotos disponíveis na Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Concerto de Oração com o Pe. Marcos Alvim - 30 de abril de 2016


Concerto de Oração com o Pe. Marcos Alvim - 30 de abril de 2016

No mês de novembro de 2015, o Padre Marcos Alvim apresentou um novo trabalho discográfico, com um conjunto de 10 músicas para utilizar na Eucaristia. Apresentou o referido CD no Centro Pastoral de Almacave. Logo foi levantada a possibilidade de realizar, com a mesma motivação, um concerto de oração na Igreja Matriz de Tabuaço, com músicas do novo CD e com outras mais conhecidas.

Em 2010, era apresentado o CD "Bom Mestre", recolhia os Hinos das Jornadas Diocesana da Juventude, dos últimos 10 anos, com o cunho muito pessoal do Pe. Marcos. Nessa ocasião, também foi promovido um concerto de oração na Igreja Paroquial, a 18 de fevereiro de 2011, no encerramento de uma Semana de Formação Bíblica.

Desta feita, o Padre Marcos esteve entre nós para connosco partilhar a música do novo CD "Tu, Senhor". A Igreja encheu-se para um tempo descontraído, em ambiente orante, com a alegria e a interação do Padre Marcos com as pessoas presentes. Numa tela, o refrão de cada música, para que todos pudessem acompanhar. Pelo meio, o Grupo Coral interpretou 4 músicas da autoria do padre Marcos. A terminar este serão, o Pe. Marcos chamou o Grupo Coral, para conjuntamente se cantar o tema que dá título ao álbum, Tu, Senhor"

O Padre Marcos Alvim é natural de Armamar e foi ordenado sacerdote em 26 de junho de 2004. Alguns dias depois viria celebrar Missa "nova" na Igreja Paroquial de Tabuaço, em 15 de julho de 2004. Éramos todos mais novos. Alguns já partiram para a eternidade, como por exemplo, o Pe. Manuel Pinto Afonso, outros já constituíram família ou já deixaram Tabuaço em busca de outras condições de vida. Ainda assim, como sublinhou o Pe. Marcos Alvim, foi bom rever alguns rostos e desfrutar em comunidade deste momento de música, de oração, de diálogo, de partilha da fé e da vida, sob a convocação do encontro com Deus e com os outros.

 

Algumas imagens que retratam este serão musical:

 

 

       Para finalizar o concerto de Oração, o Pe. Marcos chamou o Grupo Coral e interpretou a música "Tu, Senhor", que dá o título a todo o CD.

       Segue a gravação em vídeo deste tema:





Boletim Paroquial Voz Jovem: janeiro-março 2016


O Boletim Paroquial de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço é um instrumento para preservar a memória e para avivar o compromisso batismal da nossa insercção ao Corpo de Cristo que é a Igreja. Sendo paroquial, privilegia os acontecimentos e celebrações vividos pela comunidade. Nesta edição, janeiro a março, o Voz Jovem é dedicado sobretudo à Semana Santa, mas incluindo outras notícias, como as Jornadas Arciprestais de Catequistas e das Famílias, o Dia do Pai e Festa do Pai-nosso, Festa da Apresentação do Senhor, com a bênção das Crianças. Deste número, que chega com algum atraso, incluímos também a Festa de São Vicente Ferrer, nos dias 5 e 9 de abril.

vj_abril_2016.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Sessão da Escola da Fé com o Pe. Tiago Cardoso - 22 de abril de 2016


No dia 22 de abril, sexta-feira, como habitualmente no Centro Paroquial de Tabuaço, mais uma sessão da Escola da Fé, que neste ano pastoral se centram nas Obras de Misericórdia, procurando que em cada sessão se reflita numa obra de misericórdia corporal e numa obra de misericórdia espiritual.

       Em novembro: sepultar os mortos e rezar a Deus pelos vivos e pelos defuntos, com o Pe. Diamantino Alvaíde; em janeiro: Dar de comer a quem tem fome e ensinar os ignorantes, com o Pe. Jorge Giroto; desta feita: Vestir os nus e consolar os tristes, com o Pe. Tiago Cardoso.

 

Algumas fotos desta jornada de oração, reflexão, convívio:

 

 

Para outras fotos, visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Confraternização dos grupos paroquiais - 16 de abril de 2016


No dia 16 de abril, ao fim da tarde, no Centro Paroquial de Tabuaço, encontro, convívio e confraternização das pessoas mais envolvidas nas atividades da paróquia, membros dos vários grupos paroquiais, conselho económico, catequistas, grupo coral, acólitos, GJT, leitores, participantes nas celebrações da Semana Santa e na Visita Pascal.

 

Um momento diferente mas que ajuda a estreitar laços de amizade, fortalecendo também o compromisso com a comunidade paroquial.

 

Algumas fotos deste dia:

 

 

Outras podem ser encontradas na página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Restauro da Porta da Capela de São Plácido


No verão de 2003 ou 2004, no espaço de um mês, a Capela de São Plácido foi assaltada por duas vezes, apesar de não haver ofertas-donativos que justificassem o vandalismo. O estrago maior foi o da porta.  Ao longo do tempo colocou-se um ou outro remendo, pois o orçamento para restaurar ou fazer uma porta nova era muito elevado e havia outras prioridades na paróquia. Um arranjo completo foi agora executado pela Câmara Municipal de Tabuaço, à qual agradecemos a cooperação. A Porta dá um aspeto de asseio e cuidado à Capela.
       A Paróquia de Tabuaço está empenhada em valorizar este espaço, não apenas a Capela mas o recinto que a circunda. Para tal tem mantido contactos com a autarquia a fim de poder requalificar este espaço que, por certo, beneficia a Vila de Tabuaço, como ponto turístico, e a comunidade paroquial que preserva o local, podendo no futuro promover alguma celebração ou romaria.
Algumas imagens da Capela de São Plácido.


Para ver fotos do Património Religioso,
consultar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Festa de São Vicente Ferrer - 5 e 9 de abril de 2016


São Vicente Ferrer acompanha os inícios do povoado de Tabuaço, venerando-se desde o século XV ou XVI, havendo perto da localização atual uma ermida em sua honra, à volta da qual a povoação foi crescendo.

        Na Capela existem, depois das obras de recuperação, quatro imagens: São Vicente, Santa Frebena, São Paulo, Apóstolo, e Santa Maria (Romana).

        A imagem de São Vicente representa-o com o traje dominicano. Na imagem original, teria asas, sendo visíveis dois buracos na parte superior das costas, onde estariam incrustadas as duas asas que entretanto desapareceram, por ser apelidado de “anjo do apocalipse”. Sentado aos pés, a judia que ele ressuscitou e que se converteu ao cristianismo.

       Nos últimos anos temos festejado a memória litúrgica de São Vicente, desde que não caia na Semana Santa ou na Páscoa, como foi no ano anterior. Este ano teve dois momentos: no dia 5 de abril, o dia da memória litúrgica, a celebração da Eucaristia, animada pelo Grupo Coral, e no dia 9 de abril, promovida por um grupo de pessoas ligadas a São Vicente, com Procissão em sua honra, da Capela para a Igreja e da Igreja para a Capela, integrando-se na Eucaristia vespertina com as crianças e adolescentes da Catequese. No final, o habitual convívio de comes e bebes e um momento musical.

Algumas fotos das Eucaristias, no dia 5 e no dia 9, e da Procissão:

 

 

Para as restantes fotos que temos disponíveis,

visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Celebrações da Semana Santa - 20 a 27 de março de 2016


A Páscoa e o tempo que a precede e prepara é dos momentos mais significativos e mais importantes nas comunidades cristãs. Cada ano as diferentes celebrações nos fazem envolver no mistério de Cristo, com a Sua Paixão, Morte e Ressurreição.

Na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, a vivência da Quaresma passou pela Caminhada proposta para o Arciprestado de Moimenta, Sernancelhe e Tabuaço, assinalando cada domingo com uma Obra de Misericórdia e com um gesto, em conformidade com o Evangelho do dia.

 

 

A Semana Santa concentra as maiores atenções, pois é a Semana Maior da nossa fé cristã.

No Domingo de Ramos na Paixão do Senhor, dois momentos importantes, a celebração da Eucaristia, com a leitura do Evangelho da Paixão, precedida da bênção dos Ramos, na Capela de Santa Bárbara, e da Procissão até à Igreja Paroquial.

 

 

À noite, a celebração da Via-sacra. Este ano, com a previsão do tempo frio e chuvoso, foi na Igreja Paroquial, com a participação dos vários grupos, catequese, jovens, acólitos, catequistas, conselho pastoral e conselho económico, grupo coral.

 

 

Na quarta-feira da Semana Santa, o Dia do Perdão e da Misericórdia, com a Adoração do Santíssimo Sacramento, pelos vários grupos eclesiais: Catequistas, Movimento da Mensagem de Fátima, Apostolado de Oração, Guias e Escuteiros da Europa, Zeladoras, Grupo Coral, Conselho Económico, Grupo de Jovens e Acólitos. No final da tarde, as Confissões, encerrando com a celebração da Eucaristia.

 

 

Na quinta-feira Santa, a cerimónia do Lava-pés, no dia em que se celebra a Ceia do Senhor e a Instituição da Eucaristia. Como habitualmente ao longo dos últimos anos, a celebração terminou com a trasladação do Santíssimo para a Capela de Santa Bárbara. Na sexta-feira, durante o dia, as pessoas, foram convidadas a passar na Capela para adoração do Santíssimo.

 

 

À noite, a Adoração da Santa Cruz, com a leitura da Paixão do Senhor, com a Adoração da Santa Cruz e com a distribuição da comunhão. O Senhor Morto foi levado, em procissão para a Capela de Santa Bárbara, permanecendo aí durante o sábado Santo.

 

 

O Sábado Santo, Sábado Aleluia, é o dia da Grande Vigília, a maior, em que se benze o Lume Novo, se acende o Círio Pascal, em que se renovam as promessas batismais, com a bênção da água para os batismos, onde se leem diversos textos do Antigo e do Novo Testamento, percorrendo a História da Salvação do Povo Eleito, que desemboca e se pleniza em Jesus Cristo, na Sua morte e ressurreição.

 

 

 

Para ver as fotos que temos disponíveis,

visitar, a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook:

 

 Veja também o videoporama da Quaresma e Páscoa, na Paróquia:





Solenidade de São José . Dia do Pai . Festa do Pai-nosso . 2016


Na solenidade de São José, a 19 de março, a tradicional comemoração do Dia do Pai e, pelo segundo ano consecutivo, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, a Festa do Pai-nosso, com os meninos do 2.º Ano de Catequese. Imperou a simplicidade comovente, como todas as festas com crianças e com a família.
       Este é sempre um dia muito significativo, para os Zé's e para os pais, mas também para a Igreja, constituída por pessoas, pais e filhos, irmãos, avós, família. É uma das celebrações mais participadas, daquelas que não precisa de convocação. Ainda bem, pois a figura de São José, muitas vezes relegada para segundo plano, tem vindo a recuperar uma missão importantíssima que teve na vida da família de Nazaré, no cuidado e na proteção de Maria e de Jesus, e, claro está, na formação de Jesus, a quem dá o Nome ligando-O à realeza de David. Valores do silêncio, do trabalho, da justiça, da prática religiosa, da honradez que Lhe reconhecemos, são valores que devemos adoptar como cristãos e como Igreja.
       A Festa do Pai-nosso, do 2.º Ano de Catequese, cabe por inteiro nesta solenidade. Jesus ensina-nos que Deus é Pai, de todos e a Quem podemos dirigir as nossas súplicas, pedidos, intercessões, em Quem podemos confiar, porque o aprende com São José, o Pai que o liga ao mundo das pessoas, à história e ao tempo.
       Algumas fotos deste dia:

 
Para outras fotos consultar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook




SEMANA SANTA - 20 a 27 de março de 2016


A Igreja aproxima-se do tempo litúrgico mais importante, a celebração anual festiva da Páscoa da Ressurreição de Jesus. O tempo que a prepara e o tempo subsequente são também oportunidades para recentrar a liturgia, a reflexão, a vivência no essencial da fé cristã, o mistério pascal que nos redime, nos assume, nos eleva, nos ressuscita, abrindo-nos, em definitivo, as portas da eternidade de Deus, de onde Jesus, à direita do Pai nos atrai e nos protege e nos desafia a vivermos como Ele viveu entre nós. Com a Ressurreição, Jesus voltaou à vida, e vive entre nós quando nos reunimos em Seu nome e procuramos viver como Ele nos ensinou, como Ele viveu.

Estamos às portas da Semana Santa, a Maior da nossa fé. As comunidades vivem intensamente, com as celebrações próprias destes dias. Assim também na comunidade Paroquial de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço. O Cartaz ajuda a divulgar, para que outros possam envolver-se vivendo as pegadas de Jesus.

Semana Santa 2016.jpg

Nas vésperas da Semana Santa, uma das festas da Catequese, no sábado, 19 de março, Solenidade de São José:

SãoJosé_2016 3.jpg

Para iniciarmos a Semana, a Bênção de Ramos, na Capela de Santa Bárbara, prosseguindo a procissão até à Igreja para aí celebrarmos a Eucaristia, com a leitura da Paixão do Senhor. Caindo a noite, e como habitualmente nos últimos anos, a Via-Sacra Paroquial com a encenação das 14 estações que a compõem:

Via-sacra_16.jpg

Na quarta-feira da SEMANA SANTA, o dia tradicional das Confissões para a comunidade. Tal como no ano passado, o dia será preenchido com a Adoração do Santíssimo Sacramento, DIA DO PERDÃO E DA MISERICÓRDIA envolvendo e comprometendo os diferentes grupos eclesiais-paroquiais:

Dia do Perdão 2016.jpg

Revisitando, vivendo, os acontecimentos mais importantes da vida de Jesus, para viver renovando a fé e os compromissos batismais e assim nos configuramos mais e mais e mais a Jesus Cristo e, com Ele, aprendermos a dar largos à misericórdia para com todos.





Caminhada Arciprestal para a Quaresma 2016


Inserida no Arciprestado de Moimenta, Sernancelhe, Tabuaço, a nossa Paróquia, segue a CAMINHADA QUARESMAL preparada e proposta para o Arciprestado.

 

 

       Seguindo o Ano Santo da Misericórdia, acentuar-se-á, em cada domingo uma das Obras de Misericórdia, em conformidade com a Liturgia da Palavra. Assumir-se-á um gesto, um símbolo ou uma intervenção que ilustre a Obra de Misericórdia ou reflita a Palavra de Deus. De seguida pode ver-se o esquema desta caminhada:

 

 

A construção de um DESERTO que evoca as palavras do Primeiro Domingo da Quaresma, os 40 dias de Jesus no deserto, mas também enquadra a Quaresma, como 40 dias de preparação para a celebração festiva da Páscoa.

 

 

É luminoso um dos Prefácios para a Quaresma (V):

"Senhor, Pai santo, rico de misericórdia, é verdadeiramente nossa salvação bendizer o vosso nome, no nosso itinerário para a luz pascal, seguindo os passos de Cristo, mestre e exemplo da humanidade reconciliada no vosso amor. Vós abris de novo à Igreja o caminho do Êxodo, através do deserto quaresmal, para que, aos pés da montanha santa, de coração contrito e humilhado, tome consciência da sua vocação como povo da aliança, reunido para cantar o vosso louvor, escutar a vossa palavra e viver a experiência admirável dos vossos prodígios".


Documento para download: Caminhadada Quaresma2016.pdf



Boletim Paroquial Voz Jovem: outubro-dezembro de 2015


Com algum atraso, o Boletim Paroquial Voz Jovem, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, referente ao último trimestre, outubro-dezembro de 2015, chegou às mãos dos paroquianos. A edição deste trimestre destaque a Festa da Imaculada Conceição, Padroeira de Tabuaço, e a Festa de Natal da Catequese. Outros temas presente, com texto e imagem: início da catequese paroquial, magusto da catequese, festa do acolhimento, compromisso dos acólitos, Jornada Arciprestal de Acólitos, participação do Grupo de Jovens em diferentes momentos da vida comunitária.

VJ_out_dez_2015.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Primeira Jornada Arciprestal de Catequistas - 6 de fevereiro de 2016


No passado dia 6 de fevereiro, no Centro Paroquial de Moimenta da Beira, o Arciprestado que inclui as Zonas Pastorais de Moimenta, Sernancelhe e Tabuaço, viveu a Primeira Jornada Arciprestal de Catequistas, voltada sobretudo para a formação.
       Os momentos foram variados, sobre a identidade e missão do Catequista, oração, caminhada para entrar na Porta Jubilar da Igreja Matriz de Moimenta da Beira, testemunho do compromisso com a catequese da D. Natália e, da parte de tarde, com a professora Amélia, de Trancoso, numa componente mais prática, debruçando-se sobre o catecismo do 4.º Ano.
       O encontro encerrou com a celebração da Santa Missa.
       Da Zona Pastoral de Tabuaço, participaram catequistas de Tabuaço e de Barcos, no total de 9 catequistas. Algumas das fotos desta Jornada:

 

Para outras fotos disponíveis:




Apresentação do Senhor | Bênção das Crianças | 2016


Decorridos 40 dias da celebração festiva do Natal, comemoração do nascimento de Jesus, a celebração da Apresentação no Templo, a 2 de fevereiro. Segundo a Lei de Moisés, o primeiro filho varão, deveria ser consagrado ao Senhor, subindo ao Templo e oferecendo um par de rolas ou de pombas. Na bênção do mais velho, a bênção da geração vindoura. Por outro lado, e como meditamos no quarto mistério do Rosário, nos mistérios Gozosos, a Purificação de Nossa Senhora. A mulher que dava à luz e os que tivessem contacto com ela ficam impuros. Trata-se não de uma impureza moral, mas cultual. A partir da Purificação, as mulheres-mães poderiam novamente entrar no Templo e participar nas orações públicas.
       No templo as figuras de Simeão e de Ana, que revelam a Luz e a Graça que irradia d'Aquele menino.
Na Paróquia de Tabuaço, como em muitas paróquias, neste dia celebra-se também a Bênção das Crianças.  Este ano, a celebração iniciou no Centro Paroquial, com a bênção das Velas. Tradicionalmente este é o Dia das Candeias ou da Senhora das Candeias. Seguimos, em procissão, para a Igreja Paroquial, onde celebrámos a Eucaristia. O Evangelho, da Apresentação de Jesus no Templo, foi encenado pelo Grupo de Jovens (GJT).
       No momento da ação de graças, a bênção conjunta e individual das crianças presentes na celebração, seguindo-se a bênção e distribuição do pão, para que nunca falte às nossas mesas e para sabermos partilhá-lo com quem o não tem.
       Algumas imagens desta celebração:

 

Para as outras fotos que temos disponíveis: Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Vivência comunitária da quadra de Natal 2015


O Natal é popularmente a Festa mais importante de cariz cristão, abrangendo toda a sociedade civil, com uma componente importante no comércio, potenciando, ao chegar-se ao final do ano, o equilíbrio de contas, podendo dessa forma, com sensatez, fazer circular positivamente a economia.

       Nas comunidades cristãs é um tempo de forte mobilização, da comunidade paroquial e dos seus grupos, mormente da catequese. Na Paróquia de Tabuaço não tem sido diferente. Ao longo do Advento, a presença da Coroa do Advento, sob patrocínio do Grupo de Jovens (GJT); a construção progressiva do Presépio; a Festa de Natal da Catequese; a intervenção especial do GJT na Missa do Galo, este ano com a encenação de quadros relativos ao tempo do Natal - anunciação a Nossa Senhora, Visitação de Maria à Sua prima Isabel, a revelação do mistério da encarnação a São José e o nascimento de Jesus, e por último a Epifania do Senhor, com a representação da Adoração dos Magos, pelos jovens.

       É deste quadro completo o vídeo-diaporama que se segue, com as músicas de fundo que ajudam a envolver-se na sua visualização: Vem Senhor Jesus - José Meneses; Sou um pobre pastorinho - Paulo Emanuel; Jesus é Vida, Glória ao Senhor - J. Rocha Monteiro SDB, e É noite de Natal - Pe. Salvador Cabral.





Festa de Natal da Catequese - 19 de dezembro de 2015


As festas da Catequese fazem parte integrante da caminhada catequética, que assinala os tempos mais mais importante do Ano Litúrgico, bem como outras datas especiais: Natal, Páscoa, Apresentação do Senhor; Dia do Pai, Dia da Mãe...
       No passado dia 19 de dezembro, a Festa de Natal da Catequese, como habitualmente no Auditório do Centro de Promoção Social de Tabuaço (Centro de Dia). Iniciou com a celebração da Eucaristia e prosseguindo com a intervenção dos diferentes anos de catequese, com músicas, danças, pequenas encenações. O Grupo de Jovens (GJT) juntou ao grupo de Catequistas para ajudar na coordenação da Festa. E foi o GJY que teve a responsabilidade de encerrar a Festa com uma encenação relacionada com a quadra de Natal. No final ainda tempo para a Mãe Natal fazer uma aparição e para todos juntos, catequistas, jovens e catequizandos desejarem, cantando, um Santo Natal a todos os presentes.
       Algumas imagens da festa.


       Outras imagens na página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Jornada Arciprestal dos Acólitos - 12 de dezembro de 2015


Foi no passado dia 12 de Dezembro que se realizou pela primeira vez, no Arciprestado de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço, a Jornada Arciprestal de Acólitos.
       Este encontro consistiu na formação de acólitos, não só de Tabuaço, mas também de outras paróquias do Arciprestado. Iniciámos a jornada com o acolhimento aos jovens, por volta das dez da manhã, no centro paroquial de Tabuaço.
       Juntamo-nos todos numa sala para darmos início à formação.
       Aqui podemos aprender mais sobre o nosso compromisso de acólitos, aprofundando os vários conhecimentos que nos cabe saber. Fizemos também um questionário sobre o tempo litúrgico a que demos início – o Advento –, e também sobre as várias partes da Missa onde o acólito intervém.
       Chegada a hora, fomos almoçar, onde convivemos e trocamos experiências e conhecimentos uns com os outros.
       Durante a tarde demos continuidade à formação.
       Aproximando-se a hora da Missa, dirigimo-nos para a Igreja Paroquial onde todos os acólitos presentes neste encontro puderam participar, acolitando.
       Foi um dia muito produtivo, onde aprendemos novas coisas, fizemos novas amizades e aprofundamos os nossos conhecimentos.

Cláudia Canelas, Grupo de Acólitos de Tabuaço

 


FOTOS desta Jornada Arciprestal:
Para ver outras fotos que disponibilizamos
visite a Página do Arciprestado no Facebook:




Festa da Imaculada Conceição, Padroeira de Tabuaço, 2015


A festa mais importante para a comunidade paroquial é a Festa da Sua Padroeira, Nossa Senhora da Conceição. Na Paróquia de Tabuaço, a solenidade da Imaculada Conceição é precedida por uma novena preparatória. Desde o dia 29 de novembro, até à véspera do dia 8, um tempo de oração, de reflexão, de encontro, sob o olhar da Virgem Imaculada.

       O Pregador da Novena e da Festa foi o Pe. Dimantino Alvaíde, Pároco de Moimenta da Beira e de Cabaços. Ao longo dos dias foi-nos falando das Alegrias de Nossa Senhora: a alegria da chegadaa alegria da partidaa alegria do recebimentoa alegria do dara alegria do falara alegria do calara alegria de estarmos juntosa alegria de estar sozinhos, e a alegria do perdão. No dia 5 de dezembro, sábado, dentro da Novena o Compromisso dos Acólitos e o início da Construção do Presépio.

       O momento mais importante, como não poderia deixar de ser, foi a celebração solene da Eucaristia, seguindo-se a Procissão por algumas das ruas da Vila/Paróquia de Tabuaço, com a paragem simbólica e expressiva frente ao Quartel dos Bombeiros Voluntários de Tabuaço, dos quais é a Madrinha.

       Durante a pregação, o Pe. Diamantino Alvaíde, na dinâmica que nos trouxe durante a novena, encerrou com a maior Alegria de Nossa Senhora: dar-nos todas as alegrias. dar-nos Jesus. O seu sim, a Sua vida por inteiro, é acolher Jesus e dá-lo ao mundo inteiro. Essa ha de ser também a maior das nossas alegrias, receber de Maria o Seu Filho e dá-l'O a todos os que encontramos. A quantos mais levarmos Jesus melhor. Numa corrida (de bicicleta), o que chegar primeiro ganha. Como cristãos, a nossa corrida é ao inverso, corremos para que outros cheguem primeiro, vamos a empurrá-los. Quantos mais melhor. É a nossa missão. Empurramo-los para que depois eles nos puxem.

        Na Eucaristia foi distribuído o Boletim com a proposta de Reflexão do Pe. Dimantino, assumindo os dias da Novena: O dever de ser alegre como Nossa Senhora.

       Algumas imagens deste dia:

 

 

Outras imagens que temos disponíveis: Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Catequese Paroquial | Construção do Presépio | 2015


No passado sábado, 5 de dezembro de 2015, dentro da Novena da Imaculada Conceição, as crianças, adolescentes e jovens da Catequese iniciaram a construção do Presépio, em concreto do cenário onde será colocado.

       Nas duas últimas sessões da catequese, foram produzidas estrelas e decoradas ao gosto de cada um. Uns colocaram o nome, outros dizeres, uns pintaram outros deixaram na cor da cartolina. No momento da ação de graças, cada um dos meninos e meninas, cada um dos jovens adolescentes, ajudados pelas catequistas, colocaram a sua estrela no espaço previamente preparado para o efeito. E fez-se um belo cenário, personalizado, para continuar a construir o Presépio paroquial, envolvendo todos os elementos da catequese paroquial.

       Algumas imagens recolhidas na celebração:

 

 

Outras imagens disponíveis: Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Compromisso dos Acólitos 2015


Na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, o sábado imediatamente anterior à Solenidade da Padroeira, realiza-se o Compromisso dos Acólitos, em que os membros do Grupo renovam os compromissos e entram novos acólitos, precedida da formação teórica e prática, durante as semanas anteriores. Habitualmente, os novos membros frequentam o 7.º Ano de Catequese, isto é, os que celebraram a Profissão de Fé no ano pastoral anterior.
       Este ano, no sábado, dia 5 de dezembro, entraram 7 novos membros: a Leonor, a Carolina, a Mariana de Fátima, a Eva, a Bruna, a Beatriz, a Andreia. Algumas fotos da celebração, dentro da Eucaristia vespertina, com as crianças, adolescentes e jovens da catequese.

       Algumas imagens recolhidas na celebração:


 

Outras imagens disponíveis: Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Início da Novena da Imaculada Conceição | 2015


A grande festa comunitária da Paróquia de Tabuaço centra-se na sua Padroeira, a Imaculada Conceição, envolvendo os diferentes grupos eclesiais, mas também a comunidade civil. Também para os Bombeiros Voluntários, dos quais é Madrinha, assume um momento de especial significado.

 

NSConeição_2015.jpg

 

        O dia 8 de dezembro é o dia mais solene e mais importante, com a celebração da Eucaristia e com a Procissão por algumas das ruas de Tabuaço, com paragem obrigatória frente ao Quartel dos Bombeiros Voluntários, que fazem a guarda de honra e transportam o andor de Nossa Senhora.

       A preparação já começou. A Igreja já está predisposta para este momento festivo. A NOVENA preparatória é um dos momentos mais importantes de oração e de reflexão para a comunidade. Inicia, como habitualmente, no dia 29 de de novembro e este ano coincide com o 1.º Domingo do Advento.

       Ao domingo, e porque a Eucaristia é de manhã, no horário tradicional das 10h30, a Adoração do Santíssimo Sacramento, que inclui a recitação do Terço, a Pregação e a Adoração. Aos sábados, a recitação é antes da Eucaristia com as crianças da catequese. Horários: de domingo a sexta-feira - 20h30; sábado - 16h30 (recitação do terço, seguindo-se a Eucaristia). No sábado, dia 5 de dezembro, o Compromisso dos Acólitos, no dia 7, segunda-feira, as Confissões comunitárias, das 17h00 às 19h00.

       O Pregador será o Pe. Diamantino Alvaíde, sacerdote há 10 anos, pároco de Moimenta da Beira e de Cabaços e que já esteve connosco na Escola da Fé, no dia 27 de novembro.

DSCF7983.JPG





Escola da Fé - Obras de Misericórdia - 27 de novembro


"Sepultar os mortos e reza a Deus pelos vivos e pelos mortos".
No dia 23 de outubro iniciámos as sessões da Escola da Fé para este ano pastoral de 2015-2016.
Com a proximidade do Ano Santo Extraordinário - Jubileu da Misericórdia -, convocado pelo Papa Francisco, para iniciar a 8 de dezembro, do corrrente ano, solenidade da Imaculada Conceição e encerrar no dia 20 de novembro de 2016, solenidade de Cristo Rei, a misericórdia de Deus para connosco, e com a qual deveremos contagiar todos os que se cruzam connosco, estará sempre como referência à reflexão e à vivência cristã, comprometidos com o mundo atual. Desta feita, e com conformidade com a Bula "O Rosto da Misericórdia", as Obras de Misericórdia corporais e espirituais serão um desafio que nos envolve e nos desafia. Igualmente o juízo Final segundo São Mateus (25, 31-46): "Quantas vezes o fizestes a um dos meus irmãos mais pequeninos, a Mim o fizestes".
       Nesta segunda sessão da Escola da Fé, a proposta era refletir sobre uma obra de misericórdia corporal e uma espiritual: "SEPULTAR OS MORTOS E REZAR A DEUS POR VIVOS E DEFUNTOS". Este connosco o Pe. Diamantino Alvaíde, Pároco de Moimenta da Beira e de Cabaços, e que será o pregador da Novena da Imaculada Conceição.
       O Pe. Diamantino partiu do texto de São Lucas (9, 57, 60), sobre as exigências do seguimento. "Segue-me... deixa que primeiro vá sepultar o meu Pai... (resposta de Jesus:) Deixa que os mortos sepultem os seus mortos..." É uma expressão que, à primeira vista, pode suscitar espanto. Afinal Jesus conhece a Sagrada Escritura e sabe o respeito com que os mortos devem ser tratados... O antigo Testamento tem várias passagens em que lembra a justiça e a justeza de sepultar os mortos e igualmente de rezar, intercedendo, pelos vivos e pelos defuntos.
       Parte do tempo, o Pe. Diamantino dedicou à reflexão sobre o luto, nas suas formas, motivos, tempos; a resposta dada e a dar pela Igreja. Houve oportunidade para troca de impressões, tornando mais viva mais esta escola da fé.
       Algumas imagens:

 
Para outras FOTOS visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Calendarização Pastoral | Ano Pastoral 2015-2016


Em conformidade com o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco e que decorre entre 8 de dezembro de 2015, solenidade da Imaculada Conceição, e 20 de novembro de 2016, solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo, e com o Plano Pastoral da Diocese, subordinado ao tema "Ide e fazei da Casa de Meu Pai Casa de Oração e de Misericórdia, a calendarização pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, com atividades e celebrações específicas da comunidade, onde se destaca a Festa da Padroeira, a Imaculada Conceição, mas com muitas outras oportbuidades para sermos comunidade... 

10 de outubro: Início da Catequese Paroquial

18 de outubro: Entrega dos Diplomas aos Crismandos 2015. Dia Mundial das Missões

1 e 2 de novembro: Todos os Santos – Fiéis Defuntos

7 de novembro – XVII Fórum Ecuménico – Castelo Branco

14 de novembro – Magusto da catequese

20 de novembro: Dia da Igreja Catedral

27 de novembro: ESCOLA DA FÉ

 

Domingos do Advento – Construção do Presépio, com a catequese – Coroa do Advento

 

29 de novembro: Início da Novena da Imaculada Conceição

5 de dezembro: Compromisso de Acólitos

7 de dezembro: Confissões

 

8 de dezembro: NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

 

12 de dezembro – Encontro Arciprestal de Acólitos – Tabuaço

13 de dezembro – Abertura da Porta Santa – Santuário da Lapa / Sé Catedral | 15h30

19 de dezembro – Festa de Natal da Catequese

24 de dezembro – Missa do Galo | Missa de Natal

27 de dezembro – Festa da Sagrada Família

 

28 de dezembro a 1 de janeiro – Encontro Europeu Taizé em Valência

 

1 de janeiro    | sexta-feira: Santa Maria Mãe de Deus // Dia Mundial da Paz

3 de janeiro    | domingo: Solenidade da Epifania do Senhor

10 de janeiro  | domingo: Batismo do Senhor

20 de janeiro | quarta-feira: São Sebastião: Padroeiro da Diocese de Lamego | Aniversário da Ordenação Episcopal de D. Jacinto

2 de fevereiro – APRESENTAÇÃO DE JESUS – Festa das crianças

6 de fevereiro – Encontro Arciprestal de Catequistas – Moimenta da Beira

 

5 a 8 de fevereiro – Convívio Fraterno

13 de fevereiro – Jornada de Oração e de Reflexão (em diversas Zonas da Diocese)

 

17 de fevereiro – QUARTA-FEIRA DE CINZAS

DOMINGOS DA QUARESMA

 

19 de março –Solenidade de São José | Dia do Pai | Festa do Pai-nosso

 

SEMANA SANTA – 20 a 27 de março

20 de março – Domingo de Ramos – Via Sacra Paroquial

22 de março – DIA DO PERDÃO E DA MISERICÓRDIA

24 de março – quinta-feira santa – Lava-pés

25 de março – sexta-feira santa – Adoração da Santa Cruz

26 de março – sábado santo – Vigília Pascal

27 de março – DOMINGO DE PÁSCOA

 

9 de abril – Festival Jovem da Canção

23 de ABRIL – Concerto de Oração com o Pe. Marcos Alvim

Formação para grupos corais

 

DOMINGOS DE MAIO – Terço em caminhada: Nossa Senhora da Conceição (1) // Capela São Plácido (8) // Capela de São Vicente (15) // Capela de Santa Bárbara (22) // Lar da Santa Casa da Misericórdia (29 – Corpo de Deus)

 

1 de maio – Dia da Mãe                           

7 e 8 de maio – Fátima Jovem

12 de maio: PROCISSÃO DAS VELAS

15 de maio| Domingo: PENTECOSTES

20 e 21 de maio – Jornada Diocesana da Juventude

22 de maio| domingo: Santíssima Trindade

PEREGRINAÇÃO AO SABROSO – 28 e 29 de maio (29 de maio > Corpo de Deus)

29 de maio: Solenidade do Corpo de Deus | PRIMEIRA COMUNHÃO

 

3 | sexta-feira: SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS E A.O.

 

24 de junho: Festa do Município

25 DE JUNHO – DIA DA FAMÍLIA DIOCESANA – LAPA

29 | quarta-feira: Solenidade do Martírio de SÃO PEDRO E SÃO PAULO, Apóstolos

 

17 de julho a 2 de agosto – Jornada Mundial da Juventude

 

ESCOLAS DA FÉ – sextas-feiras – Obras de Misericórdia

 

23 de outubro | 27 de novembro | 22 de janeiro | 19 de fevereiro

22 de abril | 27 de maio | 17 de junho

 

· Festas da CATEQUESE:

 

Acolhimento

1.º Ano

7 de novembro

Pai-nosso

2.º Ano

19 de março

Entrega da Bíblia

4.º Ano

16 de abril

Primeira Comunhão

3.º Ano

29 de maio

Entrega do Credo

5.º Ano

15 de maio / Pentecostes

---

6.º Ano

---

Bem-aventuranças

7.º Ano

4 de junho

Festa da Vida

8.º Ano

11 de junho

Compromisso e Envio

9.º Ano

18 de junho

Festa do Espírito

10.º Ano

 

 

·           4 de setembro de 2016: MISSA no Recinto do Monumento

 

DOWNLOAD DA CALENDARIZAÇÃO PASTORAL:

FORMATO PDF

FORMATO XPS



Documento para download: Calendarizao_pastoral_2015-2016.pdf



Sexta-feira, 27 de novembro: ESCOLA DA FÉ. Sepultar os mortos e rezar a Deus por vivos e defuntos


A primeira sessão da Escola da Fé, no passado dia 23 de outubro, introduziu a temática do novo Ano Pastoral, incindindo sobre a Carta Pastoral de D. António Couto, que enquadra o lema pastoral da diocese - Ide e fazei da Casa de Meu Pai, Casa de Oração e de Misericórdia - e a Bula "Misericordiae Vultus" (O Rosto da Misericórdia), do papa Francisco, pela qual convoca o Jubileu da Misericórdia que se iniciará a 8 de dezembro, na solenidade da Imaculada Conceição e encerrará a 20de novembro de 2016, na Solenidade de Jesus cristo Rei do Universo.

O Ano Santo dedicado à Misericórdia remete, inevitavelmente para as Obras de Misericórdia corporais e espirituais e para o juízo Final segundo São Mateus (25, 31-46): "Quantas vezes o fizestes a um dos meus irmãos mais pequeninos, a Mim o fizestes".

Nesta próxima sexta-feira, 27 de novembro, voltamos com mais uma sessão da escola de vivência da fé, com armas e bagagens apontadas para: "SEPULTAR OS MORTOS E REZAR A DEUS POR VIVOS E DEFUNTOS". Teremos connosco o Pe. Diamantino Alvaíde, Pároco de Moimenta da Beira e de Cabaços. Será também o pregador da Novena da Imaculada Conceição, sendo este mais um motivo para que a comunidade paroquial, com os diferentes grupos paroquiais, possa participar ativamente, estreitando laços de amizade para melhor viver a festa da nossa Padroeira e para melhor se envolver na Igreja, Casa de Oração e de Misericórdia.

escola_fé_2015-2016.jpg





Magusto da catequese | 14 de novembro de 201


No âmbito da catequese paroquial, o Magusto, no sábado seguinte ao dia de São Martinho (11 de novembro), aberto a toda a comunidade. Este ano caiu no dia 14 de novembro. De uma forma simples, oportunidade para estreitar os laços de amizade.

       Como habitualmente, a celebração da Eucaristia, à volta da mesa da palavra e do altar, para prosseguirmos à volta das mesas preenchidas com castanhas, sumos, e demais iguarias apetecíveis aos mais novos, bolos, pizzas, batatas-fritas.

       Algumas fotos deste momento de confraternização paroquial:

 

 

Para outras fotos visitar o Página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou no GOOGLE +





Magusto da catequese: sábado, 14 de novembro de 2015


Na próxima quarta-feira, 11 de novembro, celebra-se a memória de São Martinho de Tours, cuja história de vida desafia à partilha, ao cuidado, a agasalhar aqueles que têm pouco que vestir, e fazer com que o SOL possa nascer para outros. É tradicionalmente o dia de assar castanhas e enxertar o pipinho.

Na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, o magusto realiza-se no âmbito da catequese paroquial, aberto a toda a comunidade, para os meninos, jovens, catequistas, pais, para todos os que amavelmente se juntam à festa, e no sábado seguinte ao dia de São Martinho, este ano a 14 de novembro.

Iniciámos com a Eucaristia e prosseguimos com o Magusto.

magusto_catequese.jpg





Festa do Acolhimento - 7 de novembro de 2015


Sábado, 7 de novembro, cerca de um mês depois do início da catequese paroquial, a Festa do Acolhimento.

Esta é a primeira festa da catequese. Visa ACOLHER aqueles que entram pela primeira vez para a catequese. A preocupação que os meninos se sintam acolhidos pelos mais velhos e pela comunidade paroquial. Uma festa simples, mas uma excelente oportunidade para os nossos mais pequeninos saberem que são muito importantes e que a comunidade se alegra com a sua presença, com o seu sorriso, com a vida que trazem à celebração.

É um momento também essencial para a família das crianças se integrar e se envolver ainda mais na visa da comunidade paroquial.

 

 

Para ver outras fotos, visite a Paróquia de Tabuaço no Facebook.

e no nosso GOOGLE +





Pe. Filipe Gonçalves da Fonseca | 1932 - 2015


Pe. Filipe Gonçalves da Fonseca, natural de Penude, a viver em Tabuaço, zona pastoral onde exerceu grande parte do seu ministério sacerdotal.

Nasceu a 14 de outubro 1932, na paróquia de São Pedro de Penude.

Foi ordenado a 15 de agosto de 1955.

Foi pároco de Vale Figueira a Velha, de Pretarouca e de Feirão.

Viria a fixar-se em Tabuaço, a partir de 1962, tendo sido pároco de Paradela, Távora, Granjinha e Sendim. Atualmente, era Capelão no Lar Maria Barradas, na paróquia de Barcos. 

 

Nos últimos dias, as condições de saúde degradaram-se acentuadamente. Na noite de domingo, 1 de novembro, para segunda-feira, foi-lhe administrada a Santa Unção e na segunda-feira deu entrada nas Urgências do Centro Hospitalar, em Vila Real, ficando em observação e a realizar diversos exames.
0177

 

(Pe. Filipe, primeiro da direita para a esquerda)

Faleceu na manhã de 6 de novembro de 2015.

A residir na paróquia de Tabuaço há alguns anos, aqui se realizou o o VELÓRIO, na Igreja Paroquial de Tabuaço. Na manhã do dia 7, a celebração da Missa Exequial, seguindo, depois, o cortejo fúnebre, para a Paróquia de São Pedro de Penude, no Arciprestado de Lamego.

DSC07329

(Pe. Filipe, ao lado do Senhor D. Jacinto. Segundo sacerdote a contar da direita para a esquerda)

Em Penude, a Missa Exequial e o Funeral foram presididos pelo Senhor Bispo, D. António Couto

A Diocese de Lamego une-se em oração à família, aos amigos, às comunidades em que serviu, e à paróquia natal, em oração, agradecendo a Deus o dom da sua vida e no seu ministério pastoral.





Festa do Acolhimento 2015-2016


No próximo sábado, 7 de novembro, realizar-se-á, incluída na Eucaristia vespertina, a Festa do Acolhimento, para os meninos que entraram pela primeira vez para a catequese. Esta é a primeira festa da catequese e conforme a denominação procura que os meninos se sintam acolhidos na comunidade paroquial e ao mesmo tempo sensibilizando para a participação dos pais e da comunidade na formação dos cristãos dos mais novos.

Como habitualmente, a Catequese, no Centro Paroquial de Tabuaço, pelas 16h00, seguindo-se a Santa Missa, na Igreja Paroquial, pelas 17h00.

festa_acolhimento.jpg






Boletim Paroquial Voz Jovem: julho-setembro 2015


Com algum atraso, mas aí está mais uma edição do Boletim Paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, dedicado a momentos e celebrações mais importantes que atravessam o trimestre a que diz respeito. Sublinhado para a Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima à Diocese de Lamego, entre os dias 26 de julho e 9 de agosto, em concreto à Zona Pastoral, e à Paróquia de Tabuaço, nos dias 2 e 3 de agosto. Oportunidade de mais uma vez agradecer a todos os que se envolveram para acolher com fidalgia e comoção a Virgem Peregrina.

Mas há outros destaques importantes para a comunidade paroquial tais como a celebração do Sacramento do Crisma, no passado dia 4 de julho, ao qual presidiu D. António José da Rocha Couto, Bispo da nossa mui nobre Diocese de Lamego; a Primeira Comunhão para os meninos do 3.º Ano da Catequese, no passado dia 17 de junho, a participação do GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço) em algumas atividades na paróquia, na Zona Pastoral, na Diocese de Lamego.

vj_julho_setembro.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Solenidade de Todos os Santos e Fiéis Defuntos...


Dias 1 e 2 de novembro marcam o início do mês das almas, com a solenidade de Todos os Santos e Comemoração dos Fiéis Defuntos, que faz deslocar milhares de pessoas, que regressam onde repousam os restos mortais dos seus familiares e amigos falecidos. A memória, a gratidão, mas também a fé, a celebração da vida e da esperança em Deus, congregam crentes ou menos crentes.

Para dúvidas que possam surgir, para aqueles que estejam em Tabuaço ou queiram deslocar-se à nossa paróquia e participar nas diferentes celebrações, aqui ficam os horários. Juntam-se já a indicação de outras atividades pastorais / celebrações, que envolvem a comunidade paroquial de Nossa Senhora da Conceição.

Santos_1_nov_2015.jpg





Sacramento do Crisma | Entrega dos Diplomas | 18 de outunro de 2015


No dia 4 de julho de 2015, 19 jovens e adultos celebraram o Sacramento do Crisma.

D. António Couto começou por se encontrar, na véspera, com o grupo de crismandos, para os conhecer melhor, aproveitando para os desafiar a serem corajosos, desenvergonhados, ousados no testemunho de Jesus Cristo. Desafio que sublinharia no dia do Crisma.

       Passados três meses, no Dia Mundial das Missões que a todos compromete com o anúncio do Evangelho, anúncio feito de palavras mas sobretudo com a vida toda, testemunhando-O em todas as situações do dia a dia, a entrega dos Diplomas, reforçando o compromisso assumido, sensibilizando para a integração na comunidade, para que esta seja edificada como Casa de Oração e de Misericórdia e possa acompanhar-nos para onde formos, onde estivermos, quem encontrarmos.

       Algumas das imagens deste dia:

 





Início da Catequese Paroquial | Ano pastoral 2015-2016


No dia 10 de outubro de 2015, arrancou mais um ano de catequese, como habitualmente no Centro Paroquial, encontro dos diversos anos de catequese, catequistas, jovens, de uma forma mais descontraída, seguindo-se a celebração da Santa Missa, na Igreja Paroquial.

       A Catequese Paroquial continua a ser, na nossa comunidade, uma excelente oportunidade de construir comunidade, aproximando gerações, os filhos e os pais, os avós e outros familiares, as famílias. Os pais têm um papel preponderante, ao inscreverem e ao acompanharem os filhos à catequese e a Eucaristia. E, obviamente, tarefa meritória para as catequistas, de diferentes idades, com com o mesmo propósito, ajudar as crianças e os adolescentes a descobrirem Jesus, a amá-l'O e a vivê-l'O.

        Algumas fotos deste primeiro dia de catequese.

 

Para as fotos que disponibilizamos, consultar:





Grupo de Jovens de Tabuaço (GJT) na Paróquia de Pinheiros - 20 de setembro de 2015


No passado dia 20 de setembro, D. António Couto visitou a Paróquia de Santa Eufémia de Pinheiro, para um contacto mais próximo com a nossa comunidade, fazendo-se coincidir a celebração do Crisma e a Primeira Comunhão.

       Para ajudar na animação coral, ao Grupo de Jovens foi solicitada a colaboração. E assim, manhã cedo, os cedo os jovens deslocaram-se a Pinheiros, em mais um momento de alegria, de partilha, de festa, reencontrando o Senhor D. António Couto, que em julho tinha estado na Paróquia de Tabuaço.

       Algumas imagens deste dia:

 

 

 

 

 

 





Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima | Zona Pastoral de Tabuaço


No dia 2 e 3 de agosto de 2015, coube à Zona Pastoral de Tabuaço receber a Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima. Da Zona Pastoral de Moimenta da Beira, dia 1 e 2 de agosto, para Tabuaço, seguindo-se, a 3 2 4 de agosto, a Zona Pastoral de Armamar. Recebemo-la em Cabaços-Arcos e entregámo-la em Santa Leocádia-Santo Adrião.

       A Diocese de Lamego, acolheu a Virgem Peregrina no dia 26 de julho, iniciando a visita em Vila Nova de Foz Côa, recebendo-a da Diocese de Bragança. Concluiu a Vista à nossa Diocese de Lamego, no dia 9 de agosto, na Sé Catedral. De 13 a 27 de setembro, a Visita da Imagem Peregrina reinicia na Diocese de Coimbra.
       No Arciprestado que engloba as três zonas pastorais, Moimenta, Sernacelhe e Tabuaço, a Imagem percorreu todas as paróquias: Arcos - Longa - Nagosa - Granja do Tedo - Carrazedo - Vale de Figueira - Tabuaço. Em Tabuaço, realizou-se a Procissão das Velas e uma Vigília de Oração. Durante a noite a Igreja ficou aberta com grupos que asseguraram a sua presença e oração: Grupo Coral de Sendim, Guias da Europa, Servas de Maria do Coração de Jesus, Teatraço, Bomeiros Voluntários, Paróquia de Barcos, Grupo de Jovens de Tabuaço. Pelas 8h00, celebração de SANTA MISSA, despedida da Imagem em direção à Paróquia de Távora, antes porém a paragem do Lar da Santa Casa da Misericórdia. No segundo dia, 3 de agosto: Távora - Granjinha - Paradela - Sendim - Chavães - Desejosa - Valença do Douro - Santo Aleixo - Adorigo - Lar de Barcos - Pinheiros - Barcos - Santa Leocádia.
         Foram muitas e diversificadas as homenagens feitas a Nossa Senhora de Fátima, tapetes de flores, orações, cânticos, poemas, fogo de artifício, ramos de flores. Cada paróquia tentou fazer o melhor possível para bem acolher a Imagem Peregrina.
       Grupos diferentes que generosamente viveram uma missão sublime, como os já referenciados anteriormente, salientam-se também a Guarda Nacional Republicana, que acompanhou todo o trajeto e dos Bombeiros Voluntários que asseguraram o transporte e guarda de honra à Imagem de Nossa Senhora de Fátima.


Para outras fotos visite:




Grupo de Jovens na 5.ª Edição do Verão é Missão, em Vila da Ponte


Pelo segundo ano consecutivo, o Grupo de Jovens de Tabuaço esteve presente nesta iniciativa, promovida pelos Jovens Sem Fronteiras, de Vila da Ponte, e que se realizou no dia 25 de julho. Em pleno Verão uma proposta descontraída de encontro, convívio, oração, reflexão. O tema escolhido para este ano foi "Lançar as Redes". Contou com a presença de diferentes grupos de jovens, convocando-nos para a missão permanente de viver o Evangelho na família, com os colegas, na escola ou na piscina. Em todos os momentos é possível viver com alegria ao jeito de Jesus Cristo. 

       Depois da oração matinal, uma caminhada, com workshops divertidos, lembrando as dificuldades da "pesca", mas também a certeza de que Jesus vai connosco na barca. Importa não desistir. Tempo para a reflexão e para o convívio, para o almoço partilhado e para a celebração da Eucaristia. E, claro, um mergulho para refrescar.

       

Para ver as fotos deste eventoAQUI.





Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima - Zona Pastoral de Tabuaço


No âmbito das celebrações do centenário (1917-2017) das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, a primeira Imagem Peregrina, produzida a partir das indicações da Irmã Lúcia, imagem entronizada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário e que há 50 anos percorreu o país, vai visitar (de novo) as Dioceses portuguesas.

       Na nossa Diocese de Lamego, a Imagem peregrina será acolhida no dia 26 de julho, pelas 16h00, em Vila Nova de Foz Côa, recebendo-a da Diocese de Bragança. Será entregue no dia 9 de agosto, na Sé Catedral, aos responsáveis de Fátima, regressando ao Santuário até ao mês de setembro, reiniciando na Diocese do Coimbra (13 a 27 de setembro.

       Na Zona Pastoral de Tabuaço, será acolhida no 2 de agosto, pelas 18h00, na Paróquia de Arcos, que a recebe da Paróquia de Cabaços, Zona Pastoral de Moimenta da Beira. Será confiada à Zona Pastoral de Armamar, no do 3 de agosto, pelas 18h00, nos limites da Paróquia de Santa Leocádia com a Paróquia de Santo Adrião.

       Irá percorrer todas as paróquias da Zona Pastoral / concelho de Tabuaço na ordem e nos horários que surgem no Cartaz: DIA 2 de AGOSTO: Arcos - Longa - Nagosa - Granja do Tedo - Carrazedo - Vale de Figueira - Tabuaço. A recepção em Tabuaço será junto ao RECINTO de Nossa Senhora da Conceição, iniciando-se, com todas as paróquias a Procissão das Velas, que recolherá na Igreja Paroquial, havendo então um momento de Vigília de Oração. Durante a noite a Igreja poderá ficar aberta, tendo em conta que já houve grupos que manifestaram esse desejo. Pelas 8h00, celebração de SANTA MISSA, despedida da Imagem em direção à Paróquia de Távora.

DIA 3 de AGOSTO: Távora - Granjinha - Paradela - Sendim - Chavães - Desejosa - Valença do Douro - Santo Aleixo - Adorigo - Pinheiros - Barcos - Santa Leocádia.

 

 

       Cruzará a Vila de Tabuaço por voltas das 13h30 do dia 3 de agosto, de Chavães em direção à Desejosa, e no regresso, pelas 15h15, de Valença em direção a Adorigo.

       As diferentes comunidades, e todas as pessoas que puderem e quiserem, podem deslocar-se para a colher a Imagem Peregrina, em Arcos, no dia 2 de agosto, e na passagem de testemunha em Santa Leocádia, no dia 3 de agosto. 18h00 - hora de acolhimento e de entrega.





Celebração do Crisma - 4 de julho de 2015


No dia 4 de julho, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço acolheu, com júbilo, o Senhor Bispo, D. António Couto, para a administração do Sacramento do Crisma a 19 jovens e adultos.

       No dia anterior, na sexta-feira, D. António Couto reuniu com os crismandos, no Centro Paroquial de Tabuaço, para refletir a importância e o significado do Sacramento do Crisma.
       O Senhor Bispo começou por sublinhar que com a unção está completa a instrução, o que falta é colocar em prática o que se aprendeu. Debruçou-se sobre os gestos: a invocação do Espírito Santo, com as mãos abertas, de Quem tudo dá, para que como num puzzle possamos também de mão abertas receber e compartilhar, e a crismação – para que o azeite, que penetra, nos transforme a mente e o coração e nos leve a militar na vivência e anúncio do Evangelho, estando atentos uns aos outros, não deixando que nenhum se perca. As mãos abertas em Adão e Eva deram lugar às mãos fechadas e os dons passaram a ser posse. O melhor da vida não tem preço, não se compra nem se vende. Tudo dar como Jesus. O que baralhou os apóstolos, mormente Pedro, não foi Jesus estar disposto a dar a vida pelos amigos. Também Pedro está disposto a dar a vida por Jesus. O que fez Pedro num oito foi a disponibilidade e a decisão de Jesus dar a vida por todos, até por aqueles que O vão matar...

       No sábado, pelas 17h00, a Igreja Paroquial encheu-se de pessoas, de alegria e de festa para acolher o Senhor Bispo.
       A celebração do Crisma, nesta como em outras paróquias, é um momento de especial importância não apenas para os crismandos e suas famílias, mas para a comunidade no seu conjunto, envolvendo o trabalho e a dedicação de muitas pessoas e dos vários grupos paroquiais – catequese, zeladoras da Igreja, grupo coral, acólitos, conselho económico, conselho pastoral. O cuidado na preparação visualiza-se mais nestes dias, para que aqueles que vêm, mormente o Senhor Bispo, se sintam bem acolhidos e com vontade de cá voltar.
       O grupo de crismandos resultou de dois grupos de catequese, que frequentaram o 10.º ano de catequese nos últimos anos pastorais, de 2013-2014 e de 2014-2015, e de alguns adultos que se prepararam mais proximamente com as Escolas da Fé. Nas últimas semanas houve uma preparação mais intensiva, à base do YOUCAT – Crisma, terminando com um tríduo de pregação, com o Pe. Jorge Giroto, refletindo sobretudo nos sacramentos de Iniciação Cristã – Batismo, Crisma e Eucaristia.
       Na concelebração da Eucaristia, a presença dos reverendos sacerdotes, Pe. Jorge Giroto, Pe. Filipe, Pe. Ildo e Pe. João Carlos, Pró Vigário Geral da Diocese de Lamego, e Pe. Manuel Gonçalves, pároco desta comunidade.

       No decorrer da Eucaristia, na homilia, D. António Couto desafiou os jovens, e toda a comunidade, a imitar Ezequiel, cuja fragilidade acentua a presença e a força de Deus; a imitar Paulo, cuja conversão o mostra a cair não do cavalo mas de si próprio, para que na sua fraqueza sobrevenha a força de Jesus Cristo, e a sua vida transforma-se por completo; a imitar Jesus que vai/vem à sua terra, e dá-Se por inteiro. Entre os seus parentes e amigos, que somos também nós, na sua terra que é nossa, mas também é a Sua terra, Jesus encontra dificuldades em comunicar a vida nova que traz do Céu. Por vezes andamos tão centrados nas coisas da terra que deixamos de olhar para o Céu.
       Durante a sua reflexão, D. António falou da esperança que é necessário alimentar, a partir de um poema de Charles Péguy. A esperança é uma menina de 9 anos que não cresce, e é levada pelas mãos pelas suas irmãs mais velhas, a Caridade e a Fé. Olhando mais atentamente, não é a esperança que é levada, é ela que empurra a Fé e a Caridade. Assim os jovens crismados hão-de ser esta esperança, e levar a esperança, ainda que pequena, para as suas vidas, para a família, para a escola, para o trabalho. Sem desistir. A comunidade deve acolher os crismados, não deixar que nenhum se perca e os crismados, por sua vez, deverão inserir-se nas diversas dinâmicas da comunidade.
       Depois da solene Eucaristia, com a administração do Crisma, realizou-se um convívio paroquial com os crismados e suas famílias, com as crianças da catequese, com a comunidade paroquial e com o Senhor Bispo e os sacerdotes que o acompanharam.

in Voz de Lamego, n.º 4320, ano 85/34, de 7 de julho de 2015




Encontro dos crismandos com D. António Couto | 3 de julho de 2015


Para melhor viver a celebração do Sacramento do Crisma, D. António Couto, Bispo da nossa Diocese de Lamego, deslocou-se à Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, na véspera, sexta-feita, 3 de julho, pelas 17h00, no Centro Paroquial de Tabuaço.

       Oportunidade de conhecer um pouco os crismandos e, ao mesmo tempo, de refletir e acentuar os aspetos mais importantes na celebração do Crisma.

       D. António Couto precisou, desde logo, a preferência de Crisma em vez de Confirmação, ainda que se utilizem os dois termos. Crisma pois no remete para Cristo e para nós cristãos. Partindo da primeira Carta de São João (2, 20), D. António Couto sublinhou que com a unção está completa a instrução, o que falta é colocar em prática o que se aprendeu. Passou depois a acentuar os gestos, da invocação do Espírito Santo, com as mãos abertas, de Quem tudo dá, para que como num puzzle possamos também de mão abertas receber e compartilhar. A crismação, para que o azeite que penetra nos transforme a mente e o coração e nos leve a militar na vivência e anúncio do Evangelho, estando atentos uns aos outros, não deixando que nenhum se perca. Evocando o pecado de Adão e Eva a partir do momento que a dádiva de Deus se tornou posse. As mãos abertas deram lugar às mãos fechadas e os dons passaram a ser posse. O melhor da vida não tem preço, não se compra nem se vende.

       Tudo dar como Jesus. O que baralhou os apóstolos, mormente Pedro, não foi Jesus estar disposto a dar a vida pelos amigos. Também Pedro está disposto a dar a vida por Jesus. O que fez Pedro num oito, foi a disponibilidade e a decisão de Jesus dar a vida por todos, até por aqueles que O vão matar...





Solenidade do Nascimento de S�o Jo�o Batista - Festa do Padroeiro do Munic�pio de Tabua�o


A solenidade do nascimento de São João Batista, a 24 de junho, é comemorada de forma especial nos concelhos em que é o Padroeiro Municipal. Em Tabuaço e nos concelhos vizinhos, como São João da Pesqueira, Armamar, Moimenta da Beira, São João é a oportunidade para juntar as pessoas dos respetivos concelhos, á volta desta invocação e com momentos muitos diversos.
       Se o motivo é religioso, então a vivência mais religiosa também tem lugar nesta festa popular, com a Missa solene e com a Procissão, e que nos últimos anos trouxe até à vila e paróquia de Tabuaço as imagens dos padroeiros das paróquias/freguesias e de alguns lugares, envolvendo, desta forma, todo o concelho.
       A celebração da Eucaristia, presidida pelo pároco, contou com a presença amiga dos reverendos sacerdotes, Pe. Jorge Giroto e Pe. Tiago Cardoso. O Pregador foi precisamente o Pe. Tiago Cardoso, Pároco em paróquias do Arciprestado de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço, Granjal, Lamosa, Segões e Quintela da Lapa, e ainda Alhais, na Zona Pastoral de Vila Nova de Paiva.
       Na pregação, o Pe. Tiago apresentou São João Batista como um modelo a seguir pela Igreja e pelos cristãos, utilizando algumas imagens: aquele que abre as portas para Jesus, que prepara a vinda do Messias, fecha as portas do Antigo Testamente e abre as portas do Novo; é como a Lua que irradia o brilho do Sol, isto é, São João Batista assume a sua vida e missão como uma espécie de "anulação" pessoal, para que Cristo possa emergir. Assim a Igreja. Assim os cristãos.
       Depois da celebração da Eucaristia, a Procissão com a invocação dos santos padroeiros das freguesias (e lugares) que compõem o concelho de Tabuaço. Algumas fotos deste dia:

Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Tabuaço

São Salvador, Padroeiro de Carrazedo

Santa Eufémia, Padroeira de Pinheiros

São João Batista, Padroeiro de Távora e do Município


Para ver as fotos disponíveis, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook




Encerramento da Catequese | Celebra��o do Crisma


A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Tabuaço, tem agendado para o próximo dia 4 de julho, pelas 17h00, a celebração do Sacramento da Confirmação / Crisma, integrando os jovens que frequentaram o 10.º ano de catequese neste ano pastoral e no ano anterior, bem como 4 adultos que ao longo do ano se foram preparando através da Escola da Fé.

A presença do Sr. Bispo, D. António Couto, é uma oportunidade para a festa, para a vivência da fé, para o compromisso comunitário da paróquia inserida na Diocese de Lamego. Como Sucessor dos Apóstolos, o Bispo vem confirmar e renovar a fé, avivando a ligação de cada um e de todos ao Evangelho de Jesus Cristo.

No dias anteriores um Tríduo de pregação, com o Pe. Jorge Giroto, para que a comunidade também se prepare para acolher bem D. António Couto e nele acolher com alegria a Palavra de Deus, preparando também para testemunhar a celebração do Crisma de alguns membros da comunidade.

No mesmo dia, o ENCERRAMENTO DA CATEQUESE. O itinerário catequético conclui-se com 10 anos, com o sacramento da maturidade cristã, o Crisma; simbolicamente também o encerramento do ano catequético.

Depois da Eucaristia, um lanche-convívio para crismandos e familiares, para catequisandos e para os membros da comunidade paroquial.

Crisma_julho_2015.jpg





Festa das Bem-aventuran�as | 20 de junho de 2015


A chegar ao final do ano catequético, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição viveu mais uma festa da catequese, desta feita sublinhando as Bem-aventuranças, na Eucaristia de sábado, 20 de junho de 2015, com os adolescentes jovens do 7.º Ano de Catequese.

       Depois da introdução à Eucaristia e à Festa das Bem-aventuranças, feita pela catequista, o grupo deu destaque ao ofertório, com sinais e símbolos, o pão e o vinho, a bússola, a flor, a vela e a luz, a cruz. No momento de ação de graças uma flor para Nossa Senhora e uma oração.

Oração a Nossa Senhora das bem-aventuranças
Maria, Mãe de Jesus e Mãe nossa
Bem-aventuranda és Tu
porque acredistaste em tudo o que Te foi dito da parte de Deus.
Os teus dias não foram todos iguais:
Houve dias de dor e de aflição
Dias de alegria e conformação
Dias cizentos e de lágrimas
Dias de festa e de graças
Os teus dias não foram todos iguais!
Igual sempre a Tua confiança e abandono nas mãos do Pai.
Felizes seremos se em Deus colocarmos, como Tu, ó Mãe
a nossa confiança e a nossa vida.

Se, com humildade, soubermos acolher o que vem de Deus:
Faça-me em Mim segundo a Tua vontade...
Se com coragem escutarmos o que Tu nos dizes:
“Fazei tudo o que Ele vos disser”...
Certos que o que Jesus nos quer nos aproxima uns dos outros
Certos que o que Jesus nos pede, nada nos retira, ou nos castiga
Mas faz-nos ser bem-aventurados, felizes,
por nos gastarmos no melhor de nós
e darmos sentido aos dons e aos talentos que recebemos.

Maria, Mãe de Jesus e Mãe nossa
Que nos teus braços de Mãe, nos sintamos amados
e, como Tu, ó Mãe, nos demos por inteiro
para que também nós sejamos bem-aventurados!

Obrigado, Maria, Mãe de Jesus e Mãe da Igreja,
porque no Teu olhar nos encontramos como irmãos de Jesus
e nos assumimos como filhos Teus…
          Avé-Maria...

Fotos que registam e fixam esta celebração na vivência comunitária da fé:

 

Para ver a totalidade das fotos disponíveis,





Festa do Compromisso e Envio | 13 de junho de 2015


No dia 13 de junho de 2015, as jovens do 9.º Ano de Catequese, celebraram a Festa do Compromisso e envio. Num itinerário de 10 anos, encontram-se já nesta fase final da catequese, pelo que se encontram mais preparadas para assumirem a sua missão como cristãs, em Igreja e em concreto nesta comunidade paroquial. Alguns destes jovens já estão bastante comprometidos na vida da comunidade, no grupo coral, no grupo de jovens e nos acólitos, com a sua presença, entusiasmo e generosidade integram um grupo significativo de jovens cristãos envolvidos nas diferentes atividades pastorais.
       Celebração de compromisso, como o Evangelho encenado, de São Mateus (5, 13-19) - Sois o sal da terra... sóis a luz do mundo... compromisso de viverem e testemunharem o Evangelho de Jesus.
        Imagens deste dia festivo para este ano, mas sempre para a catequese paroquial e para toda a comunidade.


Para ver a totalidade das fotos disponíveis,




Escola da F�: sess�o de 12 de junho de 2015


A consciência de que o cristão é sempre discípulo, está sempre a aprender e com necessidade de descobrir mais e mais a vida de Jesus e do Evangelho... O facto da catequese, ainda que no itinerário catequético de 10 anos, ser um tempo limitado, voltado para crianças e adolescentes, mas que não esgota nem aprendizagens, nem finaliza nenhum curso, mas é um desafio a embrenhar-se mais em Jesus Cristo, também a através da Sagrada Escritura... Nos dias que correm, em todas as áreas, profissões, a necessidade de formação contínua... um pedido de muitas comunidades e muitos cristãos, para que houvesse mais encontros de formação... as Escolas de Vivência da Fé, como espaço de formação, reflexão, convívio, testemunho, oração, são uma proposta insistente do nosso Bispo, D. António Couto, e corresponde à necessidade de responder ao mandato missionário de Jesus: Ide e fazei discípulos
       No dia 12 de junho, solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a última sessão da Escola da Fé, deste ano pastoral de 2014-2015, na nossa paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, sob a orientação do Pe. António Jorge Giroto, Responsável do Arciprestado de Moimenta, Sernancelhe, Tabuaço pelas Escolas de Vivência da Fé.
       Durante o ano, os diversos encontros centraram-se nas Bem-aventuranças (Mt 5, 1-12); nesta última sessão, a reflexão fixou-se na sétima e a oitava:
       Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
       Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor da justiça, porque deles é o reino de Deus.

Algumas fotos deste encontro de formação, convívio e oração:


Para as restantes fotos disponíveis visitar Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Celebra��o da Primeira Comunh�o e Corpo de Deus | 7 de junho de 2015


Na solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, ainda ao domingo, a 7 de junho de 2015, 9 crianças, do 3.º Ano de Catequese, comungaram pela primeira vez. Deste grupo, mais três crianças, da Paróquia de Santa Eufémia de Pinheiros, que farão a sua 1.ª Comunhão na paróquia nativa.
       Ao longo de 3 anos, as catequistas, Margarida Costa e Carolina Canelas, prepararam estes meninos para que neste dia estivessem mais conscientes do Sacramento da Eucaristia que celebraram. Nas últimas semanas, a colaboração do grupo de catequistas numa preparação mais imediata e intensiva.
       O dia da Primeira Comunhão é sempre um dia de grande Festa para os familiares e amigos dos meninos que celebram a sua Primeira Comunhão mas também para a Comunidade Paroquial que renova o seu compromisso em ser Corpo de Cristo, família de Deus.
       Dois momentos complementares, a solene Eucaristia e a Procissão do Santíssimo Sacramento por algumas das ruas da nossa paróquia e vila de Tabuaço.
       Algumas imagens deste dia solene:


Primeira Comunhão de (por ordem alfabética):
Ana Beatriz; António Pedro; Artur António; Carolina Martins; Eva Beatriz; Filipa Isabel; Gonçalo André; João Pedro; Pedro Miguel, e as catequistas Carolina Canelas e Margarida Costa.

Para ver todas as FOTOS que disponibilizamos,




Escola da F�: sexta-feira, 12 de junho, 21h00


Na próxima sexta-feira, 12 de junho de 2015, no Centro Paroquial de Tabuaço, pelas 21h00, mais uma sessão das Escolas (de vivência) da Fé, com o Pe. António Jorge Giroto, Responsável do Arciprestado de Moimenta, Sernancelhe e Tabuaço por esta atividade pastoral.

 

 

       Prosseguindo com o desafio do nosso Bispo, D. António Couto, em concreto, e da Igreja em Portugal, em geral, por criar tempo e espaços para a formação cristã dos adultos, com oportunidade de conviver, rezar em conjunto, refletir sobre diversos temas da fé cristã, testemunhando e partilhando experiências.

       Ao longo do ano pastoral de 2014/2015, os temas partiram das Bem-Aventuranças (cf. Mt 5, 1-12). Nesta sessão, a última do ano pastoral, as duas últimos Bem-aventuranças: Bem-aventurados/Felizes os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. | Bem-aventurados/Felizes os que sofrem perseguição por amor da justiça, porque deles é o reino de Deus.




Grupo de Jovens de Tabua�o no XII Festival Diocesano Jovem


O Grupo de Jovens de Tabuaço (GJT), desde há 4 anos, em quatro edições consecutivas, participa no Festival Diocesano da Canção de Mensagem, promovido e coordenado pelo SDPJ de Lamego, com o fito de...

  • Incentivar a criação poético-musical, partindo dos valores cidadania e humano-cristãos;
  • Promover a canção religiosa como valor na evangelização e no quotidiano dos jovens;
  • Possibilitar o encontro e o convívio são e construtivo entre os jovens da Diocese de Lamego.

       Como ao longo dos anos, antes do Festival a reunião para validar a participação, verificando se haveria condições e circunstâncias que permitissem levar uma nova canção. No caminho alguns contratempos quanto a disponibilidades mormente quanto a instrumentivas. Foram escolhidas as vozes - Márcia Alexandra, Cláudia Canelas, Mara Longa, Letícia Cardoso - sabendo-se da qualidade de outros elementos, lembrando que no coral da última Jornada da Juventude, em Cabaços, 13 elementos do Grupo colaboraram para que os cânticos da Eucaristia fossem uma ajuda preciosa à celebração. Ficaram reservados três lugares para os instrumentistas. Por outros compromissos assumidos, no final a disponibilidade do Grupo de Jovens de Tarouca, Arautos da Alegria, que viriam a ganhar o prémio para o melhor instrumental, e que nos permitiram mais uma presença no Festival Jovem, que se realizou no Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego, no sábado, dia 6 de junho.

       Para aplaudir os participantes, especialmente o GJT, que de forma dedicada, humilde e generosa, nos deixaram agradecidos pela belíssima performance, que viria a ser premiada com o 2.º Lugar, logo depois do Grupo de Jovens da Sé. 8 grupos participaram, respondendo de forma brilhante e competente aos desafios do SDPJ de Lamego.

       Durante todo o dia, os diversos jovens participantes estiveram envolvidos em atividades lúdicas, formativas, desenvolvendo o tema do Festival e do Ano Pastoral Juvenil "Felizes os puros de coração...", cujo trabalhos permitiu construir um cubo com os pecados, para em conjunto, desafiando o que mata pudessem, todos, construir Jesus Cristo.

 

 

Para ver todas as FOTOS que disponibilizamos,

visite a Paróquia de Tabuaço no Facebook.       

 

Além das imagens, vídeo com a interpretação dos nossos jovens.





Boletim Paroquial Voz Jovem: abril-junho 2015


A edição do Boletim Voz Jovem, de abril a junho centra-se sobretudo na vivência da Semana Santa 2015. Nesta nossa opção, a cores, impresso em papel de qualidade, fotos de diversas celebrações e momentos. Destaque também para o Fátima Jovem 2015, para a XXX Jornada Diocesana da Juventude, com a participação significativa do GJT, no dia, mas também ao longo de várias semanas nos ensaios de cânticos. A última página dá destaque, na notícia e nas imagens à Profissão de Fé, com mais algumas Fotos da Páscoa.

VJ-abril_junho_2015.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Apresenta��o do GJT ao XII Festival Diocesano da Can��o de Mensagem


No próximo sábado, 6 de junho, realiza-se o XII Festival Diocesano de Mensagem, promovido pelo Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil de Lamego (SDPJ de Lamego), como anteriormente noticiado.

       O GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço) é um dos grupos que participa no Festival. O SDPJ solicitou uma breve apresentação do grupo. O GJT fez um pequeno vídeo, com a ajuda do Prof. Abel Rodrigues...





Pr�ximas festas da catequese


As festas da catequese, que integram o itinerário catequético, são uma oportunidade para sublinhar um aspeto importante da catequese, no respetivo ano, e para celebrar a fé, o que se viveu e o que se aprendeu, inserindo-se na comunidade paroquial. São um ponto de chagada mas sobretudo de partida, para outros anos de catequese, para uma maior integração na comunidade, para uma participação mais consciente e assídua na vida da paróquia.

       O mês de maio concentrou, como tradicionalmente, o maior número de Festas da Catequese. Seguem-se mais três, a Primeira Comunhão, meninos do 3.º ano, no próximo Domingo, 7 de junho, solenidade do Corpo de Deus, pelas 15h00. No sábado seguinte, dia 13 de junho, na Eucaristia da catequese, Compromisso e Envio dos jovens do 9.º ano e, no sábado, dia 20 de junho, as Bem-aventuranças, do 7.º ano de catequese.

catequese_junho.jpg





Participa��o do GJT no XII Festival Jovem


No próximo dia 6 de junho, o SDPJ de Lamego (Secretariado/Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil da Diocese de Lamego) promove o XII Festival Diocesano da Canção de Mensagem, cujo lema é "Cantarei ao Senhor", e com a temática para as músicas participantes: "Felizes os Puros de Coração".

       O Festival tem como objetivos:

  • Incentivar a criação poético-musical, partindo dos valores cidadania e humano-
  • cristãos;
  • Promover a canção religiosa como valor na evangelização e no quotidiano dos jovens;
  • Possibilitar o encontro e o convívio são e construtivo entre os jovens da Diocese de Lamego.

 

       O Grupo de Jovens de Tabuaço tem vindo a participar nesta iniciativa nos últimos anos. Este ano, se Deus quiser, lá estará com as intérpretes Márcia Alexandra, Cláudia Canelas, Mara Longa e Letícia Cardoso.

       O Festival realiza-se, como nos últimos anos, no Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego. Lá estarão membros do GJT, familiares e amigos a aplaudir todos os participantes mas de forma particular os jovens que representam a nossa comunidade paroquial.

       Imagens de um dos Ensaios com o professor Abel a quem agradecemos a prestimosa colaboração:

 

No ano passado foi assim:





Catequese Paroquial | Festa da Palavra | 31 de maio de 2015


Último dia de maio, DOMINGO, dia do Senhor, na Eucaristia comunitária, a Festa da Palavra, com os meninos do 4.º Ano de Catequese. A catequese de infância vai introduzindo as crianças na vida da comunidade paroquial, sabendo que agora já estão mais conscientes do que significa viver a fé, celebrá-la e procurar imitar Jesus, como um AMIGO a quem se quer bem e que nos quer bem.

       A Festa da Palavra convida-nos à escuta, à estarmos em rede, ligados pela oração, pela escuta e meditação da Palavra de Deus. A sensibilidade para escutar Deus, através dos pais, catequistas, pelos membros da comunidade, está agora mais apurada.

 

O grupo de catequese que celebrou a Festa da Palavra, no passado dia de 31 de maio de 2015:

 

 

Outras fotos:

 

 

 

 

Para ver todas as fotos disponíveis, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Catequese Paroquial | Festa da Vida | 30 de maio de 2015


As festas da catequese são uma oportunidade para celebrar a fé, renovando o compromisso de viver ao jeito de Jesus Cristo, transparecendo-o através das escolhas que fazemos e da postura que assumimos perante os outros, o mundo e a Igreja.

       Mais crescidos, tendo entrando na adolescência, há uma maior consciência do que se aprende e reflete na catequese. No sétimo ano, a acentuação das Bem-aventuranças, sintonizando com a opção de Jesus pelos mais frágeis, melhor, a opção pela ternura e pala compaixão, por todos, em todas as circunstâncias.

       No 8.º ano de Catequese, a Festa da Vida, acolhendo e celebrando Jesus como Caminho, Verdade e Vida, que nos dá Deus e nos desafia a alimentar-nos de Deus, da Sua vida e do seu amor. Acentua-se a VIDA vivida e oferecida por Jesus, na CRUZ para que todos tenhamos vida e vida em abundância.

É este o grupo do 8.º Ano de catequese:

 

 

Outras fotos:

 

 

 

Para ver todas as fotos desta festa, visitar a Paróquia de Tabuaço no Facebook





Prociss�o das Velas | 12 de maio de 2015


A devoção mariana torna-se mais intensa e visível no mês de maio, com um mês inteiro dedicado a Nossa Senhora de Fátima. Ao longo de todo o mês, além das diversas peregrinações, terço, orações marianas, também a Procissão das Velas, que se vai espalhando por todo o mês, conforme as possibilidades pastorais e as tradições paroquiais. 

       Na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, a Procissão das Velas sintoniza com o Santuário de Fátima, fazendo-se no dia 12 de maio, com a presença de muitas pessoas, com a participação de todos os grupos paroquiais, Guias e escuteiros da Europa, GNR e com os bombeiros Voluntários de Tabuaço a fazerem a guarda de honra e transportarem o andor de Nossa Senhora.

       Imagens da Procissão das Velas, com a belíssima música de fundo da Irmã Maria Amélia da Costa, Franciscana Hospitaleira da Imaculada Conceição, fazendo ver as imagens em ambiente de oração e canto.

 

 

Para ver outras fotos, visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou no GOOGLE +






A devoção mariana torna-se mais intensa e visível no mês de maio, com um mês inteiro dedicado a Nossa Senhora de Fátima. Ao longo de todo o mês, além das diversas peregrinações, terço, orações marianas, também a Procissão das Velas, que se vai espalhando por todo o mês, conforme as possibilidades pastorais e as tradições paroquiais.

       Na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, a Procissão das Velas sintoniza com o Santuário de Fátima, fazendo-se no dia 12 de maio, com a presença de muitas pessoas, com a participação de todos os grupos paroquiais, Guias e escuteiros da Europa, GNR e com os bombeiros Voluntários de Tabuaço a fazerem a guarda de honra e transportarem o andor de Nossa Senhora.

 

 

       Imagens da Procissão das Velas, com a belíssima música de fundo da Irmã Maria Amélia da Costa, Franciscana Hospitaleira da Imaculada Conceição, fazendo ver as imagens em ambiente de oração e canto.

 

Para ver outras fotos, visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou no GOOGLE +





Celebra��o da Profiss�o de F� na Solenidade de Pentecostes - 24 de maio de 2015


Na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, nos últimos anos, tem escolhido a solenidade do Pentecostes para celebrar também a Profissão de Fé com os jovens adolescentes do 6.º Ano de Catequese, pois que é o Espírito Santo que nos inspira e nos permite dizer que Cristo é o Senhor, ou seja, é pelo Espírito Santo que nos tornamos cristãos, nos tornamos Igreja, comunidade dos discípulos de Jesus e missionários da Sua Boa Nova de Salvação.

       Este ano, no dia 24 de maio de 2015, 15 professantes.

 

Ana Beatriz | Ana Carolina | Ana Rafaela |Andreia Raquel | Beatriz Lamas | Bruna Sofia | Camila Pereira | Eva de Jesus | Gonçalo Pedro |Leonor |Luís Miguel |Mariana de Fátima | Ricardo | Sara Margarida |Tomás Henrique  Catequista: Conceição Balsa


Para outras fotos visitar o perfil da Paróquia de Tabuaço no Facebook.




Caminhadas marianas


Durante todo o mês de maio, o mês de Maria, recitação do Terço, na Igreja Paroquial, com a bênção do Santíssimo Sacramento. De segunda-feira a sexta-feira, pelas 21h00; aos sábados, pelas 16h30.

Aos domingos, ao início da noite, na Igreja Paroquial, o ponto de partida, a oração do terço é feita em movimento, em direção a lugares com referências religiosas. Primeiro domingo, 3 de maio, ao Recinto de Nossa Senhora da Conceição; dia 10, à Capela de São Plácido; a 17, à Capela de São Vicente; a 24, à Capela de Santa Bárbara; a 31, último domingo do mês e último dia de maio, caminhada ao Lar da Santa Casa da Misericórdia, na aproximação as imagens de Nossa Senhora da Conceição, no exterior e no átrio.





XXX Jornada Diocesana da Juventude | 16 de maio de2015


A Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) é um momento importante e que centraliza o trabalho do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil (SDPJ). Muitas outras atividades, celebrações, encontros, que o SDPJ promove e coordena. Mas sem dúvida que a JDJ, pelos meios que envolve, pelos jovens que se preparam, pelos que trabalham na Jornada em cada Zona Pastoral, é um dos momentos cruciais de todo o ano juvenil, com expectativas, com a ansiedade que cresce à medida em que se aproxima o dia, contando com muitos imponderáveis.

       A sensibilização chega às comunidades paroquiais, que contam também com imponderáveis, nomeadamente com a conjugação de outras atividades, com a vontade dos jovens... Neste espaço pastoral, a presença de cerca de 25 jovens, das paróquias de Tabuaço, maioritariamente, de Távora e de Carrazedo.

       Salienta-se que 12 elementos do GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço) participaram nos ensaios corais, ao longo de algumas semanas, integrando o Grupo Coral, formado por jovens de diversas paróquias da Diocese de Lamego.

       A XXX JDJ realizou-se em Cabaços, no Santuário de São Torcato, Zona Pastoral de Moimenta da Beira, contou com centenas de jovens, com um programa diversificado, com caminhada, worksops, celebração da Santa Missa, ponto central deste encontro juvenil, presidida por D. António Couto, Bispo de Lamego, partilha de farnéis, tarde animada com a Banda cristão de São Sebastião. O encontro terminou com a Oração do Envio, e o testemunho foi passado aos jovens da Zona Pastoral de Tarouca, onde se realizará a próxima JDJ.

       Algumas fotos:

 

 

Para ver todas as fotos consulte:

Paróquia de Tabuaço no Facebook | Paróquia de Távora no Facebook.





Festas da Catequese - maio e junho


As festas da catequese, que integram o itinerário catequético, são uma oportunidade para sublinhar um aspeto importante da catequese, no respetivo ano, e para celebrar a fé, o que se viveu e o que se aprendeu, inserindo-se na comunidade paroquial. São um ponto de chagada mas sobretudo de partida, para outros anos de catequese, para uma maior integração na comunidade, para uma participação mais consciente e assídua na vida da paróquia.

       No dia 6 de dezembro de 2014, já dentro da novena da Imaculada Conceição, a Festa do Acolhimento aos meninos do primeiro ano de catequese. No dia 19 de março de 2015, a Festa do Pai-nosso, no dia do Pai, na solenidade de São José. Seguem-se as outras festas de catequeses, nestes meses de maio e de junho. A aguardar a marcação do Sacramento do Crisma.

 





Participação do GJT no Fátima Jovem 2015


Como habitualmente nos últimos anos, o GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço) fez-se presente neste ENCONTRO NACIONAL DE JOVENS portugueses, no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, conjuntamente com os jovens da Diocese de Lamego, sob a batuta do Sdpj Lamego.
       A vivência das Jornadas Diocesanas da Juventude, encontros de reflexão, de convívio, de formação dos grupos de jovens, a nível paroquial, arciprestal e/ou diocesano, tem como ponto de referência para os jovens portugueses o Encontro Nacional. Oportunidade para estabelecer novos laços e aprofundar os laços estabelecidos em outros encontros, com a preocupação de viver a fé com alegria, testemunhando o Evangelho, comprometendo-se, com os outros, na transformação da fé.
       Algumas imagens dos nossos jovens:





Par�quia de Pinheiros | P�scoa 2015 | Fotos


A Páscoa é a festa litúrgica mais importante para os cristãos. A partir da Páscoa de Jesus, o nascimento da Igreja e dos cristãos. Um pouco por todas as comunidades se valorizam estes dias de celebração, festa, encontro e oração.

       É todo um tempo que se inicia com a Quaresma e se prolonga por 50 dias de Páscoa, até à solenidade de Pentecostes.

       O vídeo-diaporama que se segue, apresenta imagens deste ano na Paróquia de Santa Eufémia de Pinheiros, abrangendo a Quaresma, que incluiu a caminhada quaresmal, e a Semana Santa, para culminar na Páscoa, com a Visita Pascal.

       Como música de fundo, o grupo SIMPLUS, com o tema: "A Promessa".





Paróquia de Tabuaço | Semana Santa 2015


Vivemos mais um momento de extraordinária beleza e que nos centra no mistério pascal de Jesus, paixão e morte redentora e ressurreição de entre os mortos.

 

 

     A Semana Santa teve diversos momentos de celebrações. Iniciou com a bênção de Ramos na Capela de Santa Bárbara, prosseguindo com a Eucaristia, com a leitura do Evangelho da Paixão segundo São Marcos. Ao fim do dia a celebração da Via-sacra Paroquial, com a encenação das diversas Estações, com crianças, jovens e adultos, envolvendo diversos grupos paroquiais.

       Na quarta-feira, 1 de abril, o DIA DO PERDÃO com a exposição e adoração do Santíssimo Sacramento, a partir das 8h00 até às 18h30, sob a orientação dos diversos grupos eclesiais. A partir das 17h00, tempo de Confissões e pelas 18h30, a celebração da Santa Missa.

       A quinta-feira santa, depois da preparação do espaço, pelas 20h30, a celebração da Ceia do Senhor, fazendo memória da Instituição da Eucaristia e com o Lava-pés. No final a trasladação do Santíssimo para a Capela de Santa Bárbara.

       Durante a sexta-feira santa, visita ao Santíssimo Sacramento, no sacrário da Capela de Santa Bárbara. Pelas 20h30, a Adoração da Santa Cruz, com os três momentos litúrgicos: liturgia da Palavra; adoração da Santa Cruz; comunhão. No final, procissão do Senhor morto para a Capela de Santa Bárbara, onde permaneceu durante do dia de sábado.

       Chegou a noite de Sábado Santo, com a Vigília Pascal a iniciar pelas 21h00, com a bênção do Lume Novo, e do Círio Pascal, prosseguindo com a Liturgia da Palavra (leituras, salmos, orações), com a Liturgia batismal e com a liturgia eucarística.

       Manhã cedo de DOMINGO DE PÁSCOA, Visita Pascal, anúncio da Ressurreição de casa em casa, culminando, ao MEIO-DIA com a solene Eucaristia da Ressurreição de Jesus.

       A Páscoa é sempre um desafio renovado a deixar-nos encontrar por Jesus crucificado-ressuscitado.

       Algumas FOTOS no vídeo-diaporama, com três belíssimas músicas de fundo: Hino da JMJ de Roma, "Emanuel"; "Paz", Grupo Coral de São João Bosco; "Eu Te bendigo Senhor", Grupo Infinitus:





Solenidade de São José | Dia do Pai | Festa do Pai-nosso


No dia 19 de março, como habitualmente a solenidade de São José, com a comemoração do Dia do Pai. Este ano, na nossa paróquia, a celebração da Festa do Pai-nosso, com os meninos do 2.º Ano de Catequese.

 





GJT na Vig�lia de Ora��o pela Unidade dos Crist�os, na Igreja de Almacave


No dia 24 de janeiro de 2015, realizou-se, na Igreja Paroquial de Almacave, uma Vigília de Oração pela Unidade dos Cristãos, dentro do Oitavário de Oração pela Unidade dos Cristãos (18 a 25 de janeiro de cada ano).

       A iniciativa, solicitada pelo Bispo da Diocese de Lamego, D. António Couto, foi coordenada pelo Grupo de Jovens de Almacave - aproveitando o formato da Oração de Taizé que acontece no terceiro sábado de cada mês -, pelo SDPJ de Lamego e pelo Departamento Diocesano para o Ecumenismo.

       Da Paróquia de Tabuaço, a participação do Grupo de Jovens (GJT), alguns adultos, e também a participação de dois jovens de Carrazedo.

       Uma ou outra imagem, sabendo-se que os momentos de oração, neste formato, convidam à oração, ao silêncio, ao canto, e demovem as fotos.





Boletim Paroquial Voz Jovem - outubro a dezembro de 2014


Como se costume dizer, tarde é o que nunca chega. Aí está o boletim Paroquial Voz Jovem, referente aos meses de outubro - dezembro de 2014, já distriuído em formato de papel. Como expectável, a primeira página é toda dedicada à Festa da Padroeira, Imaculada Conceição, apostando em algumas fotos expressivas desta celebração, com a presença de toda a comunidade, dos Bombeiros Voltuntárias, que A têm como Madrinha, das Guias e Escuteiros da Europa e de todos os grupos paroquiais.

A última página é toda inteira dedicada à Festa de Natal da Catequese, seguindo a mesma lógica da primeira página, preenchida com fotos deste dia, com os diversos anos da catequese e com o Grupo de Jovens.

Nas páginas centrais vários temas retratados: Bodas de Ouro Matrimoniais, Festa do Acolhimento, Compromisso de Acólitos 2014, Festa da Imaculada Conceição, Festa de Natal da Catequese, Missa do Galo e participação do GJT, Vigília Missionária, em Castro Daire, com a participação do GJT.

vj_out-dez-2014.jpgO Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





M�rtir S�o Sebasti�o, Padroeiro Principal da Diocese de Lamego


gregorio_s.sebastiao-1[1].0

Celebrámos, neste dia 20 de janeiro, na nossa Diocese de Lamego, a solenidade do Padroeiro principal, mártir São Sebastião, o bom soldado de Cristo. O patrono escolhido deverá ser uma referência que inspire a viver o Evangelho na identificação com Jesus Cristo, morto e ressuscitado.

Quando uma terra e/ou uma comunidade escolhe um patrono isso deve-se ao seu carisma e à vontade de seguir a sua determinação e o exemplo da sua vida. Os santos mártires ganharam uma enorme projeção nas comunidades cristãs dos primeiros séculos e pelos séculos seguintes.

É nesta perspetiva que São Sebastião, Santa Eufémia, Santa Inês, Santa Luzia, São Vicente, diácono, Santa Bárbara, se impõem por todo o mundo cristão, pelo testemunho de fidelidade ao Evangelho, a Jesus Cristo, arriscando a própria vida. Foi também uma forma de catequizar as comunidades, pregar através de exemplos concretos.

A vida de São Sebastião, naquilo que a tradição assimilou e transmitiu, é um exemplo como a fé ajuda a ultrapassar os obstáculos da vida e como o cristão se pode santificar nas mais diversas profissões e/ou ocupações. Mais forte que tudo é o amor a Deus.

Descendente de uma família nobre, terá nascido em Narbona, sul de França, em meados do século III. Segundo a maioria dos estudiosos, os seus pais eram de Milão, onde cresceu até se mudar para Roma. Mas também há quem defenda que o pai era natural de Narbona e Sebastião tenha nascido em Milão.

Em nome da religião enveredou por uma carreira militar, para desse modo defender os cristãos que sofriam uma terrível perseguição. As suas qualidades são amplamente elogiadas: figura imponente, prudência, bondade, bravura, era estimado pela nobreza e respeitado por todos.

De Milão, o jovem soldado deslocou-se para Roma, onde a perseguição era mais intensa e feroz, para testemunhar a fé e defender os cristãos.

O imperador Diocleciano, reconhecendo nele a valentia e desconhecendo a sua religião, nomeou-o capitão general da Guarda Pretoriana. Animava os condenados para que se mantivessem firmes e fiéis a Jesus Cristo.

Primeiro cai nas graças do imperador, logo a defesa da fé cristã e a intercessão pelos cristãos perseguidos desencadeiam a sua morte. Cada novo mártir que surgia tornava-se um alento e um desafio para Sebastião. Foi denunciado por Fabiano, então Governador Romano. Diocleciano acusou-o de ingratidão. Foi cravado por flechas, até o julgarem morto.

A iconografia é muito plástica a seu respeito, inconfundível. São Sebastião é representado com o corpo pejado com várias setas, e surge preso a um tronco de árvore.

Guercino-Barbieri-Giovanni-Francesco-Saint-Sebastian

Entretanto uma jovem, de nome Irene (santa Irene?) passou e verificou que ainda estava vivo. Levou-o para casa e curou-lhe as feridas. Ainda não completamente restabelecido, mas já com algumas forças e persistência voltou junto do imperador para defender os cristãos, condenando-lhe a impiedade e injustiça.

Diocleciano mandou que fosse chicoteado até à morte e depois deitado à Cloaca Máxima, o lugar mais imundo de Roma. O corpo foi recuperado e sepultado nas catacumbas da Via Ápia. Faleceu a 20 de janeiro de 288, ou 300.

Logo após o seu martírio começou a ser venerado como santo.

Testemunhou a fé, com coragem e alegria, a partir da sua vida, como jovem soldado, cristão. Daqui se conclui que a santidade é possível em qualquer trabalho, em qualquer vocação, em qualquer compromisso humano.

O tempo e o ambiente em que vivemos não é de perseguição declarada aos cristãos, mas a nossa tarefa não é mais fácil que a de São Sebastião. A sua fé confrontou-se com a perseguição, ajudando aqueles que estavam próximos de desanimar.

Quantas vezes nos deixamos contagiar por um contexto, por valores e leis contrários à fé que professamos? Quantas oportunidades para nos afirmarmos cristãos? Quantas formas de perseguição aos valores que defendemos? Quantos cristãos precisam que os animemos na sua fé, na sua caminhada espiritual?!

?????????????????????????

Vale a pena ler e meditar um texto de SANTO AMBRÓSIO sobre o Salmo 118, apresentando São Sebastião como testemunha fiel de Cristo, e que é hoje apresentado na Liturgia das Horas:

Testemunha fiel de Cristo

É necessário passar por muitas tribulações para entrar no reino de Deus. As muitas perseguições correspondem muitas provações: onde há muitas coroas de vitória tem de ter havido muitos combates. É bom para ti que haja muitos perseguidores, pois entre tantas perseguições mais facilmente encontrarás o modo de ser coroado.

Consideremos o exemplo do mártir Sebastião, que hoje celebramos.

Nasceu em Milão. Talvez o perseguidor já se tivesse afastado, ou talvez ainda não tivesse vindo a este lugar, ou seria mais condescendente. De qualquer modo, Sebastião compreendeu que aqui, ou não haveria luta, ou ela seria insignificante.

Partiu para Roma, onde grassavam severas perseguições por causa da fé; aí foi martirizado, isto é, aí foi coroado. Deste modo, ali onde tinha chegado como hóspede, encontrou a morada da imortalidade eterna. Se não houvesse mais que um perseguidor, talvez este mártir não tivesse sido coroado.

Mas o pior é que os perseguidores não são só aqueles que se veem: há também os que não se veem, e estes são muito mais numerosos.

Assim como um único rei perseguidor emitia muitos decretos de perseguição, e desse modo havia diversos perseguidores em cada uma das cidades ou das províncias, também o diabo envia muitos servos seus a mover perseguições, não apenas no exterior, mas dentro da alma de cada um.

Destas perseguições foi dito: Todos os que querem viver piedosamente em Cristo Jesus sofrem perseguição. E disse ‘todos’, não excluiu nenhum. Quem poderia na verdade ser excetuado, quando o próprio Senhor suportou os tormentos das perseguições?

Quantos há que, em segredo, todos os dias são mártires de Cristo e dão testemunho do Senhor Jesus! Conheceu esse martírio aquele apóstolo e testemunha fiel de Cristo, que disse: Esta é a nossa glória e o testemunho da nossa consciência.

FONTES:

Secretariado Nacional da Liturgia;

J. H. BARROS DE OLIVEIRA (2003). Santos de todos os Tempos, Apelação: Paulus Editora





Missa do Galo / Missa da Noite | 2014


Ao longo dos últimos anos, a nossa comunidade tem celebrado a Missa da Noite de Natal, mais conhecida como Missa do Galo.

       O Galo simboliza o alvorecer do novo dia, nova vida. Ainda todos dormem e já o galo desperta e nos desperta. Nos campanários das Igrejas, desde dos primeiros séculos, encontram-se galos em pedra ou ferro, também desenhados ou esculpidos em alguns túmulos cristãos, evocando, por exemplo, a palavra de São Paulo: «Desperta, tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo brilhará sobre ti» (Ef 5, 14). Há quem atribua a designação de Missa do Galo ao episódio em que são Pedro nega por três vezes Jesus e cujo galo cantou lhe lembra a negação.

       Pelas 0h00 do dia 25 de dezembro (ou 24h00 do dia 24 de dezembro?), um bom grupo de pessoas reúne-se na Igreja para celebrar Natal de Jesus e com Jesus no centro. Deixaram a comodidade das suas casas, a alegria festiva em família, para celebrar a razão principal do Natal, a vinda de Deus, encarnando em Jesus. Mais novos e mais velhos.

       Depois do Evangelho, o Grupo de Jovens (GJT) encenou uma peça de Natal: Anunciação a Zacarias; anunciação a Nossa Senhora; Visitação de Nossa Senhora à Sua prima Isabel; Nascimento de Jesus; Adoração dos Pastores e dos Magos.

       Tradição também nesta celebração, no momento do Beijar do Menino, a bênção e a distribuição de pequenos pãos, relembrando que Jesus é verdadeiramente o Pão da Vida, mas também para que Deus nos dê a todos o pão de cada de dia, dando-nos a generosidade da partilha.

 

       Algumas imagens desta celebração:

 

Para ver outras fotos, visite-nos no Facebook: Paróquia de Tabuaço

ou no GOOGLE +





Festa de Natal da Catequese - 2014


Último sábado antes do Natal, a Festa da Catequese à volta da quadra natalícia, realizou-se a 20 de dezembro de 2014. A Festa de Natal iniciou com a celebração da Santa Missa, prosseguindo com a apresentação de uma peça do Natal - encenação do Nascimento de Jesus, pelo Grupo de Jovens, seguindo-se a intervenção dos diversos anos de catequese. A festa encerrou com nova peça sobre o Natal - A Estrela anuncia que Jesus é a Luz do mundo, novamente pelo Grupo de Jovens, finalizando com todos no palco - crianças, catequistas, GJT - a cantar e desejar Feliz Natal a todos os presentes.

Algumas fotos:

Para outras fotos da Festa e da preparação visite-nos:

Paróquia de Tabuaço no Facebook

e no GOOGLE PLUS.





Festa da Imaculada Concei��o | Festa da Padroeira | 2014


Festa da comunidade. A Paróquia de Tabuaço tem como Padroeira a Imaculada Conceição (PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO), daí que este dia, 8 de dezembro, seja a Festa da Comunidade, envolvendo os crentes, os paroquianos, os Guias e Escuteiros da Europa, os Bombeiros Voluntários de Tabuaço, que A adotaram como Madrinha.

Depois de uma novena de preparação, a grande solenidade. É em dias como este que a Igreja se torna maior, para congregar todos os que se sentem filhos de Maria, pelos que acompanham os seus familiares, ou por outros tantos motivos que só Deus saberá. Aí estão imagens da Eucaristia, da Procissão e da bênção de mais uma Ambulância. Na celebração da Eucaristia, presidida pelo pároco, a presença amiga do Pe. Jorge Giroto e do Pe. Rui Manuel Borges (Pároco de Caria e do Carregal), o Pregador da Novena e da Festa.

DSCF3189.JPG

DSCF3190.JPG

DSCF3193.JPG

DSCF3202.JPG

DSCF3209.JPG

DSCF3218.JPG

DSCF3342.JPG

DSCF3382.JPG

DSCF3401.JPG

 Para visualizar outras FOTOS visite a Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou o nosso perfil no GOOGLE +





Festa do Acolhimento - 2014.2015


A festa do Acolhimento aos meninos e meninas do 1.º Ano da Catequese é sempre uma momento de grande ternura e grande festa, ainda que esta seja simples, procurando que aqueles que pela primeira vez frequentam a catequese se sintam acolhidos na comunidade e, esta por sua vez, sinta a missão especial de acolher bem os que vêm.

Este ano, a festa do acolhimento foi inserida dentro da novena da Imaculada Conceição, no sábado imediatamente anterior à grande solenidade, 6 de dezembro. Algumas imagens desta celebração:

DSCF3102.JPG

DSCF3105.JPG

DSCF3175.JPG

DSCF3178.JPG

DSCF3179.JPG

DSCF3181.JPG

 Para outras fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou o nosso perfil do GOOGLE +





Compromisso dos Ac�litos - 2014


Como habitualmente, no sábado anterior à solenidade da Imaculada Conceição, Padroeira da Paróquia de Tabuaço, o Compromisso dos Acólitos. Este ano calhou no dia 6 de dezembro, e realizou-se na mesma celebração da Festa do Acolhimento aos meninos do primeiro ano da catequese.

Depois de um tempo de preparação, teórica e prática, o compromisso de 3 novos acólitos: o Marco, a Liliana e o Virgílio. Para os acolherem os Acólitos mais crescidos. A catequista deste ano da catequese, a Márcia Ribeiro, ambientou o contexto do compromisso na ligação à catequese. O Pedro, um dos representantes do Grupo de Acólitos no Conselho Pastoral Paroquial, convocou os Acólitos ao compromisso e apresentou os novos acólitos.

Ficam algumas imagens:

DSCF3133.JPG

DSCF3134.JPG

DSCF3136.JPG

DSCF3139.JPG

DSCF3141.JPG

DSCF3142.JPG

DSCF3145.JPG

 Para outras imagens visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou o nosso GOOGLE +





Par�quia de Tabua�o | Magusto da Catequese


A 11 de novembro, a celebração do lendário São Martinho, comem-se as castanhas e prova-se o vinho (ou não!). A Catequese Paroquial, quando o São Martinho não coincide com o sábado, adia o dia, mas não a romaria. E assim, no sábado, 15 de novembro, o Magusto da Catequese. Depois da celebração da Santa Missa, o encontro marcado para o Centro Paroquial: crianças, catequistas, pais, e as pessoas que se quiseram associar.

       Sobre a mesa, as castanhas, mas também a partilha das catequistas, bolas e bolos, o bolo-rei oferecido, como habitualmente pela Panificadora, que assa as castanhas também. O regalo dos mais novos são as pizzas... se alguém se atrasa, quando chega estas já eram...

       Algumas imagens desta jornada:

Para outras fotos deste dia visite a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou o nosso GOOGLE PLUS.





Boletim Paroquial Voz Jovem - julho a setembro de 2014


Com alguns dias de atraso, aí está o Boletim da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Voz Jovem, trimestral, julho a setembro de 2014, recolhendo, em imagens e em texto acontecimentos, celebrações, vivências. Este número é especialmente dedicado à catequese paroquial, recordando em particular a Primeira Comunhão e a Profissão de Fé, mas também outras festas da Catequese, realizadas em maio e junho, bem como o encerramento da catequese. Faz eco do encontro-convívio do Grupo Coral de Nossa Senhora da Conceição com o Grupo Coral dos Bombeiros Voluntários Cruz Verde, de Vila Real, desta feita como "visitantes".

Entrando no verão, a participação de jovens no IV Verão em Missão, em Vila da Ponte. E, por último, mas não menos importante, o início do novo ano pastoral, com a participação no Dia da Igreja Diocesana, no Seminário Maior de Lamego, e, assinado pelo pároco, o enquadramento do novo ano pastoral, partindo da Carta Pastoral de D. António Couto à Diocese de Lamego, sob o lema: Ide e construí com mais amor a família de Deus.

VJ_julho_setembro2014.jpg

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Par�quia de Pinheiros | Festa e romaria de Santa Euf�mia | 2014


       O dia 16 de setembro é dia de festa e romaria na Paróquia de Pinheiros, cuja festa e padroeira é santa Eufémia, atraindo pessoas das paróquias da Zona Pastoral de Tabuaço e paróquias vizinhas de Armamar e de Moimenta da Beira, para cumprirem promessa, rezar por intercessão de Santa Eufémia, fazer súplicas, agradecer. A festa é precedida de Novena. No sábado anterior, a Procissão das Velas em honra de Nossa Senhora do Rosário. No dia 17, festa em honra de Santa Bárbara, num ambiente mais familiar.
       Música de fundo retirado do CD "A Alegria de Crer", 10.º Ano de Catequese, Edições Salesianas.




Carta Pastoral de D. António Couto, Bispo da Diocese de Lamego - 2014-15


IDE E CONSTRUÍ COM MAIS AMOR A FAMÍLIA DE DEUS

 

 

«Os filhos são um dom de Deus»

(Salmo 127,3)

«Toda a paternidade, como todo o dom perfeito, vêm do Alto, descem do Pai das Luzes»

(Tiago 1,17; cf. Efésios 3,15).

«Sois membros da família de Deus»

(Efésios 2,19)

 

O amor fontal de Deus-Pai

1. «Deus é amor» (1 João 4,8 e 16) e «amou-nos primeiro» (1 João 4,19), e «nós amamos, porque Deus nos amou primeiro» (1 João 4,19). Então, o amor que está aqui, o amor que está aí, o amor que está em mim, o amor que está em ti, o amor que está em nós, «vem de Deus» (1 João 4,7), e «quem ama nasceu de Deus» (1 João 4,7). Deus amou-nos primeiro, ama-nos e continua a amar-nos sempre primeiro com amor-perfeito (êgapêménos: part. perf. pass. de agapáô), isto é, amor preveniente, fiel, consequente, permanente (1 Tessalonicenses 1,4; Colossenses 3,12). Ama-nos a nós, que estamos aqui, e foi assim que nós começámos a amar. Se não tivéssemos sido amados primeiro, e não tivéssemos recebido o testemunho do amor, não teríamos começado a amar, e nem sequer estaríamos aqui, porque «quem não ama, permanece na morte» (1 João 3,14), sendo então a morte, não o termo da vida, mas aquilo que impede de amar, e, portanto, de nascer!

 

2. Portanto, se «quem ama nasceu de Deus» (1 João 4,7), o amor que há em nós é remissivo, remete para outrem, remete para a origem. O que é a origem? A origem é o que está antes do começo, a quem a Bíblia e uma parte da humanidade chamam Deus, e nós, cristãos, por imagem, chamamos «Pai». Nova genealogia do amor: o Pai ama o Filho (João 3,35; 5,20), e ama também o mundo (João 3,16), a ponto de enviar o seu Filho ao mundo para lhe manifestar esse amor (João 3,16; 1 João 4,9-10). Só o semelhante conhece o semelhante, e lhe pode comunicar o seu amor. O Pai ama e conhece o Filho Unigénito, e comunica-lhe o seu amor. Como o Pai ama e conhece o Filho Unigénito, também o Filho Unigénito ama e conhece o Pai (Mateus 11,27), e o pode revelar os seus discípulos fiéis (João 15,9), tendo, para tanto, de descer ao nosso nível, fazendo-se homem verdadeiro, semelhante a nós (Filipenses 2,7; Hebreus 2,17). Na verdade, comunica-nos o amor do Pai, e dá-nos a conhecer tudo o que ouviu do Pai (João 15,15). E nós somos convidados a entrar nesse divino colóquio, a acolher esse amor desmesurado, e a passar a amar dessa maneira, como fomos e somos amados (João 13,34; 15,12).

 

3. Assim, o amor que está em nós, ou em que estamos nós, o amor entre marido e esposa, entre pais e filhos, entre amigos, entre nós, não provém nem de uns nem de outros. Nem sequer de si mesmo. O amor não é meu nem é teu. O amor não é nosso. O amor é dado. Claro. Se «quem ama nasceu de Deus», não é nossa a patente do amor, e temos mesmo de ser extremamente cuidadosos quando pretendemos ajuizar acerca do amor que há nos outros. A antiga equação nivelada: «Ama o próximo como a ti mesmo» (Levítico 19,18), é plenificada e subvertida pela equação paradoxal: «como Eu vos amei» (João 13,34; 15,12). Mesmo aqueles que desconhecem a fonte do amor, é dela que o recebem. Neste sentido, em que a fé se une à razão, não é o casal que faz o amor; é o amor que faz o casal. Do mesmo modo que não é o casal que faz os filhos; é o amor que os faz. São um dom de Deus (Salmo 127,3). Atravessa-nos um calafrio quando nos apercebemos que a humanidade transmite, de idade em idade, de pais para filhos, algo de eterno. Amor eterno, tão terrivelmente ameaçado de idade em idade!

 

4. É esse amor eterno, primeiro e derradeiro, verdadeiro, que nos faz nascer como irmãos. O lugar que, de forma mais imediata, nos mostra a fraternidade, é a família. E é verdade que, numa família, os filhos, não deixando de ser diferentes na ordem do nascimento, da saúde, da inteligência, temperamento, sucesso, são iguais. E são iguais, não obstante as suas acentuadas diferenças. São iguais, não em função do que são ou do que têm ou do que fazem, mas em função daquilo que lhes é dado e feito. Em função do amor que os precede, o amor dos seus pais, e, em primeira ou última instância, o amor fontal de «Deus-Pai» (Ad gentes, n.º 2), pois nós somos também, diz o Apóstolo, filhos de Deus (1 João 3,2), filhos no Filho (Romanos 8,17.29), membros da família de Deus (Efésios 2,19). É esse amor primeiro que nos torna livres e iguais, logo irmãos. A fraternidade é o lugar em que cada um vale, não por aquilo que é, por aquilo que tem ou por aquilo que faz, mas por aquilo que lhe é feito, antes e independentemente daquilo que deseja, pensa, projeta e realiza, e em que o seu ser é ser numa relação de amor incondicionada, que não é posta por ele, mas em que ele é posto. A verdadeira fraternidade ensina-nos que a nossa consciência não é a autoconsciência daquilo que fazemos, mas a hétero-consciência daquilo que nos é feito e que nós somos sempre chamados a reconhecer e a cantar com renovada alegria, como Maria: «O Todo-poderoso fez em mim grandes coisas» (Lucas 1,49).

O limiar do mistério em cada nascimento

5. Ó abismo da riqueza, da sabedoria e da ciência de Deus! (Romanos 11,33). Ó abismo do amor de Deus! Caríssimos pais e mães, os filhos que gerais e que vedes nascer, são, antes de mais, vossos ou são de Deus? Dir-me-eis: este filho é nosso, fomos nós que o geramos, fui eu que o dei à luz, nasceu neste dia, tenho aqui a cédula de nascimento. E eu pergunto ainda: sim, mas porquê esse, e não outro? É aqui, amigos, que entra o para além da química e da biologia, entenda-se, o para além de nós. É aqui, amigos, que entramos no limiar do mistério, na beleza incandescente do santuário, onde o fogo arde por dentro e não por fora. É aqui que paramos ajoelhados e comovidos à beira do inefável e caímos nos braços da ternura de um amor maior, novo, paternal, maternal, que nenhuma pesquisa biológica ou química explicará jamais. Todo o nascimento traz consigo um imenso mistério. Sim, porquê este filho, e não outro? Porquê este, com esta maneira de ser, este boletim de saúde, este grau de inteligência, estas aptidões, esta sensibilidade própria? Sim, outra vez, porquê este filho, e não outro, com outra maneira de ser, outro boletim de saúde, outro grau de inteligência, outras aptidões? Fica patente e latente, evidente, que, para nascer um bebé, não basta gerá-lo e dá-lo à luz. Quando nasce um filho, é também Deus que bate à nossa porta, é também Deus que entra em nossa casa, é também Deus que se senta à nossa mesa, é também Deus que nos visita. Há outra paternidade, a de Deus, por detrás da nossa vulgar paternidade, participação da verdadeira paternidade de Deus. Na verdade, «toda a paternidade, como todo o dom perfeito, vêm do Alto, descem do Pai das Luzes» (Tiago 1,17; cf. Efésios 3,15).

Membros de uma nova família

6. Há, portanto, também uma nova familiaridade. A partir de Deus. Na verdade, no comportamento Misericordioso de Jesus transparece uma nova familiaridade, que assenta a sua fundação muito para além dos meros laços biológicos e anagráficos das nossas famílias. Prestemos atenção ao luminoso dizer de Jesus no caixilho literário de Marcos:

«E vem a mãe dele e os irmãos dele, e, ficando fora, enviaram quem o chamasse. E estava sentada à volta dele a multidão, quando lhe dizem: “Eis que a tua mãe e os teus irmãos e as tuas irmãs estão lá fora e procuram-te”. E respondendo-lhes, diz: “Quem é a minha mãe e os meus irmãos?”. E tendo olhado à volta, para os que estavam sentados em círculo ao seu redor, diz: “Eis a minha mãe e os meus irmãos. Na verdade, aquele que faz a vontade de Deus, este é meu irmão e irmã e mãe”» (Marcos 3,31-35).

Ensinamento espantoso de Jesus que põe em causa a validade de uma maternidade e fraternidade meramente biológicas, fundadas sobre os direitos do sangue [«a tua mãe e os teus irmãos e as tuas irmãs… procuram-te»], para afirmar uma nova familiaridade aberta pelo horizonte novo do éschaton, do último, do primeiro e último, do novíssimo: «aquele que faz a vontade de Deus, este é meu irmão e irmã e mãe». No novo horizonte da vontade do Pai, não se deixa de ser mãe, irmão ou irmã. Não são, porém, esses laços familiares que nos dão direito a amar e a ser amados, mas o termos sido encontrados pelo Amor, que agora somos chamados a testemunhar. «Vós sois testemunhas (mártyres) destas coisas», diz Jesus (Lucas 24,49). Sermos designados por Jesus testemunhas das coisas de Jesus é sermos chamados a envolver-nos de tal modo na história e na vida de Jesus, a ponto de a fazermos nossa, para a transmitir aos outros, não com discursos inflamados ou esgotados, mas com a vida! Sim, aquela história e aquela vida são a nossa história e a nossa vida. Sentir cada criança como filho, cada mulher como mãe e todo o semelhante como irmão ou irmã não é simples retórica, mas a transcrição verbal do novo real compreensível à luz do projeto Criador, Primeiro e Último, em que o mundo aparece como uma única casa e os seus habitantes como uma só família. Nascerá então o mais belo relato. Sim, o relato re-lata, isto é, põe em relação, une, reúne, enlaça, entrelaça. E re-lata, isto é, põe em relação, une, reúne, enlaça, entrelaça duplamente: primeiro, porque faz uma re-lação dos acontecimentos, unindo-os para formar um belo colar; segundo, porque põe em relação o narrador e o narratário. Sim, quando eu e tu e ele e ela, nós todos, relatarmos a mesma história, e não histórias diferentes, nesse dia luminoso e bendito começamos a nascer como irmãos, não pelo sangue, mas pela liberdade. Sim, só o relato nos pode aproximar tanto, fazendo-nos, não apenas estar juntos, mas nascer juntos, como irmãos. Portanto, irmãos e amigos, deixai que grite bem alto aos vossos ouvidos: mais amor, mais família, mais oração, mais missão, mais formação. Mais. Mais. Mais.

O sentido da vida recebida e dada

7. Na origem dos nossos termos «matrimónio» e «património» está o «dom» como «munus», como bem sublinha e explica o famoso linguista francês Émile Benveniste, seguido por Eugenia Scabini e Ondina Greco, no domínio da psicologia social. Munus faz parte de uma rede de conceitos relacionais, que obriga a uma «restituição». Quem não entra neste jogo do munus diz-se immunus, «imune». E voltam as perguntas contundentes: quem recebe a vida, como e a quem a restitui? Salta à vista que não podemos «restituir» a vida a quem no-la deu. Há, neste domínio, uma assimetria originária nas relações familiares. Verificada esta impossibilidade de «restituir» a vida a quem no-la deu, poderíamos pensar em «restituir» em termos análogos: então, o filho poderia, por exemplo, responder ao dom da vida recebida, tomando a seu cargo e cuidado os pais enfraquecidos e velhinhos. Mas este não é o único modo de «restituição» nem o mais significativo. O equivalente simbólico mais próximo é «restituir» em termos generativos (generativo e generoso têm a mesma etimologia), dando, por sua vez, a vida e assumindo a responsabilidade de pôr no mundo uma nova geração. Dar a vida e tomar a seu cuidado uma nova geração é mesmo o modo mais apropriado de «restituir» à geração precedente. Situação paradoxal: respondemos ao débito que nos liga à geração anterior com um crédito em relação à geração seguinte. E os avós têm muito a ganhar com os netos, e estes com aqueles. Todos sabemos. Da família humana à grande família de Deus, passando pela família religiosa. Também por isso, a Bíblia é um livro de nascimentos e de transmissão: da vida e da fé e da graça. Vamo-nos hoje apercebendo de que o mundo em que estamos tem muitas dificuldades em transmitir a vida e a fé e a graça, a cháris, o carisma, que envolve a nossa vida pessoal e da nossa família humana, mas também a vida da Igreja, família de Deus, e das diferentes famílias religiosas. Talvez por isso, nos voltemos tanto para trás, e se fale tanto em voltar às origens, refundar. Mas o caminho a empreender não passará mais por gerar novos filhos na vida e na fé e no carisma? Parece-me que é esta a tarefa que todos temos pela frente, em casa, na Igreja, família de Deus, e nas famílias religiosas.

Missão: «restituição» para a frente

8. Impõe-se, portanto, não a preservação, a conservação, a autoconservação, mas a missão, que é a verdadeira «restituição» a Deus e aos irmãos. Já atrás nos ocupámos a verificar, em termos familiares, a impossibilidade de «restituir» a vida a quem no-la deu. O Salmista também se pergunta no que a Deus diz respeito: «Como «restituirei» ao Senhor por todos os seus benefícios que Ele me deu?» (Salmo 116,12). Sim, como «restituirei» ao Senhor o amor que há em mim? Como «restituiremos» ao Senhor o amor que há em nós? O Salmista responde: «O cálice da salvação erguerei, e o Nome do Senhor invocarei. Os meus votos ao Senhor cumprirei, diante de todo o seu povo» (Salmo 116,13-14). Sim, o Salmista sabe bem que não pode «restituir» diretamente a Deus, mas sabe também que pode sempre agradecer a Deus (restituição análoga), e, passando de mão em mão, em fraterna comunhão, o cálice da salvação, anunciar a todos que Deus atua em favor do seu povo, faz em nós grandes coisas, sendo este anúncio ação de evangelização ou generosa «restituição» generativa. É assim que, de forma empenhada, generosa e apaixonada, como testemunha S. Paulo, se vão gerando (1 Coríntios 4,15; Filémon 10) e dando à luz novos filhos (Gálatas 4,19).

 

9. Amados irmãos e irmãs, não nos é permitido, nesta encruzilhada da história, ficar quietos, desanimados, tristes e calados. Ou simplesmente entretidos, ensonados e descomprometidos, como crianças sentadas nas praças, que não ouvem, não ligam, não respondem (Mateus 11,16-17; Lucas 7,31-32). Para esta tarefa imensa da transmissão da fé e do amor e da vida verdadeira, vida em grande, todos estamos convocados. Ninguém se pode excluir, ou ficar simplesmente a assistir. São sempre necessários e bem-vindos mais corações, mais mentes, mais entranhas, mais braços, mais mãos, mais pés, mais irmãos. Uma Igreja renovada multiplica as pessoas que realizam serviços e acrescenta os ministérios. A nossa vida humana e cristã tem de permanecer ligada à alta tensão da corrente do Amor que vem de Deus. E temos de ser testemunhas fortes e credíveis de tanto e tão grande Por isso e para isso, podemos aprender a rezar a vida com o orante do Salmo 78:

«As coisas que nós ouvimos e conhecemos,

o que nos contaram os nossos pais,

não o esconderemos aos seus filhos,

contá-lo-emos à geração seguinte:

os louvores do Senhor e o seu poder,

e as suas maravilhas que Ele fez.

Ele firmou o seu testemunho em Jacob,

e a sua instrução pôs em Israel.

E ordenou aos nossos pais,

que os dessem a conhecer aos seus filhos,

para que o saibam as gerações seguintes,

os filhos que iriam nascer. 

Que se levantem e os contem aos seus filhos,

para que ponham em Deus a sua confiança,

não se esqueçam das obras do Senhor,

e guardem os seus mandamentos» (Salmo 78,3-7).

Amados irmãos e irmãs, há coisas que não podemos mais dizer sentados, que é como quem diz, assim-assim, de qualquer maneira ou de uma maneira qualquer. O Amor de Deus, que enche a nossa vida, tem de ser dito com a vida levantada, com um dizer grande, transbordante, contagiante e transformante, com razão, emoção, afeto e paixão. Retomo o dizer do orante e transmissor da fé: «Que se levantem e os contem aos seus filhos» (Salmo 78,6). Ou, de outra maneira: «Uma geração enaltece à outra as tuas obras» (Salmo 145,4). Ou como Maria: «A minha alma engrandece o Senhor» (Lucas 1,47).

Todos-para-todos

10. Para esta tarefa imensa da transmissão da fé e do amor e da vida verdadeira, vida em grande, convoco todos os diocesanos da nossa Diocese de Lamego: sacerdotes, diáconos, consagrados, consagradas, fiéis leigos, pais, mães, avôs, avós, famílias, jovens, crianças, catequistas, acólitos, leitores, agentes envolvidos na pastoral, membros dos movimentos de apostolado. A todos peço a graça de promoverem mais encontros de oração, reflexão, formação, partilha e amizade. Mais. Mais. Mais. A todos peço a dádiva de uma mão de mais amor às famílias desconstruídas e a todos os irmãos e irmãs que experimentam dificuldades e tristezas. Mais. Mais. Mais. A todos peço que experimentemos a alegria de sairmos mais de nós ao encontro de todos, para juntos celebrarmos o grande amor que Deus tem por nós e sentirmos a beleza da sua família toda reunida. Que cada um de nós sinta como sua primeira riqueza e dignidade a de ser filho de Deus. E para todos imploro de Deus a sua bênção, e de Maria a sua proteção carinhosa e maternal.

Santa Maria de um amor maior,

do tamanho do Menino que levas ao colo,

diante de ti me ajoelho e esmolo

a graça de um lar unido ao teu redor. 

Protege, Senhora, as nossas famílias,

todos os casais, os filhos e os pais,

e enche de alegria, mais e mais e mais,

todos os seus dias, manhãs, tardes, noites e vigílias. 

Vela, Senhora, por cada criança,

por cada mãe, por cada pai, por cada irmão,

a todos os velhinhos, Senhora, dá a mão,

e deixa em cada rosto um afago de esperança.

 

Lamego, 27 de setembro de 2014, Dia da Igreja Diocesana

+ António, vosso bispo e irmão

 

 

Faça o download da



Documento para download: Carta_Pastoral_D.Antnio_Couto_Famlia.pdf



Boletim de Santa Euf�mia de Pinheiros


Quarta edição do Boletim Santa Eufémia, da Paróquia de Pinheiros. Sendo anual, o Boletim procura avivar a memória do último ano, cujo celebração mais mobilizadora é a Festa da Padroeira, Santa Eufémia. Mas nem só desta festa é feio o boletim, também outras vivências, celebrações, como os 500 anos do Foral, a Festa do Emigrante, a Páscoa.
       Como se pode verificar, o boletim é feito sobretudo de imagens, escolhidas entre muitas outras, que mostram um pouco desta comunidade e as suas vivências, com um ou outro texto.





Catequese Paroquial | 2013-2014


A catequese é um dos movimentos mais constantes e mais expressivo na vida da comunidade paroquial de Nossa Senhora da Conceição, com as diversas celebrações, atividades pastorais, envolvência de pais, e outros familiares, avós, tios, padrinhos, irmãos, crianças, adolescentes e jovens, catequistas.

       Quando nos encontramos a alguma distância temporal do início de novo ano catequético, relembramos o ano anterior com uma seleção de imagens com as festas da catequese e/ou litúrgicas em que a catequese esteve diretamente empenhada, sem esquecer a participação na Semana Santa ou a Festa da Imaculada Conceição, que têm os seus vídeos próprios e os seus álbuns.

 

Para visualizar esta seleção de fotos visite a página da





Encerramento da Catequese | 2014 | Santu�rio do Sabroso


No passado sábado, o primeiro de julho, dia 5, o ENCERRAMENTO da CATEQUESE da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, no Santuário de Santa Maria do Sabroso, na Paróquia de Santa Maria de Barcos, da Zona Pastoral de Tabuaço. Algumas fotos desta tarde, com jogos e animação, com as Catequistas e o Grupo de Jovens (GJT), a celebração da Eucaristia, o lanche partilhado. Os pais foram convidados a estarem presente e alguns fizeram questão, bem assim como outras pessoas da nossa comunidade paroquial de Nossa Senhora da Conceição.

Mais FOTOS disponíveis na página da




Festa do Pai-nosso - 2��ano de catequese


A Solenidade do martírio dos Apóstolos São Pedro e São Paulo, 29 de junho de 2014, foi o dia escolhido para mais uma festa da catequese, a última deste ano catequético, a Festa do Pai-nosso, com os meninos do 2.º ano de catequese. Fotos de alguns momentos da celebração da Eucaristia, com a alegria e a simplicidades das crianças, ressalvando-se o trabalho dedicado das catequistas, deste ano e de todos os anos de catequese:

      Para visualizar outras fotos disponíveis,

visite a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.





Festa do Munic�pio de Tabua�o - S�o Jo�o Batista - 2014


Festas sanjoaninas de Tabuaço.
       O Município de Tabuaço tem como Padroeiro, e como feriado municipal, São João Batista. O dia solene é a 24 de junho, com a celebração da Eucaristia e da Procissão com os Padroeiros das paróquias e de alguns povos.
       O espaço pastoral que nos está confiado: Paróquia de NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO de Tabuaço, paróquia de acolhimento, Paróquia de SÃO JOÃO BATISTA de Távora, Paróquia SANTA EUFÉMIA de Pinheiros, Paróquia de SÃO SALVADOR de Carrazedo, fizeram-se presente com os respetivos padroeiros e com pessoas que acompanharam de perto as respetivas imagens/andores.

Andor de Nossa Senhora da Conceição

Andor de São Salvador

Andor de Santa Eufémia

Andor de São João Batista

 

Pode ver o conjunto de imagens da Festa de São João Batista,

na página de Paróquia de Tabuaço no Facebook,

mas também as referentes a cada uma das Paróquias deste espaço pastoral:

Távora no FacebookPinheiros no FacebookCarrazedo no Facebook





Primeira Comunh�o e Corpo de Deus - 2014


Como habitualmente na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Tabuaço, celebração da Primeira Comunhão dos meninos do 3.º Ano de Catequese, no dia em que se celebra a grande Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus, popularmente reconhecida como Festa do Corpo de Deus. Este ano tivemos 10 meninos a comungarem pela primeira vez.
       Algumas fotos que ilustram vários momentos, ofertório, comunhão, ação de graças, procissão do Santíssimo, oferta de flores a Nossa Senhora, entrega de diplomas, para recordar e para viver no compromisso de fidelidade a Jesus Cristo.

Foto de Grupo
       Os 10 meninos, do 3. ano de Catequese (ordem alfabética): Cláudia Beatriz; Fábio Alexandre; Guilherme; Joana Filipa; João Miguel; João Pedro; João Rafael; Jorge Daniel; Leonor; Rita Alexandra. O Pároco. E as respetivas catequistas: Eva La Salette; Graça Ferraz e Ângela Teixeira.
Outras fotos e outros momentos:

Para outras fotografias visite a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook




Festa do Compromisso e envio - 2014 - 9.� ano de Catequese


Santa Missa com crianças, dedicada especialmente à catequese. 21 de junho: Festa do Compromisso e envio, 9º ano de catequese. Algumas das fotos da celebração, mormente o ato penitencial e ofertório (sal, luz e pão), e no momento de ação de graças, Pegadas na Areia.

ATO PENITENCIAL 
– Jesus viu muita gente preocupada apenas em enriquecer, insensível às desigualdades sociais. A sua resposta foi viver pobre e denunciar o culto do dinheiro. 
– Jesus viu muita gente que procurava o prestígio, as honras sociais, as vénias dos outros...e Jesus recomendou aos seus seguidores que se comportassem com simplicidade. 
– Jesus viu muita gente agarrada ao poder e a exercê-lo despoticamente. E Ele não só fez da sua vida um serviço, como disse aos seus discípulos, que o maior é aquele que mais serve. 
– Jesus viu gente desprezada e posta à margem da sociedade...mas Jesus não tem preconceitos, vai ao seu encontro, diz que para eles foi enviado e acolhe-os. 
– Jesus viu muito egoísmo coração das pessoas que dava origem a uma sociedade cruel e anunciou uma única lei...o AMOR! 
TODOS: "É com Jesus Cristo o nosso compromisso!"

OFERTÓRIO 
– Senhor, num mundo sem alegria, queremos ser SAL, que dá um novo sabor à vida, tornando os homens mais felizes! 
– Senhor, num mundo onde se multiplicam as trevas do mal, da mentira, queremos ser LUZ, que indica caminhos de felicidade. – Senhor, num mundo que avança para futuros sempre inesperados, queremos ser FERMENTO, que faz levedar um mundo segundo o projeto de Jesus Cristo e que torna os homens irmãos.

AÇÃO DE GRAÇAS 
"Pegadas na areia" 
"Uma noite eu tive um sonho... 
Sonhei que andava a passear na praia com o Senhor, e, no firmamento, passavam cenas da minha vida. 
Após cada cena que passava, percebi que ficavam dois pares de pegadas na areia: um era meu e o outro era do Senhor. 
Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia e notei que muitas vezes, no caminho da minha vida, havia apenas um par de pegadas na areia. 
Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiados do meu viver. Isso aborreceu-me deveras e perguntei então ao Senhor: 
– Senhor, Tu disseste-me que, uma vez que resolvi seguir-Te, Tu andarias sempre comigo, em todos os caminhos. Contudo, notei que durante as maiores atribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque é que, nas horas em que eu mais necessitava de Ti Tu me deixaste sozinha. 
O Senhor respondeu-me: 
– Minha querida filha, jamais te deixaria nas horas de prova e de sofrimento. 
Quando viste na areia apenas um par de pegadas, eram as minhas. Foi exatamente aí que peguei em ti ao colo".

Para visualizar outras fotos visite a página da




Festa da Vida - 8.� Ano de Catequese - 2014


Os meses de maio e de junho são especialmente dedicados às festas da Catequese. Neste sábado, 14 de junho, foi a vez dos jovens do 8.º ano fazerem a sua festa, com uma referência muito particular à Vida, acolhida como dom, mas simultaneamente como tarefa a construir, a edificar, com os outros, com a ajuda da comunidade crente, com o compromisso de viver bem, de viver com os outros e para os outros, de deixar que a Fé seja Luz que guia as suas escolhas.

       Algumas imagens desta belíssima celebração:

Para as restantes imagens disponíveis visitar a página da

Paróquia de Tabuaço no FacebookAQUI.





Boletim Paroquial Voz Jovem - abril a junho de 2014


Disponível nos vários formatos a edição trimestral do Boletim Paroquial Voz Jovem. Este número é especialmente dedicado à Semana Santa, com textos e com imagens. Mas há outros acontecimentos que merecem atenção: o Dia da Mãe, as Escolas da Fé, as atividades juvenis como a Jornada Diocesana da Juventude, o Fátima Jovem e outras curiosidade da vida eclesial.

Pode fazer o download nos formatos habituais.

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Participa��o do GJT no XI Festival da Can��o - Desperta para amar


Participação do GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço) no XI Festival Diocesano da Canção Jovem, organizado e promovido pelo SDPJ de Lamego, no Teatro Ribeiro Conceição, no dia 7 de junho de 2014, ficando em 3.º lugar. É mais uma daquelas participações de excelência. Esta música e respetiva interpretação ficava bem em qualquer Festival de inspiração cristã. Garra, melodia, afinação, empatia com a plateia.

Desperta para Amar

Em cada despertar, a história chama por mim

Tanta vida para amar, tanta luta a travar

Um mundo inteiro: sofrimentos sem fim

E eu quase a desistir, quase a vacilar


Jesus me diz, a serenar, não receies, não receies amar

Eu venci o mundo! Não se cansem os braços teus

Olha para o Céu, muito tempo para lá chegar

Agora vai, contigo estarei a semear e a louvar a Deus

 

Em cada olhar, uma prece, uma súplica

Tantos corações magoados, cansados de amar

Um mundo inteiro e tanta injustiça

Que me desanimam antes de começar.

 

Em cada nuvem carregada, de lágrimas a verter

Tanto a transformar, não sei p’ra onde me virar

Um mundo inteiro: com problemas a crescer

Tem sentido, a favor dos outros, a minha vida gastar 





Celebra��o festiva da Profiss�o de F� - 6.� Ano de Catequese


Solenidade de Pentecostes e como em anos anteriores, a celebração da Profissão de Fé, com os adolescentes do 6.º ano de catequese. O Pentecostes remete-nos imediatamente para o Sacramento da Confirmação/Crisma, precisamente o Sacramento em que a profissão de fé, a renovação das promessas batismais, o compromisso cristão, são feito pelos crismandos. A Profissão de Fé, como festa da Catequese, prepara e antecipa o Sacramento do Crisma.

Eduarda Pastor, Liliana, Mafalda AzevedoMargarida Silva, Marco Eduardo, Virgilio Silva, José Pedro, Gustavo Eduardo,Luciano Santos, Marta, Inês Filipa, com as suas catequistas, Luisa Ferraz Serodio e Sónia Castro. Algumas fotografias da Paróquia de Tabuaço:

Para ver o nosso álbum completo visitar:




Festa das Bem-aventuran�as


sábado, 31 de maio, Eucaristia vespertina da Ascensão do Senhor, os SETE adolescentes do 7.º ano, a maioria inseridos no Grupo de Acólitos, celebraram a sua festa de catequese, as Bem-aventuranças. Algumas das imagens alusivas a esta festa. No final, a distribuição das Bem-aventuranças a toda a assembleia. Uma celebração muito luminosa, acentuando os laços que nos unem através da vivência das Bem-aventuranças:

Para ver as restantes fotos disponíveis,
visite a página da Paróquia de Tabuaço no FacebookAQUI.




Entrega do Credo - 5.� ano de Catequese


O CREDO é o nosso Bilhete de Identidade, ou o nosso Cartão de Cristão (CC), professamos a fé no mesmo Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na Comunhão dos Santos, na Vida eterna, para agirmos em conformidade com a nossa identidade de irmãos, filhos do mesmo Pai, batizados no mesmo Espírito. O 5.º ano da Catequese preparou-se para receber em festa o CREDO, no sábado, 24 de maio de 2014. É-lhes entregue para o professar com os lábios, o acolher com o coração e para o viver no compromisso com os outros, em Igreja e em sociedade.
       Algumas imagens da Eucaristia com a Entrega do Credo.

       Para mais imagens visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook.




LAETARE - concerto de ora��o em Tabua�o


Maio, o mês de Maria, é preenchido por diversas e variedades celebrações e eventos. O concerto de oração do grupo Laetare, no passado dia 17 de maio, na Igreja Paroquial de Tabuaço, é mais um destes momentos significativos de vivência da fé, através da beleza da música e do canto. Uma harmonia perfeita entre a belíssima voz da Clara, e o engenho do Pedro Marques, à guitarra, e no contraponto de alguns coros. Extraordinariamente belo. Algumas imagens deste início de noite, louvando, rezando, cantando.

Para outras fotos visitar o perfil da Paróquia de Tabuaço no facebook.





XIX Jornada Diocesana da Juventude - 2014


No fim de semana 16 e 17 de maio, realizou-se a XIX Jornada Diocesana da Juventude, com a presença do GJT (Grupo de Jovens de Tabuaço). Um ano depois da Jornada realizada em Tabuaço, no Santuário de Santa Maria do Sabroso, em Barcos, desta feita, em 2014, no Santuário de Nossa Senhora da Carvalha, em Freixo de Numão, envolvendo as Zonas Pastorais de Meda e de Vila Nova de Foz Côa.

       Momentos diversificados da Jornada, com workshop's, Eucaristia - o centro da Jornada -, e com festa e animação quanto baste.

       Na Eucaristia, o Sr. Bispo, D. António Couto, partindo da liturgia da Palavra do 5.º Domingo da Páscoa e da temática da Jornada - "Eu vos envio a vós" (Jo 20, 21), envolveu a assembleia com palavras muito vivas, desafiando todos, especialmente os jovens, a irem, viverem, anunciarem com alegria e paz, o Evangelho. Jesus mostra o Pai. Os cristão hão de mostrar Jesus. Para isso é necessário vivê-l'O. Ele é a Pedra angular, como refere São Pedro, nós as pedras vivas, animadas pelo Espírito Santo. As pedras, estando vivas, movem-se, vão, formam a Igreja e interagem. Oração e Palavra de Deus que devem ocupar Bispo e sacerdotes, mas também os demais cristãos. Serviço das mesas, caridade, atenção aos mais frágeis.

       "Somos palhaços, se dizemos uma coisa e fazemos outra. Eu, Bispo, os padres, vós. Somos palhaços, se não fazemos o que dizemos". (Sublinhe-se a propósito, que durante a manhã havia alguns palhaços a animar os grupos que chegavam. O palhaço, mesmo estando triste, tem que animar, sorrir, fazer rir, faz rir os outros e por vezes a chorar por dentro). O cristão há de transparecer o que lhe vai dentro, deixando-se "abanar" pelo Espírito Santo, para ser música nova, para ser mensageiro da esperança e do amor, da alegria e da paz.

       Algumas imagens deste dia disponibilizadas nas páginas de jovens e Secretarido Diocesano da Juventude:

Para mais fotografias visitar o perfil da página da Paróquia de Tabuaço no facebbok. 





GJT no F�tima Jovem 2014


No passado dia 3 e 4 de maio, o encontro nacional de jovens, o já tradicional Fátima Jovem. A Paróquia de Tabuaço, sobretudo nos últimos anos e de forma mais sistemática, participou com vários elementos do Grupo de Jovens.

       Integrado no grupo da Diocese de Lamego, sob a orientação do SDPJ de Lamego (Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil de Lamego), os nossos jovens participaram ativamente nos diversos momentos propostos para este fim de semana, momentos de oração, de convívio, de partilha, de festa. Algumas imagens desta jornada:

Para outras fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no facebook.





Caminhadas de Ora��o - Ter�o - maio 2014


Mês de maio, mês de Maria. Durante dos Domingos, Caminhada de Oração às Capelas da Paróquia de Tabuaço e ao Recinto de Nossa Senhora da Conceição. Neste primeiro domingo a caminhada foi até à Capela de São Plácido.

       Fica uma palavra de agradecimento público aos que estiveram mais dedicados à parte logística: som, luz, à Guarda Nacional Republicana de Tabuaço, para assegurar que a caminhada se fazia com segurança, ao longo da estrada municipal, e assim também no regresso. Obviamente se pressupõe o agradecimento a quem asseia as capelas, bem assim aos que transportaram a coluna portátil ao longo trajeto, e aos nossos sacristães, elementos do Conselho Económico.

       A caminhada contou com cerca de 120 pessoas, em passo adequado para as várias idades, de crianças a idosos, um ou outro com mais de 85 anos, de forma ordeira e devota, e como testemunho de devoção, de fé, de proximidade a Nossa Senhora.

       Algumas fotos registam a chegada a São Plácido:

 





Dia da M�e 2014


O primeiro domingo de maio assinala o Dia da Mãe. As várias comunidades paroquiais assinalam com um ou outro gesto o dia da Mãe. Em Tabuaço, além do ofertório solene e dos cânticos em conformidade com este dia, uma CARTA às MÃES:

Para todas as mães:
Mãe há só uma e tu és a minha. Tu me puseste no mundo e me criaste. Aturaste as minhas birras, ensinaste-me a amar Deus, sempre te preocupaste em me dar o melhor. Quando me lembro das coisas que me contas, de quando eu era pequena, penso logo: "Como tiveste paciência para comigo?"
Por tudo o que fizeste e fazes por mim, pela tua paciência para comigo, pelo apoio e amizade que sempre me deste, quero-te agradecer. Quero também agradecer-te pelo teu amor, pelo teu carinho, pela ajuda que me deste, quando eu mais precisei de ti.
Muitas vezes não te dou razão, mas quase sempre és tu que a tens. Só te peço a tua compreensão para comigo, quanto às minhas ideias. Eu sei que são ideias muito diferentes das tuas, mas como já te disse: "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades!"
MÃE, adoro-te!...Obrigada por tudo!
A tua Filha / O teu Filho
Catequistas




Escola da F� - Jovens Sem Fronteiras de Vila da Ponte


Na dinâmica das Escolas de Vivência da Fé, mais uma "aula" de oração, de reflexão, de convívio, na comunidade paroquial de Tabuaço, com a presença dos Jovens Sem Fronteiras (JSF) de Vila da Ponte. Em dia de liberdade, 25 de abril, a certeza que o conhecimento, o amor, a oração, são fontes inesgotáveis para nos sentirmos livres e nos comprometermos uns com os outros. Os JSF, com o Luís Rafael, o Joel, e o João Pedro, trouxeram até nós uma dinâmica missionária. Depois de breve apresentação do movimento dos JSF, concretizando no de Vila da Ponte, tempo para a oração e para construir um puzzle a partir do símbolo da JMJ do Brasil, com as cores missionárias dos continentes: branco - Europa (paz, pureza); Verde - África (esperança...); vermelho - América (sangue, vida, amor); amarelo - Ásia (onde nasce o sol, evangelização); azul - Oceania (mar, água, batismo).

       Algumas imagens que traduzem mais este tempo de formação na Paróquia de Tabuaço:

Para outras fotos desta Escola da Fé

visitar a página da Paróquia de Tabuaço no facebook.





P�scoa da Ressurrei��o | Visita Pascal 2014


A Páscoa, Ressurreição de Jesus Cristo, é, litúrgica e teologicamente, a festa mais importante da Igreja, dos seguidores de Jesus Cristo. É na celebração da Ressurreição que nasce, se forma e se aprofunda a comunidade cristã. Esta existe depois e por causa da Ressurreição de Jesus. A morte sem a Ressurreição seria uma perda de tempo, pois tudo ficaria como antes, ainda que pudesse ser um gesto de entrega, de oblação. Porém, a dádiva da vida de Jesus a Deus só faz sentido se Deus existe, se Deus garante que nem tudo foi em vão, garante que há mais vida para além da morte, há vida a partir do amor mais forte que a morte.

       As comunidades paroquiais deste espaço pastoral viveram a Páscoa com a celebração da Eucaristia solene, com a Procissão da Ressurreição e com a Visita Pascal de casa em casa, anúncio da Ressurreição. Em Tabuaço, Távora e Carrazedo a Visita Pascal realizou-se no próprio Domingo de Páscoa; em Pinheiros, e como tradicionalmente, realizou-se na segunda-feira de Páscoa.

       Algumas imagens deste DIA.

(Paróquia de Tabuaço)

(Paróquia de Távora)

(Paróquia de Carrazedo)

(Paróquia de Pinheiros)





Tr�duo Pascal 2014 | Vig�lia Pascal


Uma das celebrações mais significativas, em todo o ano litúrgico, é a Vigília Pascal, enriquecida, nas paróquias onde é possível, com batizados. Não foi o caso da paróquia de Tabuaço. Em todo o caso a celebração da Vigília Pascal, em Sábado Santo, é expressão da liturgia da Igreja, com diversos momentos: bênção do lume novo e do Círio Pascal - Jesus é a Luz do Mundo -, liturgia da palavra, com algumas leituras do Antigo Testamento, ajudando a compreender por inteiro a história da salvação presente na história do povo eleito. Desemboca na Ressurreição de Cristo. Outro momento luminoso é a bênção da água batismal, que será usada nos batismo durante o tempo pascal. O terceiro momento traz-nos sacramentalmente Cristo Ressuscitado, que na Eucaristia nos oferece a Deus Pai, cuja comunhão fortalece a nossa vida e nos compromete com os outros.

       Algumas imagens desta celebração:

 Para mais fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no facebook.





Sexta-feira Santa | Adora��o da Santa Cruz - 18 de abril de 2014


Sexta-feira Santa, Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. As celebrações repetem-se um pouco por todo lado. Em algumas comunidades é neste dia que se realiza a Via-sacra (neste espaço pastoral, na Paróquia de Carrazedo e na Paróquia de Pinheiros), em outras comunidades segue-se o proposto para o dia da Paixão do Senhor, com os três momentos: Liturgia da Palavra, com a leitura do Evangelho da Paixão, segundo São João; Adoração da Santa Cruz, e Comunhão Eucarística - neste espaço nas paróquias de Távora e de Tabuaço.

       Na paróquia de Tabuaço, continua a ser um dia muito significativo, com a presença luminosa de crianças e jovens e adultos, várias gerações de cristãos que participam nestes dias de Páscoa. Aí estão algumas imagens que retrato os vários momentos da celebração: Liturgia da Palavra - Adoração da Santa Cruz - Comunhão - Procissão do Senhor morto para a Capela de Santa Bárbara:

Para outras fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no facebook.





Tr�duo Pascal 2014 | Quinta-feira Santa | Missa da Ceia do Senhor | Lava-p�s


A quinta-feira, 17 de abril de 2014, santa faz-nos rever um dos gestos mais luminosos na vida de Jesus, durante a última Ceia, Jesus lava os pés aos seus discípulos, assinalando dessa forma qual o caminho do seguimento: servir como Ele, amar como Ele, dar a vida como Ele, a favor dos irmãos.
       Neste espaço pastoral, a celebração em Pinheiros (fotos), em Távora e em Tabuaço (fotos).
       Deixamos algumas imagens que exemplificam este momento de fé, devoção, de vivência da Semana Santa:

Para mais fotos visitar a página de Paróquia de Pinheiros no facebook




In�cio da Semana Santa: B�n��o de Ramos | Via-Sacra 2014


Em comunhão com toda a Igreja e com as diversas comunidades eclesiais espalhada pelo mundo, também a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Tabuaço, deu início à SEMANA SANTA, a MAIOR da nossa fé. Pela manhã, o encontro na Capela de Santa Bárbara para a bênção de Ramos, com a proclamação do Evangelho da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.

       Pela tarde noite, e como habitual nesta paróquia, a realização da Via-sacra, coordenada/preparada pelo Grupo de Jovens (GJT) e com a prestimosa colaboração da Catequese e Catequistas, Grupo Coral, e Conselho Económico. Este ano voltámos a um lugar de referência para a Via-sacra, à Capela de Santa Bárbara e ao Calvário, jardim pegado à Capela. Por facilidade, de som, de comodidade para as pessoas mais idosas, e para facilitar a vida do grupo coral, tem-se realizado na Igreja, ou em frente à mesma. Em 2014, alterou-se, mudando de cenário, mas não de empenho e dedicação. Algumas fotos da preparação e da Via-sacra:

 

Para outras fotos deste dia, visitar a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

e/ou GOOGLE + 





Encontro de Forma��o Juvenil, em Tabua�o, 22 de mar�o de 2014


No passado dia 22 de março, o Sdpj (Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil) de Lamego promoveu a segunda parte do Curso de  Curso de Animadores Juvenis (e não só), com o desafio: "Ide, sem medo, para servir". Se a primeira parte foi em Lamego, no Seminário Maior, esta realizou-se na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço. O programa foi preenchido, das 9h30 às 18h00, com momentos de oração, de reflexão, trabalho de grupo, plenários, almoço. Terminou da melhor forma, com a celebração da Santa Missa, na Igreja Paroquial, com a especial participação dos jovens na animação litúrgica.

       O Grupo de Jovens de Tabuaço (GJT) respondeu, de novo, de forma significativa com entusiasmo, dedicação e alegria nesta atividade juvenil, contando que ajudará a um compromissso mais efetivo na comunidade eclesial e na sociedade.

       Algumas fotos desta jornada:

Pode visualizar as restantes fotografias disponibilizadas na página do

Não deixe de visitar também a página do SDPJ de Lamego no FacebooK.





Tabua�o - Festa de S�o Jos� | Dia do Pai - 19 de mar�o de 2014


A solenidade de São José, esposo da Virgem Maria, Pai adotivo de Jesus, é ocasião paras as diversas comunidades paroquiais assinalarem o DIA do PAI. Assim foi neste espaço pastoral - Carrazedo, Pinheiros, Távora e Tabuaço. Na paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, a celebração da Eucaristia contou com a participação especial da Catequese, catequistas e catequizandos, Grupo Coral da Catequese, Grupo de Acólitos, Grupo de Jovens (GJT). Algumas fotos deste desta celebração:

Para outra fotos visite a página da Paróquia de Tabuaço no Facebook

ou no GOOGLE +





Boletim Paroquial Voz Jovem � janeiro - mar�o 2014


O Boletim Voz Jovem, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Tabuaço, desde o último número, outubro-dezembro 2013, que passou para uma edição trimestral (antes era mensal) e a ser publicado a cores (antes era uma cor). Este número de janeiro-março atualiza a memória das celebrações e acontecimentos da paróquia, inserida no Arciprestado (de Moimenta, Sernancelhe e Tabuaço) e na Diocese. Temas e imagens do Natal, da Missa do galo, da festa da Apresentação do Senhor e Bênção das crianças, o Compromisso dos Acólitos, as Escolas de Fé, atividades promovidas pelo SDPJ de Lamego, nomeadamente a formação de animadores e o retiro quaresmal, informações paroquiais. Muito importante será a fixação de algumas datas do Plano Pastoral, ficando registadas não apenas para memória mas sobretudo para agendamento.

       O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





82.� Anivers�rio dos Bombeiros Volunt�rios de Tabua�o - 2014


No passado dia 3 de março, os Bombeiros Voluntários de Tabuaço completaram 82 anos de existência nesta Vila e neste Concelho, passando a celebração oficial do aniversário para o domingo seguinte, 9 de março, com uma homenagem aos Bombeiros e membros dos corpos sociais já falecidos, numa oração no Cemitério orientada pelo Sr. Zé Carlos Soares, Ministro Extraordinário da Comunhão, prosseguindo a Eucaristia de Ação de Graças, com a solenização a cargo dos Bombeiros, com os cânticos por eles sugeridos e interpretados, efetuando as leituras, e com um ofertório mais solene, salientado instrumentros evocativos e utilizados no serviço de Bombeiros. No momento de ação de graças, uma oração de compromisso e súplica:

Senhor, toma-me, por instrumento de tua misericórdia. Faz tuas as minhas mãos e orienta meus passos para que eu possa levar, no momento preciso, o ansiado salvamento a quantos estejam em perigo. Multiplica, como fizeste aos pães e aos peixes, o meu vigor físico e a minha agilidade para que eu nunca esmoreça ante os maiores obstáculos e para que eu possa vencê-los sempre que disso dependa a missão de salvar os que clamam por socorro. Faz-me paciente, perseverante, inteligente, abnegado e ensina-me a amar o próximo mais ainda do que a mim mesmo para que eu nunca falhe no cumprimento de meus deveres de bombeiro. Dá-me, sobretudo, Senhor, total desprendimento, para que jamais eu hesite no ato de salvar e, se necessário, sacrifique a minha própria vida pela do meu semelhante.

Para ver mais fotografias visitar o perfil do Sr. Rui de Carvalho no facebook: AQUI, de onde foram retiradas estas fotos, ou da página da Paróquia de Tabuaço no facebook: AQUI.




� volta do Pres�pio - Festa de Natal, Missa do Galo e a Apresenta��o do Senhor


Três momentos festivos realcionados entre si, com a envolvância da comunidade, do grupo de jovens (GJT), da catequese: Festa de Natal da Catequese, a 21 de dezembro de 2013; Missa do Galo, na passagem do dia 24 para 25 de dezembro de 2013, e Apresentação de Jesus, no dia 2 de fevereiro de 2014, com a bênção das Velas, bênção do pão, bênção das Crianças. A música de fundo é a belíssima melodia do Pe. Zézinho, qua apresentamos abaixo.

1. Se ouvires a voz do vento, chamando sem cessar,
se ouvires a voz do tempo, mandando esperar:

A decisão é tua, a decisão é tua.
São muitos os convidados, são muitos os convidados.
Quase ninguém tem tempo. Quase ninguém tem tempo.

2. Se ouvires a voz de Deus chamando sem cessar,
se ouvires a voz do mundo querendo-te enganar:

 

3. O trigo já se perdeu, cresceu ninguém colheu.
O mundo passando fome, passando fome de Deus.




Apresenta��o de Jesus - 2 de fevereiro de 2014


Festa da Apresentação de Jesus no Templo, conhecido também como o dia das Candeias, e por isso a bênção das velas, que recorda o batismo, cuja LUZ é Jesus Cristo, dia dedicado especialmente às crianças, e como Ele no templo assim a bênção das crianças. Ao templo era levadas as primícias da família e da terra. O primeiro filho varão é de Deus e assim também os primeiros frutos da terra. Neste sentido, a bênção do pão (e nalgumas localidades a bênção dos campos), que nos alimenta e nos deve comprometer com a partilha solidária. Ficam imagens desta celebração, com a encenação do Evangelho da Apresentação de Jesus.

Para ver todas as fotos disponíveis visitar:





Plano Pastoral 2013.2014 - IDE e fazei disc�pulos


«Ide, pois, fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a cumprir tudo quanto vos tenho mandado. E sabei que Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos»

(Mt 28, 19-20).

 

        Após a Ressurreição, Jesus aparece aos seus discípulos e envia-os. Envia-nos.

Ide e fazei discípulos.

       Nunca deixamos de ser discípulos, alunos, aprendizes de Jesus Cristo. Simultaneamente, a missão de comunicar a alegria que recebemos. Ilustrativo o encontro de Maria com Isabel: “Logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio” (Lc 1, 44). Quem recebe a Boa Notícia, não pode fazer outra coisa senão passá-la ao próximo.

Ide e fazei discípulos.

       É uma tarefa de sempre. Como os discípulos da primeira hora, temos de viver Jesus, deixando que Ele nos fale e atue em nós, pelo Espírito Santo. Logo nos tornamos mensageiros do Seu amor, da Boa Notícia da salvação.

       Refere São Paulo: “se eu anuncio o Evangelho, não é para mim motivo de glória, é antes uma obrigação que me foi imposta: ai de mim, se eu não evangelizar!” (1Cor 9,16).

       O Papa Francisco, em vésperas da Sua eleição, já convocava a Igreja para sair a levar esta boa notícia a todos os recantos: “Evangelizar supõe na Igreja a "parresia" [coragem, entusiasmo] de sair de si mesma. A Igreja está chamada a sair de si mesma e ir para às periferias, não só as geográficas, mas também as periferias existenciais: as do mistério do pecado, as da dor, as da injustiça, as da ignorância e da indiferença religiosa, as do pensamento, as de toda a miséria… Quando a Igreja não sai de si mesma para evangelizar torna-se autorreferencial e então adoece… A Igreja, quando é autorreferencial, sem se aperceber, julga que tem luz própria, deixa de ser o mysterium lunae [mistério da lua]… [que o próximo Papa] …ajude a Igreja a sair de si para as periferias existenciais, que a ajude a ser a mãe fecunda que vive da “doce e reconfortante alegria de evangelizar”.

       O nosso Bispo, D. António Couto, na Carta Pastoral que enforma o ano pastoral e o lema que enquadra a vivência da fé neste chão da Diocese de Lamego, sublinha algumas prioridades, algumas delas constantes: primado da graça; vida de oração; proximidade; amor; Igreja como casa aberta a todos, dando também continuidade ao lema pastoral do ano anterior, "Vamos juntos construir a Casa da Fé e do Evangelho"; missão evangelizadora/missionária da Igreja; acolhimento do Evangelho com alegria, para o comunicar por palavras e com a vida; formação de cristãos conscientes e empenhados.

Santa Maria, Mãe da Igreja e nossa Mãe, Senhora dos Remédios e de Fátima, [Virgem da Conceição], ícone do primado da graça e da oração, do serviço humilde que gera laços de comunhão e de missão, sê nossa companheira nos caminhos que agora nos propomos percorrer para sabermos melhor levar Cristo aos nossos irmãos e os nossos irmãos a Cristo.

Que Deus nos abençoe e nos guarde,

Que nos acompanhe, nos acorde e nos incomode,

Que os nossos pés calcorreiem as montanhas,

Cheios de amor e de alegria,

Que a tua Palavra nos arda nas entranhas,

E nos ponha no caminho de Maria”.

          (D. António Couto, Carta Pastoral, 24.11.2014)

 

       O IDE pressupõe o estar com Jesus, alimentar-se d’Ele, escutando a Sua Palavra, acolhendo a Sua mensagem, procurando imitá-l’O nas Suas obras. Deixemo-nos atrair por Jesus, identificando-nos com a Sua vontade e o Seu projeto de conciliação e amor, para depois nos deixarmos fazer ENVIADOS, na expressão do Papa Francisco, sermos verdadeira e simultaneamente discípulos missionários. IDE E FAZEI DISCÍPULOS…

       Pode fazer o download da calendarização pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição:



Documento para download: calendario_2013-2014.pdf



Diocese Lamego 2014: Carta Pastoral de D. Ant�nio Couto


No Encerramento do Ano da Fé, Dia da Igreja Diocesana de Lamego, Solenidade de Jesus Cristo Rei e Senhor do Universo, no passado dia 24 de novembro de 2013, o nosso Bispo, D. António Couto, deu a conhecer a toda a Diocese a Sua CARTA PASTORAL para enquadrar o novo Ano Pastoral e o tema que o engloba: IDE E FAZEI DISCÍPULOS.

http://www.tbcparoquia.com/dlds/Carta_Pastoral2014_D.Antnio_J_R_Couto.pdf

        Inicia a mesma com uma citação da Constituição Dogmática, Lumen Gentium (9): «Aprouve a Deus salvar e santificar os homens, não individualmente, excluída qualquer ligação entre eles, mas constituindo-os em povo». Segue o enquadramento bíblico. Eis a página do Evangelho:

«Então os Onze Discípulos partiram para a Galileia, para o monte que lhes tinha ordenado Jesus. E vendo-o, adoraram-no; alguns deles, porém, duvidaram.

E aproximando-se, Jesus falou-lhes, dizendo: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Indo, pois, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os no nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar todas as coisas que vos ordenei. E eis que Eu convosco Sou todos os dias até ao fim do mundo”» (Mateus 28,16-20).

       A Carta sublinha prioridades, algumas delas constantes: primado da graça; vida de oração; proximidade; amor; Igreja como casa aberta a todos, dando também continuidade ao lema pastoral do ano anterior, "Vamos juntos construir a Casa da Fé e do Evangelho"; missão evangelizadora/missionária da Igreja; acolhimento do Evangelho com alegria, para o comunicar por palavras e com a vida; formação de cristãos conscientes e empenhados.

       O melhor mesmo é dedicar um tempo a ler, a reler, a meditar, a refletir e mastigar as palavras de D. António, para que depois se assume a beleza, a alegria e o compromisso de fidelidade a Jesus Cristo e ao Seu evangelho de perdão e de amor.

 

Para LER a CARTA PASTORAL:



Documento para download: Carta_Pastoral2014_D.Antnio_J_R_Couto.pdf






Documento para download: Carta_Pastoral_D.Antnio_Couto.xps



Escola da F� - Evangelho de S�o Mateus - com o Pe. Jorge Henrique


Na dinâmica pastoral das Escolas de Vivência da Fé, no dia 24 de janeiro, dia de São Francisco de Sales, realizou-se mais um encontro de reflexão, desta feita sobre o Evangelho de São Mateus, que preferentemente se lê aos domingos no ciclo de leituras do ano A. Connosco, para nos ajudar a acolher e compreender melhor o Evangelho e o seu autor, o Pe. Jorge Henrique, Pároco de Penso, Faia, Vila da Rua, Vila da Ponte e Assistente Diocesano da Obra Kolping. Foi o pregador da última Novena e Festa de Nossa Senhora da Conceição.

       Partilhamos o diaporama preparado pelo Pe. Jorge Henrique, que poderá servir a outros (pessoas e/ou comunidades) para melhor conhecerem o Evangelho de São Mateus e simulteamente a distribuição das textos por todo o ano litúrgico, do 1.º Domingo do Advento (1 de dezembro de 2013) até à próximia solenidade de Cristo Rei do Universo (23 de novembro de 2014).

       Relacionado com este tema, outra apresentação preparada para o ano de 2011, numa semana de formação bíblica: AQUI.





Boletim Paroquial Voz Jovem - outubro a dezembro 2013


Boletim VOZ JOVEM dos meses de outubro, novembro e dezembro. Após alguma reflexão, o boletim paroquial sofreu novas alterações, desta feita quanto à cor e à periocidade. Para ver como resultaria e tendo em conta que todos os domingos é distribuída a Folha Dominical com a reflexão do pároco, com os cânticos sugeridos para a Eucaristia, e com as informações das diversas atividades e celebrações, o Voz Jovem passará a ser impresso a cores, mais dispensioso mas com menos edições, quatro ao ano.

       O primeiro boletim a cores é dedicado especialmente à Festa da Padroeira, a Imaculada Conceição, nos 25 anos do Monumento erigido em Sua honra, na Fraga do Tostão, sob a vila e paróquia de Tabuaço. Além de algumas imagens, das várias celebrações de outubro a dezembro, textos sobre a novena e e festa de Nossa Senhora da Conceição, avalanchas da fé, preparação dos jovens para o Natal, e a Consagração a Nossa Senhora da Conceição feita há 25 anos, pelo pároco de então, Pe. Manuel Pinto Afonso.

O Boletim poderá ser lido a partir da página da Paróquia de Tabuaço, ou fazendo o download:





Solenidade de Natal na Par�quia de Pinheiros


Durante os quatro domingos do Advento, a comunidade paroquial de Pinheiros foi sendo introduzida, com a coordenação dos acólitos, na dinâmica do Advento como preparação para a celebração festiva do Natal, com o acender das 4 velas e preparação do presépio. No dia de Natal, no início da Eucaristia, a colocação da imagem do Menino Jesus no presépio e jogral sublinhando algumas expressões: celebrar, fraternidade, Deus connosco, Jesus Luz Verdadeira, Família. No pai-nosso, união das mãos e das pessoas, com as crianças frente ao altar. Durante o beijar do Menino um pequeno postal de felcitações para as famílias. Algumas imagens ilustrativas:

Para outras fotos visitar a página da Paróquia de Pinheiros no facebook

ou no nosso GOOGLE +





Missa do Galo 2013


A tradicional Missa do Galo, ou Missa da Meia-Noite, contou este ano, de novo, com o grupo de jovens, que se empenhou em preparar a encanção do Evangelho, dando mais alegria e envolvência a uma noite fria e sobretudo muito chuvosa. Os tons de festa, de acolhimento, de alegria estiveram presentes em toda a celebração, numa belíssima interação entre o grupo coral e o grupo de jovens.

Ficam algumas imagens desta noite:

Para outras fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no facebook

ou no nosso GOOGLE +




Festa de Natal da Catequese 2013


Em vésperas de Natal, a Festa da Catequese. Simples, alegre. Descontraída. Convite a viver o Natal com Jesus, Maria e José e com cada pessoa da família e da vizinhança. No Auditório do Centro de Promoção Social de Tabuaço. Celebração da Eucaristia e intervenção dos grupos da catequese. 21 de dezembro de 2013. Algumas fotos:

Para ver outras fotos visitar a página da Paróquia de Tabuaço no facebook

ou no nosso GOGLE +





Consagra��o a Nossa Senhora da Concei��o - 2013


 

Virgem Imaculada, Mãe de Deus e nossa Mãe.

De Portugal Rainha, Senhora da Conceição.

Vimos aqui de novo, 25 anos passados,

em que as nossas gentes se quiseram consagrar a Vós,

erguendo, sobre a Vila de Tabuaço, esta imagem e este altar,

para honrar o Vosso Nome e invocar a Vossa Proteção.

Voltamos a este lugar, como comunidade peregrina,

a renovar o nosso compromisso

e a nossa sentida homenagem,

Mãe da Igreja e de cada cristão.

Consagramo-nos a Vós, hoje como então,

Virgem da Conceição.

Guia-nos ao Teu Filho, como outrora aos primeiros cristãos,

no silêncio do sábado santo e na alegria da manhã de Páscoa.

Que aprendamos, como filhos bem-amados,

a seguir o Teu convite de Mãe:

– Fazei tudo o que Ele vos disser –

e Contigo a responder como discípulos, empenhados:

– Faça-se em Mim segundo a Tua Palavra –

Consagramos, neste dia e sempre,

o nosso coração ao Teu coração, doce e imaculado.

Que o nosso olhar mergulhe no Teu olhar, humilde e casto,

E no teu regaço de Mãe,

aprendamos a amarmo-nos como irmãos.

Faz com que o Teu sorrir

nos encha de bondade e misericórdia.

Consagramos-Te as nossas casas, as nossas ruas e praças,

os de cá e os que nos visitam, os que chegam e os que partem.

Confiamos-Te, Mãe santíssima,

as nossas crianças, adolescentes e jovens…

Que em Ti encontrem refúgio e em nós esperança e luz.

E os nossos irmãos mais crescidos,

os que sentem o peso da idade, a doença e a solidão,

os que se sentem incompreendidos e injustiçados…

Que em Ti se aconcheguem

e em nós descubram atenção, proximidade e ajuda.

Pedimos-Te, Mãe admirável,

cheia de graça e de beleza, de alegria e de luz,

ampara as nossas famílias,

de modo muito especial as que estão mais fragilizadas,

pela doença, pela discórdia, pela morte de algum familiar,

pela falta de trabalho condigno,

que lhes daria segurança e paz.

Sejas para todos Estrela da Esperança que anima e conduz.

E que também hoje possamos levantar o olhar e o coração,

contemplando o Teu amor,

deixando-nos levar pela Tua mão,

e, como Tu, dizer SIM a Deus e ao irmão.

Sim, no serviço e na fidelidade a Jesus.

Sim, na dúvida e no cansaço que nos aflige.

Sim, quando nos falta o chão e a coragem

e a pedalada para caminhar.

E como Tu, Maria Imaculada,

saibamos resistir diante da Cruz,

com o coração despedaçado,

mas com o olhar a Jesus ligado,

de Quem nos vem a paz e a salvação.

Consagramo-nos como Filhos Teus,

toda a nossa vida, o trabalho e o lazer,

as angústias e as tristezas, as alegrias e as esperanças,

E que o nosso pão de cada dia, partilhado,

tenha o sabor do amor e da alegria, e da comunhão,

para que em cada Eucaristia e em cada encontro,

Contigo, ó Mãe, nos sintamos família.

Virgem Imaculada, nossa Rainha e Padroeira,

Senhora da Conceição,

concede-nos a dita, a Teus filhos em Tabuaço

e a quantos Te têm por Mãe,

de um dia Te encontrarmos, na felicidade eterna,

no reino do Teu amado Filho,

que com o Pai vive e reina na unidade do Espírito Santo.

Amém.





Festa de Nossa Senhora da Concei��o - 8 de dezembro de 2013


A festa da Padroeira é, sem dúvida, o momento mais significativo para a comunidade paroquial de Tabuaço, congregando pessoas e instituições. Este ano teve a peculiaridade das Bodas de Prata do Monumento erigido em honra de Nossa Senhora da Conceição, sobre a Vila/Paróquia de Tabuaço. Ao longo de 9 dias a novena, tempo de reflexão, de oração, de encontro.

       No primeiro sábado da novena, o Compromisso dos Acólitos. No segundo sábado, véspera da Imaculada Conceição, a iniciativa do Sdpj Lamego, com a EAJ, "Mensageiros do Amor" - Preparação do Natal, para os jovens do Arciprestado de Moimenta, Sernancelhe, Tabuaço. A animação foi da responsabilidade dos Jovens sem fronteiras, com a presença do Pe. Pedro, que presidiria à Missa vespertina. À noite, o concerto de Oração com Claudine Pinheiro, num momento de rara beleza musical.

       O grande dia é o dia 8 de dezembro, com a solene Eucaristia e com a Procissão em honra de Nossa Senhora da Conceição, que este ano se deslocou à Fraga do Tostão, onde se encontra o Monumento, sobre a Vila e Paróquia de Tabuaço, local onde se renovou a Consagração a Nossa Senhora, seguindo-se a bênção de viaturas dos Bombeiros Tabuaço, que têm como Madrinha Nossa Senhora da Conceição. O pregador da novena e da solenidade foi o Pe. Jorge Henrique, contando, neste último e dia principal com a presença amistosa do Pe. João Morgado, que é também Pró Vigário Geral da Diocese de Lamego, e com o reverendo Pe. Ildo, Pároco de Chavães e de Arcos. Algumas imagens:

Para outras fotos visite a página da Paróquia de Tabuaço no facebooK

ou o nosso GOOGLE +





H� 25 anos, na Fraga do Tost�o, B�n��o do Monumento e Consagra��o a Nossa Senhora da Concei��o


CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

:: 8 de dezembro de 1988 ::

       Virgem Maria, nossa Mãe, Senhora da Conceição e Padroeira de Portugal, para Vós elevamos os nossos olhos para vos saudar como Rainha dos Céus e da Terra.

       Com legítima alegria de Filhos, queremos exaltar a Vossa realeza e reconhecê-la como devida à excelência de todo o Vosso ser, verdadeira Mãe daquele que é Rei por direito próprio, por herança e por conquista.

       Rainha e Mãe, Senhora da Conceição, mostrai-nos o caminho da santidade, orientai-nos e acompanhai-nos para que nunca nos desviemos dele.

       Senhora da Conceição, abri os caminhos da Fé àqueles que ainda não conhecem o Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo.

       Senhora da Conceição, reinai na Santa Igreja que celebra a Vossa soberania e recorre a Vós como refúgio seguro nas adversidades do tempo.

       Senhora da Conceição, reinai na inteligência dos homens para que busquem somente a verdade.

       Reinai sobre as vontades para que façam unicamente o bem;

       Reinai nos corações para que amem sempre o que Vós mais;

       Reinai sobre as nações, sobre Portugal, suas cidades, vilas e aldeias;

       Reinai em Tabuaço, em todas as suas famílias e em cada um dos seus membros, neste fia em que, com fé, amor e gratidão, Vos exalta na inauguração deste monumento levantado em Vossa honra.

       Abençoai, deste altar, a nossa terra, o nosso concelho, estas serras e estes vales e a quantos que, ao perto ou ao longe, invocarem a Vossa proteção de Mãe, Rainha e Padroeira.

        Senhora da Conceição, deste local bendito, atendei as súplicas de quantos a Vós recorrerem e reconhecerem o Vosso reino de Misericórdia.

       Senhora da Conceição, que aqui toda a dor encontre consolação; toda a doença, remédio; toda a preocupação, serenidade e resposta de paz; que toda a lágrima encontre um sorriso; toda a dúvida, uma certeza e todo o infortúnio, uma bênção maternal.

       Senhora da Conceição, a Vós nos consagramos neste dia: velai por nós. Em Vós confiamos, protegei-nos. Sob o Vosso patrocínio, queremos realizar a jornada do nosso caminhar para a vida eterna. Guiai-nos.

       Senhora da Conceição, concedei aos Vosso filhos de Tabuaço e a quantos Vos reconhecem como Rainha, Mãe e Padroeira, a graça de um dia irem gozar convosco a plenitude da felicidade eterna, no Reino do Vosso Filho que vive na unidade do Espírito Santo por todo o sempre. Amém.